Catolicismo - Acervo
Busca Google dentro do Site:
« »
<<       Página       >>


(continuação)

Fátima foi colocada em local de honra. Repleta de discípulos de Plinio Corrêa de Oliveira, a igreja ganhou em pompa com a presença dos estandartes rubros e dourados. Ao término da missa, o coral Cluny entoou o Hino Pontifício acompanhado de clarins e trompetes.

Livro sobre Ideologia de Gênero

Após a missa foi distribuída aos presentes a recente obra em defesa da instituição familiar — “Ideologia de Gênero: Saiba como defender sua família dessa nova ameaça” — do Padre David Francisquini. Em forma de perguntas e respostas, o autor responde com clareza, prudência e acerto as principais dúvidas dos leitores, no momento em que no Brasil e em muitos outros países se tenta impor tal “ideologia”.

No “Nacional Club”

O dia se encerrou com um jantar no Nacional Club, com a presença de Dom Mathias Tolentino Braga OSB, do Príncipe Imperial do Brasil D. Bertrand de Orleans e Bragança, do Duque Paul de Oldenburg e seus dois filhos, Kiril e Carlos de Oldenburg, além de membros do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, das TFPs do exterior e das entidades coirmãs.

Ao término do jantar, James Bascom, membro da TFP Americana, dirigiu-se aos presentes ressaltando a importância daquele encontro, lembrando estas palavras do Salmo 132: Quam bonum est et quam jucundum habitare fratres in unum! — Como é bom e agradável os irmãos viverem unidos!

Afirmou ainda: “Quando Plinio Corrêa de Oliveira nasceu, há 109 anos, seus olhos se abriram para uma civilização cristã em avançado estado de apostasia, infidelidade e autodemolição. À medida que a Revolução se infiltrava na Igreja, católicos até então fervorosos passavam a adotar o espírito do mundo, e as gloriosas instituições da Cristandade de outrora sucumbiam uma após outra ao vírus revolucionário. Teria sido muito fácil para Plinio Corrêa de Oliveira se abster. Na visão de uma alma medíocre, esta seria a atitude ‘prudente’ a tomar. Mas Dr. Plinio sempre procurou ser fiel. Em meio a tanta infidelidade, desonra e apostasia, quis realizar um ato de fidelidade que foi um dos maiores na História da Igreja. Pode-se realmente resumir a sua vida e obra com esta frase memorável: Ele foi um eco fidelíssimo do Supremo Magistério da Igreja”.*

* Refere-se à carta do Prefeito da Sagrada Congregação dos Seminários e Universidades, Cardeal Giuseppe Pizzardo, em 2-12-1964, que qualificou o livro de Plinio Corrêa de Oliveira, A liberdade da Igreja no Estado comunista, como “eco fidelíssimo de todos os documentos do Supremo Magistério da Igreja”.

O americano Bascom perguntou ainda qual era a chave para se obter essa fidelidade e união contra-revolucionária, e em seguida esclareceu que ela se encontra na confiança em Nossa Senhora, de modo especial na mensagem de Fátima, cujo centésimo aniversário então se celebrava. Lembrou palavras do próprio Dr. Plinio: “Confio em Nossa Senhora, e essa confiança não será decepcionada. Vamos para frente com passo resoluto,

(continua)

LEGENDAS:
- S. Exa. Revma. Dom Mathias Tolentino Braga, Abade do Mosteiro de São Bento de São Paulo.
- Recitação do terço do rosário, presidido pelo Padre David Francisquini, no Cemitério da Consolação.
- Missa Pontifical na igreja do Sagrado Coração de Jesus.



Advertência

Este texto, reconhecido pelo processo OCR, não passou por revisão e pode conter erros de digitação.
Sua transcrição parcial ou total está autorizada, desde que seja citada a fonte e o texto conferido com o da imagem original.

Agradecemos desde já reportar-nos erros de digitação, através do
Fale conosco


CRÉDITOS
© Copyright 1951 -

Editora Padre Belchior de Pontes Ltda.

Diretor
Paulo Corrêa de Brito Filho

Jornalista Responsável
Nelson Ramos Barreto
Registro na DRT/DF
sob o nº 3116

Administração
Rua Javaés, 681
1° Andar
Bairro Bom Retiro
CEP 01130-010
São Paulo- SP

SAC
(11) 3331 4522
(11) 3331-4790
(11) 2843-9487

Correspondência
Caixa Postal 707
CEP 01031-970
São Paulo-SP

E-mail:
catolicismo@terra.com.br

ISSN 0102-8502

 HOME 
 
TOPO
+ZOOM
-ZOOM
Home Page
HOME
Ir ao texto da matéria
TEXTO