AÇÃO CONTRA-REVOLUCIONÁRIA (II)

Cruzada Europeia pela Família

Kirill von Oldenburg

A TFP Student Action-Europe realizou em Viena uma campanha contra a ideologia do gênero, com a participação de meia centena dos presentes à Academia de Verão promovida por TFPs europeias na Áustria (vide p. anterior). Após quatro dias de estudos intensivos, os princípios hauridos foram colocados em prática numa movimentada atuação junto ao público, a qual percorreu as principais ruas da encantadora capital austríaca e lugares históricos, como o Palácio Imperial Hofburg e a Catedral de Santo Estêvão.

Salientando através de folhetos em inglês e alemão o absurdo da ideologia de gênero, a ação foi avidamente acolhida pelos transeuntes, causando grande impacto. Este era acentuado pelo tratamento cortês — uma das características da Áustria e da ação dos membros das TFPs —, que atraía as pessoas e as deixava à vontade. Muitas delas se detinham para observar a campanha e os estandartes rubro-áureos da entidade. Os que ainda não conheciam a TFP procuravam se informar sobre ela, demonstrando muito interesse.

Como não era de surpreender, a faixa com os dizeres Cruzada Europeia pela Família, escritos em alemão, inglês e holandês, causava muito desconforto aos revolucionários, irritando-os de modo particular a palavra Cruzada. Diziam que a TFP (Tradição, Família e Propriedade) estava presa ao passado, que os tempos tinham mudado e não havia mais lugar para lutas de cruzadas, nem mesmo metaforicamente.

O fato concreto é que a campanha representava um duro golpe na agenda LGBT. Os adeptos do movimento homossexual o percebiam, e passavam recibo do mesmo sobretudo quando informados de que campanhas semelhantes à de Viena vinham sendo feitas igualmente em outras importantes cidades europeias. 

LEGENDAS:
- Amsterdã, Holanda.
- Viena, Áustria.
- Frankfurt, Alemanha.