Catolicismo - Acervo
Busca Google dentro do Site:
« »
<<       Página       >>


EXCERTOS

A cruz é o lenho da dor, mas é também o lenho da glória

Plinio Corrêa de Oliveira

Excertos da conferência proferida pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira em 11 de abril de 1992. (Sem revisão do autor).

Nosso Senhor, na aparência derrotado, na realidade foi o vencedor

Consideremos o seguinte contraste na Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo: Ele era o condenado, mas de fato era o juiz, pois julgou o povo deicida e profetizou o castigo que haveria para a infâmia daqueles homens. Foi o juiz, e também o executor do castigo. Na aparência Ele era o derrotado, mas na realidade foi o vencedor.

Podemos facilmente imaginar o que representa Nosso Senhor Jesus Cristo ter sido pregado na cruz, mas ai dos responsáveis por aquele imenso crime. Mesmo o abandono daqueles a quem Ele tinha amado, mesmo o daqueles a quem Ele acompanhou até o último momento de vida, com alguma graça para conseguir que se salvassem.

Pouco depois de Nosso Senhor expirar na cruz, o céu se obscureceu e houve um terremoto espantoso na terra. Ele previra que o véu do Templo se rasgaria, que em certo momento a cidade de Jerusalém seria tomada, que os inimigos entrariam na cidade e ela seria arrasada, e que o povo judeu seria disperso.

Pode acontecer que pareçamos derrotados, ao longo da nossa vida de católicos, mas não desanimemos, lembrando-nos de que Nosso Senhor foi derrotado, foi vencido, mas carregando a Cruz Ele foi o verdadeiro vencedor. A cruz é o lenho da derrota, do sofrimento, da infâmia, da dor, mas é também o lenho da glória. Quem é esmagado com a cruz, vence. Quem vence sem a cruz, este sim, é um derrotado. A esta regra não escapa ninguém.

Quando virmos quão poderosos são os inimigos da Igreja, podemos desprezá-los, dizendo: Eles não são nada diante de Deus. O dia de Deus chegará, e com Deus iremos em frente.


SUMÁRIO

2 EXCERTOS

4 CARTA DO DIRETOR

5 INTERNACIONAL
Colombianos indignados manifestam rejeição às FARC

8 CORRESPONDÊNCIA

10 PALAVRA DO SACERDOTE
A Igreja pode aceitar padres casados? (Parte II)

14 REALIDADE CONCISAMENTE

16 ENTREVISTA
Manipulação de invasões de índios no Paraná

20 EPISÓDIOS HISTÓRICOS
As batalhas de Corfu e Petrovaradin

23 VIDAS DE SANTOS
São Casimiro, Príncipe da Polônia e Duque da Lituânia

26 CAPA
Hediondo conluio para condenar o Filho de Deus

44 SANTOS E FESTAS DO MÊS

46 AÇÃO CONTRA-REVOLUCIONÁRIA

52 AMBIENTES, COSTUMES, CIVILIZAÇÕES
Maria Antonieta — A fragilidade ostentando a superioridade

Nossa Capa:
Jesus diante de Anás – José de Madrazo y Agudo, 1803. Museu do Prado, Madri.



Advertência

Este texto, reconhecido pelo processo OCR, não passou por revisão e pode conter erros de digitação.
Sua transcrição parcial ou total está autorizada, desde que seja citada a fonte e o texto conferido com o da imagem original.

Agradecemos desde já reportar-nos erros de digitação, através do
Fale conosco


CRÉDITOS
© Copyright 1951 -

Editora Padre Belchior de Pontes Ltda.

Diretor
Paulo Corrêa de Brito Filho

Jornalista Responsável
Nelson Ramos Barreto
Registro na DRT/DF
sob o nº 3116

Administração
Rua Javaés, 681
1° Andar
Bairro Bom Retiro
CEP 01130-010
São Paulo- SP

SAC
(11) 3331 4522
(11) 3331-4790
(11) 2843-9487

Correspondência
Caixa Postal 707
CEP 01031-970
São Paulo-SP

E-mail:
catolicismo@terra.com.br

ISSN 0102-8502

 HOME 
 
TOPO
+ZOOM
-ZOOM
Home Page
HOME
Ir ao texto da matéria
TEXTO