Dezembro de 2004
Castidade pré-matrimonial, êxito contra o AIDS
A Realidade Concisamente

Castidade pré-matrimonial, êxito contra o AIDS

Durante uma conferência de cúpula de 17 países africanos sobre o AIDS, o presidente de Uganda, Yoweri Museveni, negou-se a distribuir preservativos nas escolas. Segundo ele, isso só causará mais contágios. “É inaceitável ensinar aos alunos como serem promíscuos e usarem preservativos. [...] Deveríamos achar outras formas de ocupar as mentes de nossas crianças”, disse.

Yoweri Museveni, presidente de Uganda
Uganda é o país que alcançou maior êxito na luta contra a AIDS, porque promove a abstinência sexual pré-matrimonial. Os resultados superam tudo o que pretendem ter feito outros países ensinando práticas antinaturais, condenadas pela moral católica. Nestes a disseminação da pandemia vem se agravando.

Vinhos: aumento da variedade e da qualidade

Aparecem incessantemente novos tipos de vinho que atendem a um público sempre mais interessado e amplo. Esta boa tendência desconcerta aqueles que achavam que a abundância de combinações de cepas, terras, climas e “milésimos” acabaria sendo superada e chegar-se-ia a uma bebida do tipo da Coca-Cola, feita de produtos químicos, a qual seria vendida em latinhas para um mundo massificado. E eis que se verifica o inverso: “Um formidável momento de renascença” — comentou a revista francesa “Le Figaro Magazine”.

O fenômeno envolve uma multidão de viticultores mais recentes em novas regiões na França e no mundo. O Brasil também vem surpreendendo pelo crescimento da qualidade e das variedades dos seus vinhos nos últimos 10 anos, bem recebidos por um público nacional cada vez mais numeroso, exigente e de bom gosto.

 

Câncer pulmonar: novos recordes da China vermelha

Respirar, nas grandes cidades chinesas, é como inalar fumaça de cigarro, de tal maneira o ar está poluído. Por isso, alastra-se na população o câncer de pulmão, segundo o Departamento de Prevenção e Tratamento de Câncer, do Ministério da Saúde de Pequim. Em 2005, cerca de 500 mil pessoas contrairão esse tipo de câncer. O que significa um aumento de 43% em relação ao ano 2000.

40% dos casos de câncer pulmonar do mundo ocorrem nesse país comunista, embora ele contenha 16% da população mundial. A maioria dos casos verifica-se nas metrópoles de Xangai e Pequim. O silêncio dos meios de comunicação a respeito do assunto é muito estranho. Parece que eles só se lembram da ecologia para desmoralizar os países não-comunistas.

 

Maioria dos brasileiros tem visão hierárquica do mundo

O brasileiro aprecia a hierarquia social e é avesso ao igualitarismo socialista. É o que confirmou a Pesquisa Social Brasileira (PESB), coordenada por Alberto Almeida, professor da Universidade Federal Fluminense (UFF). Tal pesquisa registrou: 65% dos brasileiros rejeitam que patrões e empregados usem a mesma piscina. E 56% são de opinião que os empregados utilizem o elevador de serviço, ainda que possam usar o elevador social. Para essa maioria, as pessoas têm posições sociais predefinidas, que devem cumprir. Por exemplo, o homem deve sustentar a família, e a mulher cuidar dos filhos e da casa. Manda-se e se obedece em atenção a títulos, honrarias, contatos pessoais e dados equivalentes.

Têm mais espírito hierárquico os habitantes do nordeste e do centro-oeste que os do sul; os moradores das cidades menores, mais do que os das metrópoles; as mulheres do que os homens; os mais velhos, do que os jovens; os pobres, mais do que os ricos; os menos do que os mais instruídos. É claro que nesse contexto, em que sobressaem importantes aspectos do verdadeiro espírito católico e do bom senso da população brasileira, os apelos à luta de classes custam muito para vingar.

Êxitos do combate à guerrilha colombiana

Na Colômbia, a firmeza contra a narcoguerrilha marxista foi bastante benéfica. Voltaram — embora não totalmente — a tranqüilidade e o otimismo. As estradas ficaram mais seguras, e já não se teme ser seqüestrado apenas por andar de carro novo. O PIB será 4% superior neste ano e no próximo; a inflação é a menor em 30 anos; o investimento privado deve crescer mais de 20% em 2004; aumentou o emprego; as exportações cresceram 16,6% e o cultivo da coca caiu 21%. Mais de 70% da população aprova o governo do presidente Uribe. Até o Banco Mundial, no relatório Fazer Negócios em 2005, apontou a Colômbia como o segundo melhor país no mundo para investimentos.

Enquanto isso, crescem as apreensões sobre os países vizinhos, inclusive o Brasil. Dois relatórios do Banco Mundial qualificaram nosso País de o pior entre 53 nações pobres e emergentes em matéria de estabilidade de regras, carga tributária, falta de financiamentos para o setor produtivo, custos trabalhistas, regulamentos excessivos e criminalidade.

Afeganistão: progressos após derrota dos telebans

O progresso recente no Afeganistão foi imenso, segundo o brasileiro Manoel de Almeida e Silva, diretor de comunicação da Missão de Assistência da ONU naquele país. A vida da população melhorou “enormemente” desde que as tropas americanas desfizeram a ditadura dos fanáticos islamitas talebans. “Hoje já há mais de 5 milhões de estudantes, e quase 40% são meninas. Ademais, fizemos campanhas de vacinação, atingindo quase 7,5 milhões de crianças em boa parte do país, e poderemos erradicar a poliomielite ainda em 2004”, esclarece Almeida e Silva.

Ele salientou a melhoria da situação das mulheres na educação, no plano social, bem como na saúde e no campo dos direitos civis. Isso é compreensível, pois os talebans aplicavam ao pé da letra os brutais maus-tratos constantes no Corão, bem como ditos de Maomé sobre o sexo feminino.

BREVES RELIGIOSAS

Breves Religiosas

UE: vetado ministro por defender doutrina católica

A Comissão dos Direitos Civis do Parlamento Europeu vetou, embora não tivesse poderes para isso, a nomeação do italiano Rocco Buttiglione para a pasta de Justiça na Comissão Européia, órgão máximo da União Européia. O pretexto foi ter Buttiglione afirmado que, segundo a doutrina católica, os atos homossexuais são pecaminosos, e que, no cargo, ele agiria segundo esse reto ensinamento. Diante do veto, o eurodeputado Luca Volontè declarou ao diário “La Stampa” de Turim: “A verdade é que o Parlamento europeu está se transformando num Coliseu, onde se crucificam os cristãos”. E o diário liberal americano “Wall Street Journal” referiu-se a uma “inquisição laicista na Europa”.

Rocco Buttiglione
O novo chefe da Comissão de Bruxelas, o português José Manoel Durão Barroso, curvou-se às pressões, e Buttiglione renunciou ao cargo. Ficou patente uma vez mais o espírito anticatólico que inspira a unificação européia. Ela faz lembrar outra superburocracia falida, que também era acentuadamente anticatólica: a soviética.