Catolicismo - Acervo
Busca Google dentro do Site:
« »
<<       Página       >>


CARTAS DOS LEITORES

Conservadorismo

Brilhante e maravilhoso! Assim classifico o artigo sobre o vínculo das áreas rurais com a tradição! Assino em baixo de todas as reflexões feitas pelo autor [Nelson Ribeiro Fragelli], desde aquelas sobre eleições até sobre os sinos. Li de início ao fim num só fôlego. O que não é meu hábito... (J.A. — RJ)

“Brasil profundo”

A menor intensidade na deterioração do homem do campo em relação aos habitantes das urbes salta aos olhos no artigo “Um Luar do Sertão”. A análise acertou de cheio no alvo. Pena que o nosso clero, emporcalhado em ideologias (ultrapassadas) da esquerda, esteja cego para essa matéria e, assim, não entende (ou não quer entender) o “Brasil profundo”, que é conservador e não está contaminado pela “esquerdopatia”. O homem do campo, como eu, quer é firmeza de princípios. Nossas famílias precisam de um norte para seguir com clareza. Ou seja, a solidez doutrinaria que só a Igreja Católica possui, mas que é posta de lado pelo clero progressista. Por isso, nossas famílias não querem frequentar as igrejas deles. Quando frequentam, o fazem com má vontade. Elas procuraram a clareza na doutrina moral da Igreja e os progressistas só lhes oferecem confusão e deturpação da doutrina tradicional, em nome de uma muito equivocada “justiça social”. Em nome de tal “justiça” os progressistas justificam até o roubo e a invasão de propriedades particulares. (H.V.G. — SP)

Mentalidade conservadora do campo

Sem dúvida, em eleições nacionais, assim como em muitos outros países, notamos a rejeição do eleitorado a políticos que não tenham mentalidade conservadora. Alguns até fingem tê-la para conquistar votos, mas depois de eleitos se alinham a esquerdistas e até a petistas. Uma decepção! O eleitorado sente que foi enganado e, com isso, fica desanimado. Onde encontrar um líder que de verdade venha a representar a enorme ala conservadora, existente sobretudo no homem das zonas rurais do Brasil? (O.R.S. — GO)

Octogentésima edição

Meus parabéns a todos os colaboradores de Catolicismo pelos 800 números da revista. Atingiram uma cifra grandiosa, mas desejo-lhes pelo menos mais 800 edições. Muitos anos de vida em defesa da Santa Igreja contra os adversários que não cessam de procurar (em vão) destruí-la. Assim como em defesa da sociedade como querida por Deus e contra os “erros do comunismo espalhados pelo mundo” (lembrando-me da revelação de Nossa Senhora de Fátima). Gostei muitíssimo da edição comemorativa e rezarei por todos os “catolicíssimos” (como chamo os colaboradores da revista). Que Nossa Senhora os tenha sempre maternalmente em seu Imaculado Coração! (A.J.B. — AL)

“Passado esplêndido, futuro ainda mais belo”

Procurando um meio para saudar à altura do que merecem os membros de Catolicismo, encontrei uma frase na própria revista: “Passado esplêndido, futuro ainda mais belo”. É o título de um artigo do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira no Catolicismo ainda da época em que tinha o formato de jornal. O ilustre autor se referia, com tal título, ao nosso bem amado Portugal. Mas para comentar esta edição, que chega ao seu octogentésimo número, faço a aplicação da frase à nossa gloriosa e combativa revista, agradecendo-lhes pelo “passado esplêndido” e augurando-lhes um “futuro ainda mais belo”. Catolicismo bem merece e o Prof. Plinio do alto do Céu concordará comigo! (B.N.N. — RJ)

Acervo de Catolicismo

Agradeço muito por terem disponibilizado no site os artigos antigos da revista Catolicismo. São ótimos! O acervo é um tesouro da intelectualidade católica. Tudo ali é aproveitável. Que Nossa Senhora abençoe aqueles que tiveram esta grande iniciativa. (I.M.L.— AM)

Terrorismo islâmico

Achei ótimos e muito oportunos os comentários sobre o Islã. A evidência dos fatos mostra que os adeptos do Corão sempre foram inimigos de morte da Religião Católica. Como compreender essa defesa de imigrantes (defesa indiscriminada), quando há tantas provas de que os muçulmanos são os responsáveis por atentados em toda a Europa? (C.M. — MG)

Erros da doutrina comunista

Se não se emendarem e fizerem penitência, a Rússia espalhará seus erros pelo mundo! Esta é uma realidade! Não há dúvida nenhuma de que a Rússia espalhou e continua a espalhar seus erros pelo mundo, e agora através da ditadura da mais radical negação de Deus que pode existir: a Ideologia de Gênero. Ela, para além duma terrível revolução antropológica sexual, impõe-se nas escolas e nos colégios públicos e privados, roubando de forma brutal aos pais e educadores todos os legais e intrínsecos direitos, e transformando os nossos filhos e netos em doentes mentais (disforia de gênero), em pedófilos, em promíscuos, em prostitutas, enfim… Quando se diz a uma criança de 4 ou 5 anos: “Tu não és rapaz nem menina, e quando chegares à maioridade tens 31 gêneros para escolher”, é o mesmo que levá-la à loucura, como tem acontecido na Inglaterra, na Alemanha, na Suécia, na Holanda e onde esta aberração diabólica foi imposta mais radicalmente! Tanto a ONU como a UNESCO, como o SMS, como a UNICEF, e todos os que mandam, estão inteiramente empenhados em que até 2030 metade da população mundial seja homossexual, como para dizer a Deus: “Vez, Tu criaste o mundo, mas eu, Satanás, inventei uma nova criação, que os homens gostam muito mais”! Isto, ninguém duvide de que é o castigo predito em Fátima, se não nos convertêssemos e mudássemos de vida. Não há dúvida de que o mundo caminha cada vês mais para o abismo, para a perdição! No fim, ficará um pequeno punhado que será fiel a Deus! No fim, o “Meu Imaculado Coração, triunfará!” (com este pequeno punhado). Rezemos para que os nossos familiares e amigos caibam nesse punhado. (M.E.B.R.S. — Portugal)

Socialismo multiplica pobreza

O que existe no Brasil é o que eu chamo de “culto do ódio ao rico”, atribui-se a existência da pobreza ao crescimento da riqueza: um é pobre porque o outro é rico, uma simples aplicação do “princípio dos vasos comunicantes” na física. Então, para corrigir o problema, os “bem-intencionados” teóricos do partido criam toda série de obstáculos ao crescimento econômico das pessoas e das empresas, mais das empresas do que das pessoas. Estas medidas, chamadas de “justiça social”, recebem aplausos entusiasmados de uma plateia, que por uma espécie de lavagem cerebral coletiva absorve essa tese, mais por inveja (porque todo mundo gostaria de ficar rico) do que por alguma lógica econômica. No passado, tivemos a versão nacional de milionários: Martinelli, Guinle, e o mais famoso deles, Francisco Matarazzo, tinham um império. Quero deixar bem claro que naquele tempo havia pobreza, mas numa versão “light/diet” — um fenômeno comum na maioria dos países. As tentativas de erradicá-la mediante o socialismo se transformaram num desastre. O que seguramente havia naquele tempo era uma taxa de desemprego muito menor do que hoje, por isto São Paulo atraiu tantos imigrantes. Mas a pobreza daquele tempo era uma fração ínfima da que existe hoje — as favelas em expansão formam um retrato visível dessa triste realidade! E os mendigos e camelôs completam o cenário de uma crise que sempre acaba voltando. (A.L.C. — SP)


FRASES SELECIONADAS

“Arranja sempre alguma coisa por fazer, para que o demônio te veja sempre ocupado”.
(São Jerônimo)

“Um sustentáculo grande para vós, uma arma poderosa contra as insídias do demônio, tendes na devoção a Maria Santíssima” .
(São João Bosco)

“O nome de Maria põe em fuga os demônios, que não podem ouvi-lo sem serem tomados de pavor; dissipa as mais violentas tentações e restabelece as almas na confiança e na serenidade”.
(Pe. de Saint-Laurent)

“As contas de meu Rosário são como balas de artilharia: quando o demônio aparece, eu rezo uma Ave-Maria”
(Ditado popular mineiro)



Advertência

Este texto, reconhecido pelo processo OCR, não passou por revisão e pode conter erros de digitação.
Sua transcrição parcial ou total está autorizada, desde que seja citada a fonte e o texto conferido com o da imagem original.

Agradecemos desde já reportar-nos erros de digitação, através do
Fale conosco


CRÉDITOS
© Copyright 1951 -

Editora Padre Belchior de Pontes Ltda.

Diretor
Paulo Corrêa de Brito Filho

Jornalista Responsável
Nelson Ramos Barreto
Registro na DRT/DF
sob o nº 3116

Administração
Rua Javaés, 681
1° Andar
Bairro Bom Retiro
CEP 01130-010
São Paulo- SP

SAC
(11) 3331 4522
(11) 3331-4790
(11) 2843-9487

Correspondência
Caixa Postal 707
CEP 01031-970
São Paulo-SP

E-mail:
catolicismo@terra.com.br

ISSN 0102-8502

 HOME 
 
TOPO
+ZOOM
-ZOOM
Home Page
ÍNDICE
Ir ao texto da matéria
TEXTO