Fevereiro de 1994
Festa Imperial
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Ambientes, Costumes e Civilizações

Festa Imperial

Na praça, a fonte jorra vinho em lugar de água. Do alto do palácio, lacaios lançam moedas de ouro para a multidão. Bandas de música tocam hinos festivos, o povo dança e se rejubila.

Isto que mais pareceria um conto de fadas, na realidade fazia parte das festividades da coroação do Imperador do Sacro Império Romano Alemão, fundado em 962. Nessa ocasião, após a sagração na Catedral de São Bartolomeu, na cidade alemã de Frankfurt-am-Main, Sua Majestade oferecia um grande banquete no célebre palácio Romer, cuja fachada vemos na foto ao lado.

* * *

Extinto o Sacro Império em 1806, nem por isso a alma católica germânica perdeu o sentido do simbolismo de seus monumentos nem o profundo respeito por seu glorioso passado. Neste mesmo local onde outrora se exibia coroado o mais poderoso Monarca do Ocidente, hoje se apresenta para a adoração dos fiéis, na festa de Corpus Christi, o Rex regum et Dominus Dominantium (Rei dos reis e Senhor dos Senhores), Nosso Senhor Jesus Cristo.







Para a Fronleichnamsfest, festa do Corpo de Deus, os fiéis afluem aos milhares e lotam o Romerberg, no centro histórico de Frankfurt. Os estudantes comparecem em trajes típicos da confraria universitária a que pertencem. Todos recebem do Imperador do Céu e da Terra não ouro ou prata, mas um tesouro que não se corrompe: a graça divina!

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão