Fevereiro de 2017
Cartas dos Leitores
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Correspondência

Caos generalizado

Esse caos, banditismo, extrema violência, miséria e morte sucedendo na misérrima Cuba dos ditadores Castro e dos adeptos da bandeira vermelha do martelo e foice é o que a quadrilha de terroristas do PT pretendia implantar no Brasil. Faltou pouco! Nem por isso seus efeitos deletérios findaram, pois se podem comprová-los com facilidade, a começar pela mentalidade de tantas famílias, das quais proviriam os estudantes, ainda tão jovens, cujas mentes conseguiram rechear do deletério esterco marxista, como nas novelas e afins que representam a perversão em domicílio! Os socialistas e comunistas daqui se inspiravam apenas em entes humanos diabólicos e sanguinários, como os déspotas Lênin, Stalin, Pol Pot, Fidel Castro e em outras escórias da humanidade. A própria CNBB, desde D. Hélder, junto com a esquerdista “Teologia da Liberação” teriam sido as maiores impulsoras e suportes dessas hordas infernais comunistas que se instalaram aqui, desde o socialista PSDB — que adotou o comunismo mitigado por certo período — até o stalinista e golpista PT, sem cujos apoios seria impossível que se adentrassem no poder! Hoje em dia — salvo raras exceções do clero, desde a Alta Hierarquia — tempo em que tanto se fala de misericórdia para lá e para cá, apesar de ela mais se parecer conivente com os erros e com as esquerdas, por onde anda a misericórdia desses nossos sacerdotes que têm obrigação de alertar o povo, de preveni-lo para que não se torne refém das pestes comunistas que infestam nosso país? Pareceria que o diabo lhes lacrou a boca para deixar de lado seus asseclas social-comunistas agirem à vontade, para nunca censurar suas hordas e, dessa forma, como têm comportado, “nada veriam, nada saberiam ou não estariam lá na hora”...

(G.R. — RJ)

 

Ovelhas ou Pastores perdidos?

Tempo houve em que a linguagem dos eminentes purpurados era clara e objetiva. Atualmente vai ficando cada vez mais ambígua e confusa. Os que se exprimem com linguagem elucidativa como o Cardeal Burke e os que o acompanham na crítica à Exortação Apostólica Amoris laetitia do Papa Francisco, são criticados. O diabo pesca em águas turvas. No Evangelho lemos a parábola da ovelha perdida. Hoje as ovelhas andam à procura dos pastores perdidos.

(F.S. — SC)

 

A linguagem da Igreja não pode ser ambígua

O relativismo moral tem expressão no relativismo linguístico e semântico. Quando se está livre de qualquer “obstáculo”, seja qual for a sua natureza, o que queremos dizer, dizemo-lo de forma clara e segura. Porque nada nos dias de hoje é absoluto e definitivo e a comunicação daqueles que assim pensam não é clara e cristalina: pode ser isso e o seu contrário; é assim, mas há nuances; os tempos são outros; a adaptação a novas circunstâncias… Tem a Igreja obrigação por ordem divina de transmitir a sua doutrina com clareza, com transparência; com fidelidade a Jesus Cristo e ao seu magistério milenar. É obrigação da Igreja no seu magistério ser verdadeira e fiel aos ensinamentos da Tradição e dos Evangelhos, e por isso deverá respeitar a verdade e só a verdade. Respeitemos os Dogmas, a Doutrina e a Catequese de ontem, de hoje e de sempre. Mas se por erro ou pecado alguém na Igreja não entenda assim, seja ao menos intelectualmente honesto e diga com clareza o que deseja dizer, sem margens para dúvidas ou interpretações de casuística e interesses individuais ou de grupo.

