Fevereiro de 2006
Fundador do Greenpeace desqualifica ecologismo
A Realidade Concisamente

 

-A mais antiga empresa familiar da Alemanha

Acaba de completar 750 anos o Vinhedo dos Príncipes de Hohenlohe-Oehringen, em Baden-Württemberg, a mais antiga empresa familiar da Alemanha. Essa casa da mais alta nobreza recebeu as vinhas em 1253. Hoje é dirigida pelo Conde Constantin zu Hohenlohe-Oehringen, da 27ª geração viticultora da família. O Conde Hans Konrad, pai do Conde Constantin, restaurou as vinhas destruídas na II Guerra Mundial, as quais hoje produzem prestigiosos vinhos. O Conde Constantin trabalha para que o costume dure mais 750 anos, apoiado na propriedade tradicional de uma família. Tradição, estabilidade, segurança, nobreza, família e propriedade –– valores indissoluvelmente unidos.


-Lenine despenalizou o crime do aborto

O ditador comunista Vladmir Lenine foi o primeiro governante a descriminalizar o aborto. Sua lei teve que ser suspensa para evitar o despovoamento da URSS, mas foi restaurada em 1955 e vigora até hoje. Na Rússia, 60% das concepções terminam com esse abominável crime. Na Romênia, hoje o aborto mata três vezes mais crianças do que as que nascem. Revolução comunista e aborto estão irmanadas por um monstruoso pacto, de fundo ideológico.

-Produção petrolífera venezuelana ameaçada

Fidel Castro e Hugo Chávez
O presidente venezuelano Hugo Chávez aparelhou com simpatizantes a estatal Petróleos de Venezuela — PDVSA. Desde então, a produção vem caindo. Quase todo dia alguma instalação pega fogo. Os investimentos são parcos e os equipamentos envelhecem. As petroleiras privadas garantem a estabilidade da produção, mas Chávez pretende estatizá-las. Assim, ele matará a galinha dos ovos de ouro de sua revolução e vai empobrecer o país. Mas isso parece não o preocupar, à medida que seu país se assemelhar ao miserabilismo cubano.



-Fundador de Greenpeace desqualifica ecologismo

Sir Patrick Moore
Sir Patrick Moore, fundador de Greenpeace, poderosa ONG ecologista, incitou os EUA a não ratificar o Protocolo de Kyoto, que deveria limitar a emissão de gases poluentes. "Acho que todo o processo de Kyoto é um colossal gasto de tempo e dinheiro", disse Moore na 11ª Conferência Mundial sobre a Alteração Climática, em Montreal. Ele também rejeitou as previsões alarmistas sobre o aquecimento global. Para Moore, o movimento ecologista está dominado pela esquerda radical e não tem autenticidade. Isso o levou a sair do Greenpeace.








-Brasil: gigante em descobertas petrolíferas marítimas

O Brasil virou o gigante dos descobrimentos de jazidas marítimas de petróleo, escreveu o especialista Jerome R. Corsi. O País desenvolveu tecnologia específica, podendo tornar-se logo auto-suficiente e importante exportador de petróleo. O sucesso brasileiro leva outros países a explorar jazidas análogas, mas Corsi diz que os grupos ecologistas de esquerda querem impedir que isso se torne realidade. Será que o Brasil também se tornará vítima de manobras semelhantes das esquerdas ecológicas?





Tirania anti-aborto na Europa choca deputados católicos

Eurodeputado M. Giertych
O Parlamento Europeu proibiu uma exposição anti-aborto com fotos do campo de concentração de Auschwitz, organizada por eurodeputados poloneses. Estes se sentem feridos pelo viés anticatólico desse Parlamento, escreveu "The New York Times". "Se querem conhecer nossas opiniões, leiam as opiniões da Igreja Católica", revidou o eurodeputado polonês Maciej Giertych. Para ele, a intolerância esquerdista da União Européia lembra a ditadura soviética.

É lamentável que no Brasil quase nunca parlamentares falem com essa clareza.





“Direitos humanos” seletivos excluem os não-homossexuais

Nas Ilhas Fiji, no Pacífico, um grupo protestante que representa 25% da população do país pediu licença para protestar contra a anticonstitucionalidade de decisões judiciais que favorecem a homossexualidade. Mas tal licença lhe foi negada pela Comissão Nacional dos Direitos Humanos. Além do mais, o grupo foi coberto de injúrias pelos núcleos homossexuais das ilhas. Segundo a agência LifeSiteNews, os católicos canadenses sofrem análogo tratamento. Tais fatos atestam que a agressividade dos homossexuais contra os que a eles se opõem dissemina-se perigosamente pelo mundo

Indícios arqueológicos da luta de Davi contra Golias

Arqueólogos de Jerusalém descobriram vestígios que confirmam, de modo colateral mas precioso, o relato bíblico da luta e vitória do Rei-profeta Davi contra o gigante filisteu Golias. O local situa-se em Tel es-Safi, no sul de Israel, onde antigamente esteve Gat, a cidade filistéia de onde provinha Golias. O Dr. Aren Maeir, diretor das escavações, confirmou ao "Jerusalem Post" que os achados provam que o combate de Davi contra Golias não é lenda, e que existiam representações artísticas dele feitas aproximadamente 50 anos após o fato bíblico.

* * *



Breves Religiosas

-Proclamado oficialmente o 67º milagre de Lourdes

Anna Santaniello
Dom Gerardo Pierro, Arcebispo de Salerno, Itália, reconheceu oficialmente a cura miraculosa de Anna Santaniello, hoje com 94 anos. Ela peregrinou a Lourdes há 50 anos, quando sofria de letal reumatismo articular agudo, ou doença de Bouillaud, de natureza cardíaca. Essa enfermidade desapareceu enquanto Anna Santaniello tomava banho na piscina da Gruta. A Comissão Médica Internacional de Lourdes (CMIL), composta por médicos de todas as crenças, analisou o caso durante décadas e concluiu não haver explicação científica para a cura. Este é o 67º milagre de Lourdes proclamado pela Igreja.

-Freiras espancadas covardemente na China vermelha

Esbirros do governo comunista chinês surraram 16 freiras católicas na cidade de Xian. Uma delas teve a perna quebrada e outra perdeu um olho. Todas pertenciam à Congregação das Missionárias Franciscanas do Sagrado Coração. Cerca de 40 agentes socialistas entraram em buldozeres para demolir uma igreja católica e a Escola do Rosário anexa. Encontrando as religiosas, começaram a agredi-las, informa a agência China Aid. O governo alega a "função social" da propriedade e diz que vai punir os culpados.

Esse é mais um brutal ataque anticatólico dos comunistas chineses. A declaração de que os agressores serão punidos, ao que tudo indica, é "para inglês ver".