Maio de 2005
Encontro de Sissi com o Xá da Pérsia
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Ambientes, Costumes e Civilizações

Encontro de Sissi com o Xá da Pérsia

Plinio Corrêa de Oliveira

A Imperatriz Elisabeth e seu esposo o Imperador Francisco José
L
embro-me de ter lido a descrição do encontro entre a Sissi, a Imperatriz Elisabeth da Áustria (1837-1898), e um Xá da Pérsia.

Os potentados do Oriente quase nunca visitavam a Europa, porque tinham de submeter-se a viagens muito longas e, às vezes, sujeitas a riscos.  Mas, quando se estabeleceu a possibilidade de viagens seguras e com relativo conforto, com os meios de comunicação modernos –– portanto, quando surgiram os primeiros transatlânticos, os primeiros trens, etc. –– os soberanos orientais começaram a viajar para o Ocidente. 

Visita do Xá da Pérsia a Viena
E vinham com todo o luxo do Oriente.  O Imperador da China, o Xá da Pérsia, marajás, rajás, sultões, etc., em quantidade indefinida, visitaram a Europa.  Quando eram recebidos, as cortes européias prestavam-lhes homenagens com todo o protocolo destinado a um Chefe de Estado estrangeiro.  Portanto, com cerimonial muito bonito, esplendoroso, rico. Os orientais traziam riquezas fabulosas e compareciam às festas com seus trajes característicos.

*     *     *

Detalhe do quadro da festa feita em homenagem ao Xá na Corte Austríaca
Naquela época, o Xá Imperador da Pérsia visitou as principais capitais européias, inclusive Viena. Durante uma festa em sua homenagem, foi apresentado à Imperatriz austríaca. Ele fez uns salamaleques à moda oriental, e a Imperatriz respondeu com distinção, com graça, um pouco sorridente, como se presenciasse um dos personagens das Mil e Uma Noites. 

O Xá começou a observá-la, e ficou tão deslumbrado que, terminados os salamaleques, deu uma volta por detrás dela. Queria certificar-se de que ela correspondia inteiramente àquela primeira impressão. Após o exame, comentou que ela era realmente tão bela quanto lhe disseram, e até mais. Depois fez um outro salamaleque... 

Sissi, a Imperatriz da Áustria
Provavelmente ele, homem, ostentava jóias muito mais esplendorosas do que ela, uma dama. Mas, na verdade, ela mesma era uma jóia, ainda um fruto da Civilização Cristã!

­­­­­­­­­________________________________________________________­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­_______________________________

Excertos de conferência proferida pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira em 13 de janeiro de 1989.

Sem revisão do autor.

 

 

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão