Fevereiro de 2009
A catacumba de São Calixto
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Ambientes, Costumes e Civilizações

A catacumba de São Calixto

Plinio Corrêa de Oliveira

 

Visitei em companhia de alguns amigos a catacumba de São Calixto, em Roma. Seus corredores estreitos dão a impressão de que as duas paredes encontrar-se-ão no alto, causando certa sensação de asfixia. Por todos os lados viam-se sepulturas.

Repentinamente deparamos com uma capela, sobre a qual filtrava um feixe de luz. Era um recinto quadrado, com desenhos pintados diretamente nas paredes, representando de modo ingênuo cenas do Evangelho e do Antigo Testamento. Havia no local um altarzinho. O guia explicou: “Esta era uma capela, aqui se rezava a Missa”.

 Ali eram sepultados os mártires. Túmulos que na véspera encontravam-se vazios eram ocupados com os restos mortais de novos mártires, heroicamente resgatados da arena do Coliseu.

O corpo do mártir permanecia jogado na arena, todo estraçalhado. Terminado o martírio, o povo retirava-se, e ninguém mais se preocupava com ele.

 
O Bom Pastor pintado nas paredes da catacumba

Quando anoitecia, católicos heróicos — candidatos eles mesmos ao martírio, pois, se fossem descobertos, seriam martirizados — esgueiravam-se até o Coliseu para recolher os restos mortais dos mártires. Envolvidos em panos, eram furtivamente levados até a entrada da catacumba –– um orifício aberto no solo.

Esses destemidos cristãos, chegando na entrada, faziam um sinal. Lá de dentro, uma voz fazia-se ouvir:



— O que trazes?

— Os restos de fulano de tal.

Imediatamente, do fundo da terra elevava-se um cântico de triunfo. Mais um irmão na fé subira ao Céu. Um irmão com quem, na véspera, possivelmente eles haviam conversado. Suportara padecimentos que muitos dos presentes haviam presenciado. 

Poderia ocorrer inesperadamente uma vistoria da polícia imperial na catacumba. Alguns cristãos eram então presos e levados para também sofrerem o martírio. A partir desse instante, não veriam mais as catacumbas e não assistiriam à celebração do Santo Sacrifício da Missa, enquanto aguardavam o momento de serem trucidados pelas feras. Morrendo mártires, iriam diretamente para o Céu!

________________________________________________________

Excertos da conferência proferida pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira em 21 de dezembro de 1984. Sem revisão do autor.

 

A catacumba de São Calixto, localizada na Via Ápia, região central de Roma, é uma das mais visitadas na Itália. Ocupa cerca de cinco andares abaixo da terra, estendendo-se por mais de 20 quilômetros de corredores que conduzem aos diversos túmulos. Calcula-se que aproximadamente 20 mil cristãos estão lá sepultados.

 

 

 

 

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão