HOME
A Realidade Concisamente
Mais uma aberração: Site pedófilo para crianças!

A
Planned Parenthood (Planejamento Familiar) — maior grupo pró-aborto do mundo — colocou em seu site matéria para educação sexual de crianças de seis anos: A idade importa? Quando as meninas encontram homens mais velhos. A página direcionava as crianças a um site que faz apologia da pedofilia, da pornografia infantil e oferece objetos para perversões sexuais. Militantes pró-vida tiraram cópias e alertaram os pais de família. A Planned Parenthood alterou logo as comprometedoras páginas, mas continua impunemente difundindo seus aberrantes programas.

Saddam desmontou fábricas de armas

Imagens via satélite, analisadas pela Agência Internacional de Energia Atômica e pela Comissão de Monitoramento, Verificação e Inspeção da ONU, documentaram as declarações de Sami al-Araji, vice-ministro da Indústria iraquiano. Segundo ele, as fábricas de armas de extermínio de Saddam Hussein foram desmontadas antes e durante a invasão aliada. O escarcéu publicitário sobre a suposta falta de provas da existência de armas de extermínio maciço, formado pela mídia e por organismos internacionais, deu tempo para a remoção delas, talvez para a Síria. Essas fábricas hoje constituem séria ameaça para o mundo. John Shaw, ex-subsecretário para a segurança tecnológica internacional dos EUA, declarou que a transferência foi executada por unidades de elite do exército russo, denominadas Spetsnatz.

Brasília: elogiado uniforme de gala de renomado colégio  

O colégio Galois, de Brasília, colocou o uniforme de gala no uso quotidiano. Desapareceram os tênis, as malhas, as camisetas e os jeans. E começou o uso dos sapatos, das camisas brancas com botões e mangas compridas, da gravata cor de vinho, da calça social preta ou saia xadrez. O Galois quer resgatar os valores tradicionais. “Me senti na Europa, foi muito lindo. Me trouxe boas recordações de quando eu era estudante”, comentou a mãe de um aluno.

A diretora, Dulcinéia Nakamura, explicou: “A moda de hoje tem deixado as meninas deformadas. Elas sentam e se portam como homens. Perderam o glamour e a elegância”. Para a diretora, as escolas particulares do DF aderirão à idéia em pouco tempo.

Promotor de “casamento” homossexual pode ser excomungado

D. Frederick B. Henry
O
bispo de Calgary, Canadá, D. Frederick B. Henry, declarou à TV que é impossível o chefe do governo nacional ser “bom católico, se ao mesmo tempo apóia o aborto e os ‘matrimônios’ de pessoas do mesmo sexo”. Nesse caso, o bispo só pode dizer: “Não receba a comunhão, porque [...] rompeu o seu vínculo com a Igreja”. D. Henry esclareceu que, se dependesse dele, pensaria seriamente em excomungá-lo, pois quem promove o “casamento” homossexual “comete uma grave ofensa a Deus. [...] Não se pode estar nos dois extremos ao mesmo tempo”.

Filmar agressões às vítimas: nova e cruel moda

Em Londres surgiu a moda de adolescentes esbofetearem transeuntes indefesos na rua, no metrô ou na escola, enquanto outros filmam a cena. Depois eles trocam as gravações, considerando essas bárbaras atitudes um divertimento. Podem ser agredidos velhos, mulheres e crianças, e a violência das imagens que circulam pela Internet assusta até a polícia. No Brasil, um jovem assassino filmou, de modo semelhante, a morte de sua vítima, para depois gabar-se da “proeza”. O homicida inspirou-se no terrorismo islâmico, cujas execuções filmadas são difundidas pela mídia ocidental sem que haja uma justa e indignada censura moral.

Absurdos da mentalidade igualitária     

A empresa Servicio Estación, da Espanha, criou máquina de lavar que lê as impressões digitais antes de funcionar e impede que o aparelho seja depois ativado pela mesma pessoa. A intenção é “acabar com o costume de muitas famílias, em que sempre é a mulher que se encarrega do lava-roupas”. Pretende ser um eletrodoméstico nivelador, que obrigará o marido a cuidar da roupa em medida igual à da esposa. O modelo foi batizado com o nome de “chegou tua vez”. É mais um disparate imposto pelo igualitarismo hodierno, tendente a desagregar a família e a sociedade e instaurar o caos.

Espanha: esquerdas e homossexuais tentam realizar profanação

N
as escadarias da catedral de Barcelona, militantes socialistas e o grupo homossexual Sin Vergüenza promoveram ato contra a Igreja Católica, que condena os “matrimônios” homossexuais. Entoaram slogans blasfemos, como “Igreja Católica: imbecilidade ilustrada”, “Vamos queimar Deus”“Cristo homossexual”. Jovens católicos ofereceram resistência dentro da legalidade, temendo uma invasão da catedral. Para eles, a ocupação seria o início do confisco das igrejas, reclamado pelas esquerdas. Os católicos foram objeto de insultos e obscenidades por parte dos manifestantes.

Boicote contra empresa privada fracassa na Argentina

O
presidente argentino Kirchner convocou um boicote contra a empresa privada Shell. Os piqueteros, co-irmãos dos sem-terra, bloquearam os postos de gasolina. A esquerda católica brasileira aplaudiu o ato como exemplo para o país. A mídia anunciou que a maioria dos argentinos apoiava a iniciativa de seu presidente. Mas depois todos se calaram. O que houve?

Em Buenos Aires, o líder dos bloqueios, Jorge Ceballos, em declaração ao diário “La Nación”, reconheceu: “Erramos; nossa ação acabou sendo negativa para o governo”. Os jornais platinos ficaram repletos de protestos anti-piqueteros e anti-Kirchner. Mas, sobre tal reação, a mídia brasileira nada informou.

*     *     *

Breves Religiosas

Tsunami, proteções extraordinárias e conversões

No arquipélago Andaman, Índia, as destruições do tsunami foram tais que o governo não pensa reconstruir nada. Porém, como revelou o Pe. Franklin Rodrigues, superior provincial dos missionários de São Francisco Xavier, “o tsunami trouxe muitas pessoas para o caminho de Deus. Os sobreviventes nos campos de refugiados rezam o rosário de joelhos, jovens e velhos juntos”, sendo acompanhados por inúmeros pagãos. Na ilha Pequena Andaman, “nada foi poupado. Só a igreja católica e a gruta de Nossa Senhora de Lourdes se destacam majestosamente entre as ruínas”, acrescentou o sacerdote.

Presidente argentino demite bispo militar católico

D. Antonio Juan Beseotto
“S
e alguém escandalizar um destes pequeninos que crêem em Mim, seria melhor que lhe colocassem no pescoço uma pedra de moinho e o atirassem ao mar” (Mc 9, 42). Estas palavras de Nosso Senhor Jesus Cristo irritaram o governo da Argentina. O bispo militar D. Antonio Juan Baseotto reproduziu-as numa carta dirigida ao ministro da Saúde, Ginés Mario González García, porque este promove o aborto e distribui preservativos entre adolescentes. O presidente Kirchner destituiu o Prelado da capelania militar, fato que não foi aceito pelo Vaticano. Depois disso o governo argentino ensaiou um recuo.

 

*     *     *

-->