(continuação)

Grande conversão de anglo-saxões

O que de fato ocorreu na Inglaterra foi que, tornando-se Etelberto rei de Kent, em menos de 20 anos conseguiu estabelecer seu domínio das costas do país dos saxões ocidentais rumo ao Oriente até o mar, e ao norte, até Humber e Trent. Com isso seu prestígio se estendeu ao outro lado do Canal da Mancha. Uma das provas desse prestígio deu-a Cariberto, rei de Paris, oferecendo-lhe sua filha Berta em casamento. No contrato, estipulou que ela poderia exercer livremente a religião católica. São Beda narra que essa condição foi aceita, tendo o bispo franco Luidhard acompanhado a princesa na qualidade de capelão.

Dois anos após a chegada de Santo Agostinho, o próprio Etelberto se converteu à fé católica, levando muitos de seus súditos a seguirem o seu exemplo. No dia de Natal de 597, milhares deles receberam o batismo.

Aqui entra em cena São Paulino, provavelmente romano de nascimento, que também era monge no Monte Célio. São Gregório o enviou em 601 à Inglaterra, junto com São Melito (chefe da missão), São Justo e outros, para auxiliarem Santo Agostinho no seu ministério. Levaram o pálio, relíquias, livros, vasos sagrados e outros dons do Papa, necessários ao esplendor do culto. São Melito, de família nobre, tornou-se bispo de Londres e terceiro arcebispo de Cantuária, falecendo em 24 de abril de 624. O Martirológio Romano diz, nesse dia, que ele “converteu à fé cristã os Saxões Orientais e seu soberano”.

Solidificação do catolicismo na Grã-Bretanha

São Paulino chegou à Inglaterra em 604. Trabalhou inicialmente em East Anglia, e de 625 a 626 em Kent, onde recebeu a sagração episcopal das mãos de São Justo de Cantuária, que fora seu companheiro na viagem. Justo tinha sido sagrado em 604 como quarto arcebispo de Rochester, e na ocasião o rei Etelberto concedeu à nova Sé o território chamado Priestfield e outras terras. Dele diz o Martirológio Romano em 10 de novembro: “Na Grã-Bretanha, São Justo, bispo, a quem o bem-aventurado Papa Gregório mandou pregar o Evangelho nessa Ilha, junto com Agostinho, Melito e outros companheiros. Famoso pela santidade, lá adormeceu na paz do Senhor”.

São Paulino foi sagrado bispo em 21 de julho de 625, e nessa condição acompanhou Etelburga, irmã do rei católico Eadbald, de Kent, quando ela se casou em Northumbrian Court com o rei Edwin. Os nobres nortúmbrios mostravam-se favoráveis à conversão do rei ao cristianismo, e ele próprio já havia recebido cartas do Papa Bonifácio V urgindo-o a dar esse passo. Edwin manifestou que abraçaria o cristianismo se após examiná-lo o julgasse superior à sua religião pagã. Depois de sua conversão, foi batizado em 627 por São Paulino em York. Desde então demonstrou grande zelo pela conversão de seus súditos.

Com a ajuda de Santo Edwin (que também foi canonizado), São Paulino estabeleceu sua sede em York, onde começou a construir uma igreja de pedra para se tornar sua catedral. Seu trabalho apostólico em instruir e batizar o povo foi incessante, e a tradição perpetua seu ministério em Yeavering, Catterick Bridge, Dewsbury, Easingwold, Southwell e outros lugares, sempre acompanhado pela fama de milagres. Seu nome é preservado também na aldeia de Pallingsburn, na Nortúmbria.

Subjugados pelas palavras simples dos sacerdotes

Narra São Beda que o rei e a rainha entretiveram Paulino durante cinco semanas na vila real de Yeavering, em Nortúmbria, enquanto ele se ocupava diuturnamente em instruir e batizar as multidões que o procuravam. Por persuasão de Edwin, o rei Eorpwald, de East Anglia, também se converteu ao cristianismo.

Santo Edwin foi morto em 12 de outubro de 633, quando repelia um ataque de Penda, rei pagão de Mércia, que juntamente com o príncipe galês Cawallon tinha invadido seus domínios. Penda havia tornado impossível o trabalho missionário na Nortúmbria. Após a morte de Santo Edwin, São Paulino levou a rainha e os filhos dela em segurança para Kent, passando a dedicar-se à diocese de Rochester.

Mais tarde, um dos sucessores de Edwin retornaria ao paganismo. A conversão da Nortúmbria ao cristianismo finalmente se operou através da missão formada por missionários irlandeses da Abadia de Iona, trazidos à região por Oswaldo, um sucessor de Edwin.

No ano seguinte à fuga de York, quando Santo Edwin morreu, São Paulino recebeu do Papa Honório I o pálio, símbolo que o Pontífice oferece aos arcebispos. Embora muitos o critiquem por ter deixado sua diocese de York, a maioria dos historiadores católicos concorda com São Beda que ele não tinha escolha; e que, dadas as circunstâncias, ele foi o melhor juiz do que seria aconselhável fazer.

São Beda descreve São Paulino como alto e magro, com perfil ligeiramente inclinado, cabelos pretos, nariz aquilino e um aspecto venerável e inspirador. Faleceu em 10 de outubro de 644 e foi sepultado em sua igreja de Rochester. Na reconstrução dessa catedral, suas relíquias foram trasladadas pelo arcebispo Lanfranco para um relicário de prata, onde estiveram até a pseudo-Reforma da Igreja na Inglaterra. Não sabemos o que foi feito delas após o protestantismo ter avassalado o país, destruindo todo o resquício de catolicismo.

No seu livro Morais, o Papa São Gregório Magno escreveu a respeito da conversão dos ingleses: “Os ingleses, que não sabiam antes senão uma língua bárbara, começaram a louvar a Deus em língua hebraica; e o Oceano, que estava antes dilatado e furioso, está agora sujeito e vassalo dos servidores de Deus. Os povos orgulhosos, que os príncipes da Terra não podiam domar pelas armas, foram subjugados pelas palavras simples dos sacerdotes: e a nação infiel, que não temia os esquadrões armados, depois que se tornou fiel, treme a uma palavra de homens pobres e humildes”.

Ao cabo de 60 anos, os anglo-saxões não somente se tornaram cristãos, mas estavam aptos para fornecer à Igreja missionários dignos daqueles que os converteram, como São Bonifácio, que empreenderia no início do século VIII a evangelização da Germânia pagã de além-Reno. 

Fontes:

– Edelvives, El Santo de Cada Dia, Editorial Luís Vives, S.A., Saragoça, 1955, tomo V, p. 412.

– Os seguintes itens na The Catholic Encyclopedia, CD Rom edition:

- Edwin Burton, St. Justus.

- Id. St. Paulinus, Archbishop of York.

- G. Roger Hudeleston, St. Mellitus.

- Id. Pope St. Gregory I (“the Great”).

- G. E. Phillips, St. Edwin.

LEGENDAS:
- Agostinho tornou-se célebre como Santo Agostinho de Cantuária, Apóstolo da Inglaterra.
- Após a sua conversão, em 627, o rei Edwin foi batizado por São Paulino em York.