Julho de 2005
Piercing e implanttes metálicos: iniciação no satanismo
A Realidade Concisamente

Radicalidade anticristã em ambientes esquerdistas

Segundo o “Washington Times”, certos centros universitários dos EUA, impregnados de esquerdismo, querem eliminar o uso das abreviaturas a.C. (antes de Cristo) e d.C. (depois de Cristo), ou A.D. (Anno Domini, Ano do Senhor). As abreviaturas substitutivas seriam B.C.E (Before Common Era, ou Antes da Era Atual) e C.E. (Common Era, Era Atual). O neopaganismo moderno leva até esse ponto o ódio a qualquer referência a Nosso Senhor Jesus Cristo e à Igreja Católica.

* * *

Ser reacionário é considerado “moderno”

Antoine Compagnon
A
ntoine Compagnon, professor de Literatura Francesa na Universidade da Sorbonne, em Paris, defendeu em entrevista ao “Figaro Magazine” que hoje ser moderno não é mais exibir-se com a última coqueluche da moda intelectual ou material, mas sim mostrar-se reacionário e até contra-revolucionário. Vivemos, segundo ele, um momento em que a dianteira está com a antimodernidade.

* * *

Piercing e implantes metálicos: iniciação no satanismo

L
ogo atrás da moda dos piercings vem a dos implantes metálicos, que desfiguram atrozmente homens e mulheres. Chifres, saliências, vértebras horripilantes, figuras antinaturais sob a pele, língua cortada pela metade à semelhança das cobras, são alguns dos efeitos monstruosos.

Mas poucos —até mesmo entre adeptos dessas modas— conhecem o fundo oculto delas, estabelecido numa “igreja” com seus “reverendos”: a Igreja da Modificação do Corpo, sadomasoquista e satanista, que ao mesmo tempo pretende ser ecumênica!

* * *

Putin reacende nostalgias da URSS

O
presidente russo Vladimir Putin está reavivando a nostalgia do império soviético. "A queda da URSS foi a maior catástrofe geopolítica do último século", disse ante o Parlamento. Ele fez desfilar o exército do país sob a bandeira da foice e martelo, ao som dos hinos da era comunista, na comemoração do 60º aniversário do término da II Guerra Mundial.

O presidente americano George W. Bush qualificou a ocupação da Europa Oriental pelos russos como "um dos maiores erros da História". Reconheceu a culpa dos EUA nessa invasão, por terem assinado os malfadados acordos de Yalta. O Kremlin protestou.

* * *

“Bebê planejado” para ser sacrificado

A
Inglaterra aprovou a geração artificial de "bebê planejado", a fim de lhe serem extraídos tecidos para transplante. É a primeira licença judiciária para criar um ser humano destinado a ser imolado sob pretextos terapêuticos. Organizações pró-vida criticaram duramente essa decisão cruel e imoral, que já toca no diabólico. A lei brasileira, que libera experiências com fetos, e o projeto espanhol de seleção de embriões foram mencionados como sinistros antecedentes da decisão inglesa, pelo diário “La Nación”, de Buenos Aires.

* * *

Sucessivas derrotas do socialismo alemão

Peer Steinbrueck, governador socialista derrotado nas últimas eleições
O
socialismo alemão sofreu séria derrota nas eleições estaduais na Renânia do Norte–Westfália, que governava há 39 anos. Trata-se da região mais populosa da Alemanha (18 milhões de habitantes). Diante da magnitude da derrota, que completou uma longa série de resultados calamitosos para as esquerdas alemãs, o chanceler socialista Gerhard Schroeder julgou não dispor mais de condições para governar e anunciou que convocaria eleições antecipadas. Logo engajou-se na campanha pela Constituição Européia, na França, e colheu mais um fracasso.

* * *

Líder homossexual fala da decadência do movimento

Larry Kramer, criador do lobby homossexual Act Up, lamentou a decadência da corrente homossexual nos EUA, patenteada por ocasião da reeleição de Bush e dos plebiscitos que banem o "casamento" homossexual. "Quase 60 milhões de pessoas [...] votaram contra nós. Quase 60 milhões [...] julgam que somos uns imorais", disse Kramer. Segundo ele, os homossexuais têm culpa pela Aids: "Desde o primeiro momento foi-nos dito que essa doença seria causada por um vírus. Não quisemos aceitar nossa responsabilidade e optamos por não escutar. [...] Essa atitude acabou sendo mortal". O longo e amargo queixume acaba de ser publicado em livro.

* * *

Obesidade, e não fome, é problema nas periferias de São Paulo

A
cidade de São Paulo está rodeada por "um cinturão de obesidade nas regiões mais pobres da periferia", segundo o secretário municipal de Saúde, Cláudio Luiz Lottenberg. Nos bairros mais pobres, verifica-se maior índice de mortes ligadas a excessos alimentares. Mas, por demagogia, os equipamentos médicos apropriados para resolver tais problemas encontram-se nos bairros mais ricos, onde são menos usados. O estudo que revelou esse paradoxo foi constatado por médicos do Hospital Albert Einstein.

* * *

Breves Religiosas

Milagre eucarístico confirmado pela ciência

N
o séculoVIII, em Lanciano, Itália, um monge que duvidava da presença real de Cristo nas espécies eucarísticas viu a sagrada hóstia transformar-se em carne e o vinho em sangue. No século XX, o Dr.Edoardo Linoli, professor de Anatomia e Histologia Patológica, de Química e Microscopia Clínica, analisou as relíquias do milagre e constatou tratar-se de carne do miocárdio (coração), e que o sangue é do grupo AB, o mesmo do Santo Sudário de Turim. Uma comissão da Organização Mundial da Saúde (OMS) realizou durante 15 meses meio milhar de exames científicos, que confirmaram esses resultados. O prof. Linoli apresentou tais informações em Roma num Congresso sobre milagres eucarísticos.

* * *

Após 70 anos de espera, católicos recebem sacramentos

Vinte e dois católicos do Azerbaijão receberam os sacramentos do Batismo e/ou da Confirmação, após suportar 70 anos de perseguição comunista, esperando que um sacerdote lhes proporcionasse a recepção de sacramentos. O catolicismo foi varrido daquele país pelo socialismo soviético. A catedral da Imaculada Conceição, na capital Baku, foi demolida. Os sacerdotes foram mortos, e os católicos não podiam usar nomes cristãos. Mas perseveravam na clandestinidade, sem contar com um padre sequer que os sustentasse. O Núncio Apostólico no país, Claudio Gugerotti, que lhes ministrou os sacramentos, comentou: “Lia-se em seus rostos as palavras do velho Simeão: ‘Agora, Senhor, podes levar teu servo em paz’” (Lc 2,2).