(N.S. — SP)

 

Europa invadida, covardia dos governantes

Foi a melhor análise da situação da Europa face à invasão islâmica, no meio das multidões que buscam refúgio no continente europeu. É lamentável. O ensino de Jesus Cristo nos aconselha, ante os perigos que nos cercam: “Sede simples como as pombas e prudentes como as serpentes”. Na verdade, as “serpentes” já chegaram. E faltou prudência aos governantes ditos cristãos, como na Alemanha. Tenho visto, nas redes sociais, bandos de refugiados atacando jovens na Europa, com agressões verbais e físicas, estuprando meninas e mulheres na França, na Alemanha, e os governos covardes e pusilânimes ainda têm a vergonhosa atitude de “encobrir” os crimes desses vândalos. Há até um código para a polícia não denunciar tais crimes. É preciso que os governos imponham regras aos imigrantes para que se submetam às leis dos países que os acolhem. Se não obedecerem, devem ser presos, conforme o caso, E deportados de volta à sua origem. Mais covarde é a atitude de certos governos, que deixam de comemorar o Natal de Jesus, de colocar símbolos natalinos, para não constranger os muçulmanos. Isso é covardia, traição às tradições cristãs. Deus salve a Europa!

(E.R.L. — CE)

 

Violência maometana contra o Cristianismo

O plano de destruição do cristianismo fica bem evidente quando analisamos a situação absurda em que se encontra a Europa atualmente, em especial a Alemanha, embora a França também venha sofrendo do mesmo mal há algum tempo. Onde estão as “feministas”, sempre tão efusivas na “defesa da mulher”, neste momento em que mulheres e meninas são estupradas na Alemanha e em outros países europeus? O silêncio delas é constrangedor, mas não surpreendente para quem conhece o seu motivo: ajudar a destruir as tradições cristãs. Sendo assim, seus financiadores e superiores (elite globalista) as proíbem de expressar qualquer mínimo descontentamento diante das barbáries islâmicas. “Teoria da conspiração”, muitos diriam. É mesmo? Então, por que será que a mídia tantas vezes noticiou e estampou nas telas de TV e nos jornais os “protestos” do Femen contra igrejas e sacerdotes cristãos, com pichações e até agressões físicas, mas não veicula um “a” sequer a respeito do descontentamento de muitos com as agressões e violência muçulmanas?

(L.D. — RS)

 

Esquerdas sem oxigênio

Em 1992, a URSS se desmoronava e Fidel Castro estava com falta de ar e precisava de “oxigênio”, conforme o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira: “Castro parece estar com ‘falta de ar’, e a única saída possível para a sua delicada situação é o apoio propagandístico que lhe venha do exterior.” Agora que Fidel Castro não respira mais, quem está com falta de ar são as esquerdas do mundo inteiro. O porta-bandeira do comunismo está morto. Dessa forma, o comunismo internacional está na UTI e os seus dias estão contados. E a promessa de Nossa Senhora em Fátima é a nossa esperança: “Por fim, o meu Imaculado Coração Trinfará!”

(J.D. — SP)

 

Hagiografia de São Pedro Canísio

Magnífico artigo! Copiei, imprimi a profissão de fé de São Pedro Canísio, vou pôr a folha diante de mim e tratar de repetir todo santo dia.

(N.A.T.G.P. — PR)

 

Deboche da Religião

Depois que a Arquidiocese do Rio há uns dois anos mandou dois padres acompanhados de um “pai de santo” benzer o sambódromo daquela cidade, às vésperas do carnaval, não é de admirar que bispos indicados pela CNBB autorizem tal deboche à Religião [imagem de Nossa Senhora Aparecida no carnaval]. É a liberalização do Vaticano II, com o seu ecumenismo irrestrito, que acaba sempre em permissividade e sacrilégio, como a tal de “missa afro”.

(R.R.S. — SP)

 

NOTA DA REDAÇÃO

Na entrevista com Benno Hofschulte, publicada na edição de Catolicismo de dezembro último (nº 792), figura o nome de um partido político alemão como Aktion für Deutschland. Entretanto, sua correta denominação é Alternative für Deutschland.


 

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão