Catolicismo n° 355-356, julho-agosto de 1980
Revista Catolicismo
Busca Google dentro do Site:
«
»
<<       Página       >>


UM CONGRESSO CERCADO DE SIGILO

São Paulo - Os mais conhecidos defensores latino-americanos da chamada "Teologia da Libertação" reuniram-se durante urna semana em Taboão da Serra, município vizinho de São Paulo. Com sua programação interna cercada do maior sigilo, essa reunião foi rotulada de "Congresso Internacional Ecumênico de Teologia", e contou, segundo os organizadores, com a participação de representantes de 42 países.

Foi vedada a aproximação de qualquer pessoa que não constasse da lista dos convidados, sendo liberados para a imprensa apenas pequenos e sintéticos comunicados. O rigoroso sigilo de que se cercou o Congresso dos "teólogos da libertação" causou estranheza.

Em sessões noturnas no teatro da PUC, em São Paulo, promoveu-se uma comunicação selecionada do "Congresso" destinada sobretudo a padres, religiosos e leigos das Comunidades de Base.

LEGENDA:
- A "Teologia da Libertação" leva a freira a pegar o fuzil ao lado da guerrilheira, na Nicarágua, cuja revolução é agora apresentada como exemplo para toda a América Latina.


CARDEAL APROVA VIAGENS A NICARÁGUA "PARA APRENDER"

Coube ao Cardeal-Arcebispo de São Paulo, D. Paulo Evaristo Arns, na qualidade de presidente-honorário do Congresso Internacional Ecumênico de Teologia, encerrar o ciclo de conferências no TUCA, a 1º de março p.p. Eis suas significativas palavras, na ocasião:

"Como concluir? Não há uma conclusão. A coisa apenas começou. [ ... ]

"Vejam esta pergunta - chega de teologia e vamos à prática: onde estão os grupos que vão para a Nicarágua, para aprender? Eu respondo: sei que, em São Paulo, há grupos se preparando e de malas prontas para partir. Até com a permissão do Arcebispo de São Paulo...

"Agora, não convém encerrar. Não é noite. Estamos na aurora. Vamos agradecer aos mártires aqui na América Latina e no Brasil. Eu recordaria aqui os mártires posseiros e os mártires índios. [. .] Não se trata de uma libertação romântica, mas uma libertação da fome, do mau salário, da favela. Que esta semana seja um compromisso no sangue de Cristo. Importa agora traduzir a palavra num testemunho real" (cfr. "O São Paulo", 7 a 13 de março de 1980).

Na saída do teatro, uma jovem oferecia um produto à venda: – "É um pôster muito bonito. Você não quer levar?" Tratava-se da figura do guerrilheiro "Che" Guevara, a cores, em custosa apresentação gráfica. Preço: 180 cruzeiros.



Advertência

Este texto, reconhecido pelo processo OCR, não passou por revisão e pode conter erros de digitação.
Sua transcrição parcial ou total está autorizada, desde que seja citada a fonte e o texto conferido com o da imagem original.

Agradecemos desde já reportar-nos erros de digitação, através do
Fale conosco


CRÉDITOS
© Copyright 1951 -

Editora Padre Belchior de Pontes Ltda.

Diretor
Paulo Corrêa de Brito Filho

Jornalista Responsável
Nelson Ramos Barreto
Registro na DRT/DF
sob o nº 3116

Administração
Rua Javaés, 681
1° Andar
Bairro Bom Retiro
CEP 01130-010
São Paulo- SP

SAC
(11) 3331 4522
(11) 3331-4790
(11) 2843-9487

Correspondência
Caixa Postal 707
CEP 01031-970
São Paulo-SP

E-mail:
catolicismo@terra.com.br

ISSN 0102-8502

 HOME 

EDIÇÃO POR

TOPO
 
+ZOOM
-ZOOM
 
HOME PAGE
HOME
 
IR AO TEXTO DA MATÉRIA
TEXTO