Fevereiro de 2006
Santos e Festas de fevereiro
Santos e Festas do Mês

Santos e Festas de Fevereiro

1

Santo Henrique Morse, Mártir

+ Inglaterra, 1535. Estudante em Londres, fugiu para a França para tornar-se católico, ordenando-se sacerdote em Roma. De volta a seu país como missionário, foi preso com o Pe. João Robinson, que o recebeu como jesuíta, fazendo ele seu noviciado durante os três anos de cativeiro. Exilado, retornou à Inglaterra e, sob um pseudônimo, obteve muitas conversões. Preso e exilado mais uma vez, ainda retornou à sua pátria, tendo sido encarcerado, julgado e esquartejado por ódio à Fé. Exemplo de perseverança na luta pela Igreja

2

APRESENTAÇÃO DO MENINO JESUS NO TEMPLO E PURIFICAÇÃO DE NOSSA SENHORA

(Nossa Senhora das Candeias ou Candelária).

3

São Brás, Bispo e Mártir

Primeira Sexta-feira do mês.

4

Santo André Corsini, Bispo e Confessor

+ Fiésole, 1373. Convertido pelas lágrimas da mãe (como Santo Agostinho, o famoso Doutor da Igreja), tornou-se grande pregador carmelita, depois Bispo de Fiésole. Sua caridade para com os pobres, sobretudo os nobres empobrecidos, foi extrema.

Primeiro Sábado do mês.

5

Santa Águeda, Virgem e Mártir

6

São Guarino, Bispo e Confessor

+ Bolonha, 1159. Cônego agostiniano da Santa Cruz, renomado por sua santidade, fugiu pela janela do convento quando quiseram fazê-lo Bispo de Mortária. Tendo passado 40 anos no convento de Mortária, de edificante observância religiosa, o Papa obrigou-o a aceitar o arcebispado de Palestrina com o chapéu cardinalício.

7

Lucas, o Jovem ou o Taumaturgo, Confessor

+ Grécia, 946. Só aos 18 anos a mãe permitiu-lhe ir viver como eremita num monte perto de Corinto. Começou então a atrair multidões. Devido aos inúmeros milagres que operava, ficou conhecido como o Taumaturgo.

8

São Nicetas, Bispo e Confessor

+ França, 611. Amigo de São Gregório Magno, restabeleceu a Sé de Besançon, cidade esta destruída pelos hunos. Após tal destruição, o santo transladou-se para Noyon, na Suíça, retornando depois para Besançon e reconstituindo sua sede episcopal.

9

São Nicéforo, Mártir

+ Antioquia, 260. Leigo, teve uma desavença com um sacerdote, Sabrício. Embora procurasse várias vezes obter dele o perdão, este sempre o recusou, mesmo na hora do martírio. Isto fez com que Sabrício fraquejasse e, apesar das admoestações de Nicéforo, apostatasse. Nicéforo então declarou-se cristão e morreu em seu lugar.

10

Santa Escolástica, Virgem

11

NOSSA SENHORA DE LOURDES (1858).

São Gregório II, Papa e Confessor

+ Roma, 731. Acompanhou o Papa Constantino I a Constantinopla para combater o Concílio de Trullo, que declarara a independência do Patriarca de Constantinopla em relação ao Papa. Sucedendo a Constantino I no sólio pontifício, combateu heresias, reformou costumes, convocou concílios, mandou reconstruir grande parte das muralhas de Roma.

12

São Bento de Aniane, Abade, Confessor

São Bento de Aniane
+ Alemanha, 821. Abandonou a corte de Carlos Magno, tornando-se monge beneditino. O Imperador Luís, o Piedoso, filho de Carlos Magno, para conservá-lo junto a si, construiu para ele um mosteiro em Cornelimunster, confiando-lhe a inspeção de todos os mosteiros do Império. A este santo deve-se principalmente a redação dos cânones para a reforma dos monges no Concílio de Aix-la-Chapelle, em 817. É conhecido como o restaurador do monaquismo no Ocidente e como um segundo Bento.

13

Santa Catarina de Ricci, Virgem

Santa Catarina de Ricci
+ Itália, 1590. Esta extraordinária santa entrou aos 12 anos no convento das dominicanas em Prato, aos 13 foi nomeada mestra de noviças, depois superiora e, aos 30, priora vitalícia.

14

São João Batista da Conceição, Confessor

(Vide p. 38)

15

São Cláudio la Colombière

São Cláudio la Colombière
+ Paray-le-Monial, 1682. Apóstolo do Sagrado Coração de Jesus, confessor e diretor espiritual de Santa Margarida Maria Alacoque.

16

Santo Onésimo, Bispo, Mártir

+ Roma, séc. I. Escravo de Filemão, depois de roubar seu amo, fugiu para Roma, onde encontrou São Paulo na prisão. O Apóstolo, depois de tê-lo convertido, mandou-o de volta a Filemão, a quem pediu que não o recebesse como escravo, mas como um irmão (cfr. Col. 4, 7-9). Segundo São Jerônimo, Onésimo tornou-se pregador do Evangelho e Bispo de Éfeso, sendo lapidado em Roma.

17

Sete Santos Fundadores dos Servitas, confessores

+ Florença, Séc. XIII. Estes comerciantes florentinos tudo deixaram para seguir a Cristo, fundando para isso a Ordem dos Servos de Maria. Foram tão unidos em vida, que são comemorados juntos depois de sua morte.

18

São Simão, Bispo e Mártir

+ Jerusalém, 107. Filho de Maria Cleofas e primo de Nosso Senhor, sucedeu a Santiago Menor na Sé de Jerusalém. Avisado sobrenaturalmente da destruição da cidade, saiu com os cristãos para a cidade de Pela, às margens do Jordão, voltando depois para estabelecer-se junto às ruínas da Cidade Santa destruída. Foi martirizado sob o Imperador Trajano.

19

São Beato de Liébana, Confessor

+ Espanha, 798. Quando o Bispo de Toledo começou a pregar abertamente a heresia nestoriana, o monge Beato, do mosteiro de Liébana, e seu amigo o sacerdote Etério, depois Bispo de Osma, saíram a campo para atacá-lo pela palavra e por escritos, num magnífico exemplo de luta contra a heresia, mesmo quando o herege é Bispo.

20

Santo Euquério, Bispo e Confessor

+ Orléans, 743. Logo após ser nomeado Bispo de Orléans, condenou abertamente Carlos Martel, devido a seu costume de apoderar-se dos bens da Igreja para empreender suas guerras. Foi por isso exilado para Colônia, Liège, e finalmente para o mosteiro de Saint-Trond, onde terminou santamente seus dias.

21

São Pedro Damião, Bispo e Doutor da Igreja

São Pedro Damião
+ Ravena, 1072. Entrou na Ordem dos Camaldulenses. Nomeado cardeal-bispo de Óstia, a contra-gosto e sob pena de excomunhão. Deixou mais de 158 cartas, 60 opúsculos, várias vidas de santos e admiráveis sermões. Sofria muito de insônia e de terríveis dores de cabeça, sendo por isso invocado contra esses males.

22

Cátedra de Pedro

Festejar a cadeira de São Pedro é venerar, na pessoa de Pedro, os desígnios providenciais de Deus, que o escolheu para chefe dos Apóstolos e primeiro Pastor de sua Igreja.

23

São Sereno, o Jardineiro, Mártir

+ Alemanha, 307. Jardineiro “vivia na solidão, santificando seu trabalho manual com orações e penitências, até ser preso e decapitado por causa de sua fé” (do Martirológio Romano).

24

São Montano e companheiros, Mártires

+ Cartago, 259. Estes sete discípulos de São Cipriano, quase todos sacerdotes, foram aprisionados um ano após seu mestre, torturados e decapitados por ódio à Fé sob o procurador romano Solon.

25

São Cesário Nazianzeno, Confessor

+ Constantinopla, 369. Irmão do grande São Gregório Nazianzeno, tornou-se médico da corte imperial de Juliano, o Apóstata, que tentou pervertê-lo. Por isso renunciou à sua função e afastou-se da corte, para a qual foi reconduzido pelo novo Imperador. Exemplo de como se deve fazer passar a Fé católica na frente da carreira pessoal.

26

São Vítor de Arcis, Confessor

+ França, 610. Dedicou-se ao ministério sacerdotal por algum tempo, mas logo retirou-se para um lugar ermo, a fim de entregar-se à contemplação, jejum e penitência. A fama de seus milagres logo lhe atraiu visitantes ilustres, entre os quais o rei.

27

São Leandro, Bispo e Confessor

+ Sevilha, 596. Irmão de Santo Isidoro, “encarregado da formação do rei dos visigodos arianos, trouxe de volta toda a Igreja da Espanha para a verdade e unidade católicas” (do Martirológio Romano).

28

Santo Osvaldo, Bispo

+ Worcester (Inglaterra), 992. Monge beneditino, indicado para a diocese de Worcester pelo Rei Edgar, por recomendação de São Dustan. Como bispo, auxiliou este santo e Santo Ethelwold a reavivar a Religião católica na Inglaterra, encorajou a vida monástica e escolar. Fundou o Mosteiro de Westbury-on-Trym e a Abadia de Ramsey, em Huntingdonshire. Nomeado também Bispo de York, ocupou ao mesmo tempo as duas sedes episcopais, a pedido de seus diocesanos.

_______________

Nota:

Os Santos aos quais já fizemos referência em Calendários anteriores têm aqui apenas seus nomes enunciados, sem nota biográfica.

* * *

Intenções para a Santa Missa em fevereiro

Será celebrada pelo Revmo. Padre David Francisquini, nas seguintes intenções:

Rogando a Nossa Senhora de Lourdes (1858), cuja festividade é comemorada pela Santa Igreja no dia 11 de fevereiro, que conceda a todos os leitores de Catolicismo — bem como àqueles de seus familiares mais necessitados — vigorosa saúde de alma e de corpo.

O

Intenções para a Santa Missa em março

Em memória da Anunciação e Encarnação do Verbo de Deus e também em memória de São José — festividades que se comemoram em março — rogando a Nossa Senhora e a seu glorioso e casto Esposo que protejam e guardem as famílias dos leitores de Catolicismo.