Agosto de 2005
Santiago, o Menor
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Ambientes, Costumes e Civilizações

                     Santiago, o Menor

                      Sabedoria, experiência da vida e da Religião

       Plinio Corrêa de Oliveira

D
ir-se-ia que esta imagem do Apóstolo, que foi Bispo de Jerusalém, recebeu influência da Sainte Chapelle, na qual foi colocada.

Pela imagem, é um homem que está na porta da velhice, mas ainda com muita vitalidade. Chamam a atenção a abundância de cabelos e o rosto sisudo, embora não envelhecido. Seu corpo, que já sofreu o embate de mil esforços, conserva-se entretanto vigoroso e varonil.

É notável sua serenidade, como quem contempla com calma e consciência tranqüila um magnífico passado já vivido. Espera ele, com serenidade e confiança na Providência, o que lhe resta viver. É verdadeiramente um santo.

É ilustrativo fazer a comparação da imagem desse santo com as dulçorosas que se encontram por aí. Uns bonequinhos de gesso, pintados com face cor-de-rosinha, imberbes e ostentando sorrisos bobinhos, sem entender do que se trata...

Esta imagem de Santiago, o Menor, não! É um homem repleto de sabedoria, que tem experiência da vida, sobretudo das coisas da Religião, da vida interior, seguindo resolutamente para a frente, em sua caminhada.

______________

Nota da Redação:

A Sainte Chapelle foi construída na Ille de la Cité — Paris, França — por São Luís IX (1215 – 1270), Rei da França, para receber as relíquias que trouxe de Constantinopla, especialmente a coroa de espinhos de nosso Redentor

___________________________________________________________________________

Excertos de conferência proferida pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, em 12 de abril de 1989. Sem revisão do autor.

 

 

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão