Abril de 2006
Abortistas dos EUA reconhecem o próprio fracasso
A Realidade Concisamente

-Abortistas dos EUA reconhecem o próprio fracasso

Manifestação a favor do juiz Samuel A. Alito em Washington
"Acho que 'Roe vs. Wade' [acórdão da Suprema Corte de Justiça que instalou o aborto nos EUA] será desmantelado em breve prazo", disse à agência Reuters Nancy Keenan, presidente de NARAL Pro-Choice America, conhecida ONG favorável ao aborto. "Temos um presidente anti-aborto, um Congresso anti-aborto, e agora, com a confirmação do juiz Alito para o Supremo, temos em vista uma Suprema Corte anti-aborto". Keenan silenciou o mais importante: sobretudo a maioria do povo norteamericano é contra o aborto, e na democracia moderna o povo é soberano. Mas isto não interessa aos promotores da revolução sexual. Com a posse do juiz Samuel Alito, muitos defensores da vida esperam que venha a cessar o monstruoso massacre legalizado de inocentes. Corresponderá ele às expectativas? Deus queira.


-Brasil: cada vez menos terra para não-índios

Os poucos índios existentes no País vão ficando cada vez mais ricos em terras, enquanto aos demais brasileiros resta espaço cada vez menor para ocupar. É o que se deduz do anúncio da FUNAI, de que o governo quer aumentar as reservas indígenas de 12,5% para 13,5% do território nacional. O presidente da FUNAI, Mércio Gomes, disse que nessas áreas há proprietários e lavouras, e por isso haverá "dificuldades" na execução do plano. Porém esclareceu que este, "em termos absolutos, é um processo que não termina". Em verdade, só terminaria quando os não-índios não tivessem mais lugar no Brasil...


-Mídia desinforma Ocidente sobre o Iraque

Soldados americanos brincam com meninos no Iraque
O Ocidente ignora o que acontece de fato no Iraque, denunciou no "Washington Post" Ben Connable, major do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA. A experiência haurida no local por dois terços dos oficiais militares lhes dá certeza de que o Iraque segue por bom caminho. "Conhecemos muito melhor as ruas, as pessoas e os insurgentes do que qualquer acadêmico em sua poltrona", disse. Contudo a difusão sistemática de imagens horrendas e histórias deprimentes, por parte da mídia, deforma a visão objetiva da realidade: "A impressão do Iraque como um atoleiro insondável é falsa e perigosamente desorientadora", sublinhou. O maior perigo para o Iraque não são os terroristas, mas a imprensa esquerdista disfarçada de imparcial.


-Fanatismo islâmico fascina libertários ocidentais

A jovem belga Muriel Degauque, convertida ao Islã, jogou-se com bombas contra soldados americanos no Iraque. A infeliz suicida levou uma vida "liberada" de todos os "preconceitos" do catolicismo: consumiu drogas, trocou à vontade de "maridos", até que por fim, já no desespero, adotou o Islã e se fez fundamentalista. Tais "conversões" não são raras, e ajudam a compreender o fascínio do fanatismo islâmico sobre aqueles que, renegando a Igreja católica, adotaram os costumes imorais e igualitários que corroem a Civilização Cristã.


Ecologistas e “atividades terroristas domésticas”

Um júri de Oregon (EUA) condenou 11 ecologistas dos grupos Frente pela Libertação Animal e Frente pela Libertação da Terra. Cometeram 65 crimes, incluindo incêndios premeditados, formação de quadrilha e depredação de propriedades públicas e privadas. Para os promotores públicos, o caso é um "modelo de atividades terroristas domésticas". Eles agiram nos estados de Oregon, Wyoming, Washington, Califórnia e Colorado, de 1996 a 2001. Embora condenados, os extremistas seguem influenciando por meio de ONGs "moderadas" que enganam os ingênuos.


