Catolicismo - Acervo
Busca Google dentro do Site:
« »
<<       Página       >>


SANTOS E FESTAS DE SETEMBRO


1

São Lobo, Bispo e Confessor

+ França, 625. Monge na famosa abadia de Lérins, sucedeu a Santo Artêmio na Sé episcopal de Sens. O rei Clotário, devido a más informações de seu emissário e do abade de São Remígio, que desejava ficar com aquela Sé, baniu o santo bispo para uma área ainda pagã. São Lobo converteu o governador local e muitos personagens proeminentes. Foi então chamado de volta por Clotário, já mais bem informado.

Primeira Sexta-feira do mês.


2

São Guilherme, Bispo e Confessor

+ Dinamarca, 1070. Inglês, capelão do rei Canuto, fez com ele uma viagem à Dinamarca. Impressionado com o lastimável estado de abandono dos pagãos, decidiu evangelizá-los. Eleito bispo de Roskilde, censurou energicamente o rei Sweyn por ter executado muitos homens sem julgamento prévio. Mais tarde o soberano confessou publicamente esse pecado e tornou-se amigo do santo.

Primeiro Sábado do mês.


3

São Gregório Magno, Papa, Confessor e Doutor da Igreja


4

Santa Rosália, Virgem

+ Palermo, séc. XII. Muito bela, aos 14 anos a Santíssima Virgem recomendou-lhe deixar o mundo, enviando-lhe para isso dois anjos, que a guiaram até uma gruta. Como seus pais a procurassem na região, os anjos voltaram a lhe aparecer e a levaram para o alto do monte Pellegrino, onde ela viveu na contemplação e penitência durante os 16 anos que lhe restaram de vida. A descoberta de suas relíquias em 1624 foi ocasião de muitos milagres. Ela é a padroeira de Palermo.


5

São Vitorino, Bispo e Mártir

+ Itália, séc. II. Bispo da cidade de Amiterno, por sua fidelidade a Cristo foi pendurado de cabeça para baixo sobre águas mefíticas e sulfurosas, entregando sua alma a Deus no terceiro dia.


6

São Magno, Confessor

+ França, séc. VIII. Discípulo de São Columbano, tinha um dom especial para afastar predadores e parasitas do campo com seu bastão. Após sua morte, vários desses bastões continuaram operando os mesmos prodígios.


7

Santa Regina de Alésia, Virgem e Mártir

+ França, séc. II. Filha de um pagão, com o falecimento da mãe foi educada por uma mulher cristã, com a qual posteriormente passou a morar e trabalhar como pastora, após o pai expulsá-la de casa ao saber que a filha era cristã. Foi aprisionada, torturada e decapitada por se recusar a casar com o prefeito romano. Desde o século V há na Borgonha uma basílica construída sobre o seu sarcófago, com os dizeres “Aqui César venceu a Gália; aqui uma virgem venceu César”.


8

Natividade de Nossa Senhora

Neste mesmo dia: Nossa Senhora da Luz, Nossa Senhora das Vitórias, Nossa Senhora de Nazaré, Nossa Senhora de Montserrat, Nossa Senhora de Coromoto.


9

São Severiano, Mártir

+ Armênia, séc. IV. “Visitava muitas vezes no cárcere os [futuros] quarenta mártires. Por ordem do prefeito Lísias, foi então erguido ao ar com uma pedra aos pés, moído de pancadas e lanhado de açoites. Nesses tormentos entregou sua alma a Deus” (Martirológio Romano).


10

Santo Alberto, Bispo de Avranches

+ França, séc. VIII. São Miguel Arcanjo apareceu-lhe, pedindo a edificação no Monte Tombe, litoral da Normandia, de um santuário em sua honra. Embora sua construção fosse se prolongar consideravelmente, em 866 o santuário se tornou a famosa abadia beneditina de São Miguel, uma das maravilhas do Ocidente.


11

São Pafúncio, Confessor

+ Egito, séc. IV. “Monge, que se tornou bispo da Tebaida e confessou a fé sob o Imperador Maximino. As mutilações das quais foi vítima deram-lhe grande prestígio junto aos Padres do Concílio de Nicéia” (Martirológio Romano Monástico).


12

Santíssimo Nome de Maria

Essa festa foi instituída pelo Papa Inocêncio XI para celebrar a libertação de Viena — sitiada pelos turcos em 1683 —, efetuada por João Sobieski, rei da Polônia. Na manhã da batalha, o rei polonês se colocou, bem como a todo seu exército, sob a proteção de Maria Santíssima. Assistiu à Santa Missa, durante a qual permaneceu rezando com os braços em cruz. Ao sair da igreja, Sobieski ordenou o ataque. Os turcos fugiram cheios de terror e abandonaram tudo, inclusive o grande estandarte de Maomé, que em homenagem a Maria o vitorioso rei católico enviou depois ao Soberano Pontífice.


13

São João Crisóstomo, Bispo e Doutor da Igreja

São Felipe, Mártir

+ Egito, séc. III. “Pai de Santa Eugênia, virgem. Depois de renunciar à dignidade de prefeito do Egito, recebeu a graça do batismo. Enquanto fazia oração, foi degolado por ordem do prefeito Terêncio, seu sucessor” (Martirológio Romano).


14

Exaltação da Santa Cruz


15

Nossa Senhora das Dores


16

Santa Edite de Wilton

+ Inglaterra, 984. Filha do rei Edgar, da Inglaterra, foi educada na abadia de Wilton, onde mais tarde sua mãe também se fez religiosa. Professando aos 15 anos, recusou não só a direção de várias abadias, como também a tornar-se rainha quando seu meio-irmão, Santo Eduardo Mártir, foi assassinado.


17

São Roberto Belarmino, Bispo, Confessor e Doutor da Igreja.

São Pedro de Arbués, Mártir

+ Espanha, 1485. Apontado por Torquemada para inquisidor provincial em Aragão, foi morto a punhaladas por “cristãos novos” (judeus pretensamente convertidos ao cristianismo) quando rezava na catedral de São Salvador.


18

São José de Cupertino, Confessor

+ Itália, 1663. Esse filho de São Francisco compensava abundantemente em inocência e simplicidade o que lhe faltava em dons naturais. Pouco dotado de talentos, chamava-se a si próprio Frei Asno. Mas seu amor a Deus era tão intenso, que entrava em êxtase à vista da menor das manifestações divinas nas criaturas.


19

Nossa Senhora de la Salette


20

Santo André Kim Taegon e Companheiros, Mártires da Coreia

+ Séc. XIX. Este sacerdote nativo sofreu o martírio em meados do século XIX, precedendo os missionários franceses — entre os quais dois bispos e muitos leigos convertidos por eles.


21

São Mateus Evangelista, Apóstolo.

São Lourenço Imbert, Bispo e Mártir

+ Coreia, 1839. Missionário francês e vigário apostólico na Coreia, ele seguiu o mártir André Kim na grande perseguição que visou exterminar a Religião católica do solo coreano.


22

Santa Catarina de Gênova.

Santo Emerano, Bispo e Mártir

+ Alemanha, séc. VII. Apóstolo da Baviera martirizado pelos pagãos, sobre seu túmulo foi erguida a Abadia beneditina de Kleinchelfendorf, que se tornou lugar de peregrinação.


23

Santo Adanano, Abade e Confessor

+ Escócia, 704. “O maior dos sucessores de São Columbano na direção da Abadia de Iona, na Escócia, exerceu benéfica influência sobre a Igreja e a sociedade de seu tempo” (Martirológio Romano Monástico).


24

Nossa Senhora das Mercês


25

São Cleofas, Discípulo de Cristo

+ Palestina, séc. I. “Morto pelos judeus na mesma casa onde preparara a ceia para o Senhor, porque havia professado sua fé. Para gloriosa recordação, teve ali mesmo sua sepultura” (Martirológio Romano).


26

Santos Cipriano e Justina, Mártires

+ Nicomédia, séc. IV. “Cipriano, que era mago, foi convertido pela graça sobrenatural da virgem Justina, que ele tentara em vão corromper através de seus sortilégios. Os dois sacrificaram a vida por Cristo” (Martirológio Romano Monástico).


27

São Vicente de Paulo, Confessor.

São Caio, Bispo e Mártir

+ Séc. I. Discípulo de São Barnabé Apóstolo, Caio foi morto durante a perseguição de Nero.


28

Bem-aventurados Mártires do Japão

+ Séc. XVII. Vários religiosos agostinianos e seus catequistas foram martirizados durante a perseguição ocorrida entre 1617 e 1632.


29

Gloriosos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael.

São Ciríaco, Eremita

+ Palestina, séc. IV. “Recebeu aos 18 anos o hábito monástico das mãos de Santo Eutímio, e depois se apresentou a São Gerásimo às margens do Jordão. Sempre buscando a solidão, para evitar seus admiradores e os perigos do mundo, fixou-se na laura (mosteiro) de Suca, onde morreu 40 anos mais tarde” (Martirológio Romano Monástico).


30

São Jerônimo, Doutor da Igreja

(Vide p. 38).


Intenções para a Santa Missa em setembro

Será celebrada pelo Revmo. Padre David Francisquini, nas seguintes intenções:

Rezaremos para que cresçam muito mais no Brasil as sadias reações contra os fatores de desagregação da sociedade, pedindo à Divina Providência que cultive na alma de todo brasileiro o amor aos valores autenticamente cristãos. Há infelizmente em nossa Pátria não poucos defensores de práticas anticristãs como o aborto, a eutanásia, o divórcio, o “casamento” entre pessoas do mesmo sexo, as invasões de propriedades etc. Que a Santíssima Virgem não permita a expansão de tais práticas na Terra de Santa Cruz. Pediremos também a Nossa Senhora de Coromoto, Padroeira da Venezuela (cuja festa se comemora a 8 de setembro), para que o povo venezuelano resista ao comuno-bolivarianismo e se livre o quanto antes desse regime.

Intenções para a Santa Missa em outubro

No dia 12 de outubro celebramos o 3º centenário da aparição de Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil. A intenção da Missa será uma súplica a Ela para que proteja maternalmente nosso País e o faça plenamente fiel à sua grande vocação. Para tal, que os brasileiros sejamos dignos de tão excelsa Soberana, fortes e resolutos no combate a todo tipo de corrupção, sobretudo a corrupção moral, que tanto enfraquece as almas, deixando as famílias vulneráveis a todo tipo de imoralidade.



Advertência

Este texto, reconhecido pelo processo OCR, não passou por revisão e pode conter erros de digitação.
Sua transcrição parcial ou total está autorizada, desde que seja citada a fonte e o texto conferido com o da imagem original.

Agradecemos desde já reportar-nos erros de digitação, através do
Fale conosco


CRÉDITOS
© Copyright 1951 -

Editora Padre Belchior de Pontes Ltda.

Diretor
Paulo Corrêa de Brito Filho

Jornalista Responsável
Nelson Ramos Barreto
Registro na DRT/DF
sob o nº 3116

Administração
Rua Javaés, 681
1° Andar
Bairro Bom Retiro
CEP 01130-010
São Paulo- SP

SAC
(11) 3331 4522
(11) 3331-4790
(11) 2843-9487

Correspondência
Caixa Postal 707
CEP 01031-970
São Paulo-SP

E-mail:
catolicismo@terra.com.br

ISSN 0102-8502

 HOME 
 
TOPO
+ZOOM
-ZOOM
Home Page
HOME
Ir ao texto da matéria
TEXTO