Maio de 2007
A Mensagem de Fátima e as perseguições à Igreja
Capa

Resposta encorajadora e promessa da Santíssima Virgem

S. S. Papa Pio IX

Algum leitor poderá talvez ficar assustado diante dessa perspectiva sombria de uma grande perseguição religiosa, e perguntar-se-á: o que a Providência divina espera dos católicos nessa eventualidade?

A luminosa resposta nos foi dada pelo Bem-aventurado Pontífice Pio IX, em discurso proferido em fins de 1871, pouco depois que os revolucionários italianos invadiram os Estados Pontifícios e Roma, tornando o Papa virtualmente prisioneiro no Vaticano. Naquela ocasião, disse ele palavras de alento aos católicos, das quais apresentamos abaixo excerto significativo:





“A Igreja de Jesus Cristo nasceu e cresceu no meio das perseguições. E apesar de ver-se sempre combatida, sempre perseguida, Ela deu a volta ao mundo, propagou-se, manteve-se e manter-se-á nele até o fim dos séculos. Combatendo sempre, adquirindo sempre novas forças para enfrentar novos assaltos e ganhando vitórias, tanto mais numerosas e brilhantes quanto são mais numerosas e mais encarniçadas as lutas que Ela tem que enfrentar”. S. S. Papa Pio IX

“A vida da Igreja de Jesus Cristo, meus filhos queridos, tem sido sempre um tormento, uma paixão contínua, por causa das perseguições e dos ataques dos ímpios: às vezes de um lado, às vezes de outro; num século mais, noutro talvez menos; mas sempre atacada, sempre atormentada. É assim mesmo: a Igreja de Jesus Cristo nasceu e cresceu no meio das perseguições. E apesar de ver-se sempre combatida, sempre perseguida, Ela deu a volta ao mundo, propagou-se, manteve-se e manter-se-á nele até o fim dos séculos. Combatendo sempre, adquirindo sempre novas forças para enfrentar novos assaltos e ganhando vitórias, tanto mais numerosas e brilhantes quanto são mais numerosas e mais encarniçadas as lutas que Ela tem que enfrentar. [...].

"Hoje, é preciso repeti-lo, a Igreja não tem que lutar contra heresias que não existem mais, ou que não têm nenhuma importância. Ela tem que lutar contra essa indiferença e essa impiedade, que gostariam de arrancar a fé do coração cristão, e que não procuram senão solapar os alicerces da Igreja de Jesus Cristo.

“Mas eles não o conseguirão. Deus combate pela sua Igreja. Eles não o conseguirão, porque a Igreja de Jesus Cristo, construída sobre a pedra, não será jamais abalada, qualquer que seja a violência da tempestade. Ela tem como garantia a própria palavra desse Deus que disse: ‘Portae inferi non praevalebunt’. Não, eles não o conseguirão, e ver-se-á, pelo contrário, que a Igreja sairá vitoriosa dessa luta como de todas as outras”.

Neste 90º aniversário das aparições, é para nós sumamente reconfortante relembrar a promessa indefectível de Nossa Senhora aos pastorinhos de Fátima: “Por fim, o meu Imaculado Coração triunfará!”

____________

Notas:

1) Paulo VI, Discurso na Sessão Pública do Concílio Vaticano II, de 7 de dezembro de 1965.
2) Alocução de 29-6-72, Insegnamenti di Paolo VI, Tipografia Poliglotta Vaticana, vol. X, p. 707.
3) Alocução de 6-2-81 aos Religiosos e Sacerdotes participantes do I Congresso Nacional Italiano sobre o tema "Missões ao Povo para os Anos 80". In "L'Osservatore Romano", 7-2-81.
4) Cardeal Ratzinger,
http://www.vatican.va/news_services/liturgy/2005/via_crucis/po/station_09.html
5) Robert Royal, “Catholic Martyrs of the Twentieth Century: A Comprehensive World History”, Editora Crossroad General Interest, abril de 2000.
6) Plinio Corrêa de Oliveira, Revolução e Contra-Revolução, Parte I, Cap. VII, 3, B, b e c.
7) Idem, ibidem.
8)_http://www.elysee.fr/elysee/francais/interventions/discours_et_declarations/2003/juillet/
allocution_de_m_jacques_chirac_président_de_la_république_
à_l'occasion_de_l'installation_de_la_commission_de_réflexion_sur_l'application_du_principe_de_laicité-palais
_de_l´'elysée.2534.html
9) Idem, ibidem.
10) cf. Parlamento Europeo, docs. nº 2000/2174, INI y nº P5_TA(2002)0110.

voltar 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7