Não obstante investimentos, a Venezuela cai aos pedaços

Momento em que desaba o importante viaduto que comunica Caracas a La Guaira
Caracas está quase isolada, pelo abandono sistemático da infra-estrutura, mas o presidente Chávez promete financiar megalomaníacos projetos, como um gasoduto do Caribe até a Patagônia, atravessando a Amazônia. Também prometeu comprar grandes quantidades de armas brasileiras; mas, quando o Brasil tentou formalizar a venda, Chávez não deu resposta. O dinheiro do petróleo é na prática engolido pelo colossal aparelho estatal, politizado e inoperante. Na Venezuela, Chávez é apelidado "Don Regalón" (O Senhor Presenteador), e suas promessas a governos amigos soam desagradavelmente aos ouvidos dos venezuelanos que vêem seu País ir à breca. No carnaval ele financiou uma escola de samba brasileira, que apresentou um enredo esquerdista.


-Empresas da Internet pactuam com censura comunista

Google, o maior motor de pesquisa de Internet, estabeleceu um acordo com a máquina repressiva do comunismo chinês, censurando palavras e links indicados pela ditadura vermelha. Outros gigantes da informática, como Yahoo e Microsoft, já vinham agindo desse modo. Para John Palfrey, do projeto OpenNet Initiative, uma dezena de milhares de termos e expressões, como "direitos humanos" ou "independência de Taiwan", passarão a inexistir para os chineses do continente. O “Drudge Report” cunhou a expressão "communist Google", e um editorial do diário parisiense “Le Monde” estampou o título "Google tartufo". A cumplicidade do macro-capitalismo publicitário com as nomenclaturas comunistas parece continuar tão escandalosa quanto na era de Brejnev...


-Polícia chinesa espanca oposicionista até a morte

Wu Xianghu, editor do "Taizhou Evening News", jornal do leste da China que ousou criticar a corrupção no sistema de repressão comunista chinês, foi surrado até a morte por 50 policiais. Não é o primeiro caso de tortura e coerção de jornalistas por parte da polícia de Pequim. Este foi mais um fruto amargo das "conquistas" e "liberdades" do socialismo.


-Porcos verdes fosforescentes: caos na ordem natural

Imagine ter no prato, ou no sanduíche, um presunto verde fosforescente. A conclusão normal é que estaria estragado e faria mal à saúde. Entretanto, cientistas da Universidade Nacional de Taiwan, misturando material genético suíno com o de águas-vivas, criaram três porcos transgênicos de carnes esverdeadas, que brilham no escuro. São verdes até o coração e os órgãos internos, segundo Wu Shinn-Chih, do Departamento de Ciência e Tecnologia Animal. As possibilidades da ciência são incalculáveis, mas, exploradas sem sabedoria, introduzem o caos e o absurdo na ordem natural.

***

Breves Religiosas

É preciso um “clamor inextinguível” contra o aborto

Dom Francisco Gil Hellín
"A Igreja não pode deixar de clamar contra [o aborto], como os profetas de Israel, [...] ainda que seja chamada de retrógrada e antiprogressista", escreveu o Arcebispo de Burgos (Espanha), D. Francisco Gil Hellín. O prelado esclareceu que não deve ser um miado de gato, mas "um clamor inextinguível que se levanta [...] do mundo todo até o Céu, pedindo justiça e misericórdia". Comparando a matança de crianças não-nascidas com o bruaá da mídia pelos maus-tratos de presos no Iraque, concluiu: "Esses fatos são um 'conto de Branca-de-Neve' comparados com o que acontece com os abortados: a maioria é despedaçada, outros são envenenados, outros ainda picados com uma faca de aço".




-Padre sincretista escandaliza Salvador

O padre José Souza Pinto, pároco da Lapinha, vem escandalizando os fiéis de Salvador. Nas missas, fantasiou-se de baiana, de índio e até de Oxum, um orixá (representação do demônio) do candomblê. Misturou sacrilegamente de modo sincretista o rito católico com outros supersticiosos; maquiado, executou danças estapafúrdias com autorização da diocese, segundo ele. Para o arcebispo de Salvador, Cardeal Geraldo Majela Agnelo, que afastou o sacerdote da referida paróquia, se o padre Pinto, entretanto, voltar a ter um comportamento “normal”, poderá celebrar missas na paróquia. Eis aí um sintoma da autodemolição da Igreja, que prossegue a passos largos sem a oposição proporcionada dos que deveriam cortar-lhe o passo