Agosto de 1993
Estandartes tremulam na Lituânia
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
TFP´s em ação

Estandartes tremulam na Lituânia

PARIS - Uma delegação de onze representantes de Sociedades de Defesa da Tradição, Família e Propriedade de diversos países, percorreu recentemente 16 cidades da Lituânia, conduzindo em peregrinação uma imagem de Nossa Senhora de Fátima, com o objetivo de propagar a Mensagem que a Mãe de Deus revelou ao mundo em 1917. Ao mesmo tempo, a visita permitiu ampliar o número de contatos com simpatizantes e aderentes dos ideais das TFPs.

A caravana insere-se no quadro de realizações da Campanha Lumières sur l'Est ("Luzes sobre o Leste"), da TFP francesa, a qual divulga estampas e livros sobre Fátima, pelo sistema mala-direta, para os países da ex-União Soviética. A TFP francesa acaba de editar, em idioma lituano, a obra As aparições e a mensagem de Fátima conforme os manuscritos da Irmã Lúcia, de autoria do sócio da TFP brasileira, Antonio Augusto Borelli Machado. Tal edição contou com a supervisão do Revmo. Pe. Pranas Gavenas, da comunidade lituana de São Paulo, e que tem feito várias viagens àquele país báltico.

Há três anos –– lembramos –– uma delegação das várias TFPs visitou a Lituânia para fazer entrega, ao então presidente V. Landsbergis, dos microfilmes do histórico abaixo-assinado com 5,2 milhões de assinaturas, em apoio à declaração de independência daquele país em relação à URSS.

Os sinos repicam

Segundo José Augusto Lisboa Miranda, que participou da viagem como enviado especial de Catolicismo, causou viva impressão à comitiva das TFPs o modo pelo qual a população Lituana, majoritariamente católica, voltou a expressar sua gratidão pelo valioso apoio prestado por aquelas entidades, tanto por ocasião da independência do país, quanto agora, em seu esforço de reerguimento moral.

Por exemplo, em Kelme, a primeira cidade lituana visitada, próxima à fronteira com a Polônia, a delegação das TFPs foi saudada com o repicar de sinos de sua igreja Matriz. A população daquela localidade, tendo à frente o Vigário e o deputado Antanas Racas, destacado líder católico e anticomunista da região, recebeu festivamente a imagem de Nossa Senhora de Fátima.

Além de cantarem hinos sacros em gregoriano, como o Credo, Salve Regina e Ave Maria, os jovens das TFPs apresentaram audiovisual sobre a Mensagem de Fátima, especialmente gravado em Lituano. Agradecidas e emocionadas, muitas pessoas faziam questão de cumprimentar pessoalmente os membros da delegação, osculando até a capa rubra que envergavam.

Na mesma cidade, todos se dirigiram em cortejo ao cemitério, para rezar especialmente pelos lituanos assassinados por agentes comunistas, e cujos corpos eram jogados nesse local, então um simples depósito de lixo.

Por sua vez, na cidade de Tytuvenai vários rapazes se apresentaram e pediram para fazer parte da comitiva, no que foram atendidos. Também cerca de 50 paroquianos lotaram um velho ônibus, para acompanhar a delegação às duas cidades seguintes do roteiro.

Em Siluva, o principal centro de peregrinação mariana do país, a delegação foi recebida pelo Cardeal Vicentas Sladkevicius, que enalteceu e abençoou o esforço empreendido pelas TFPs, pedindo que essa valiosa colaboração não seja interrompida.

Gratidão dos lituanos

Discursando em várias ocasiões durante a peregrinação, o Sr. Julio Ubbelohde, que chefiou a delegação das TFPs, ressaltou haver "encontrado no público lituano a permanência da simpatia e da recordação do encontro com as TFPs, há três anos. Isso atesta uma qualidade muito rara, porque sabemos que um dos sentimentos, uma das virtudes mais frágeis no homem é a gratidão. A Lituânia, pelo contrário, soube mostrar-se amiga daqueles que a visitaram no infortúnio".

1 | 2 | 3 Continua
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão