Santos e Festas do Mês

1

São Gil, Abade e Confessor.

+ Séc. VIII. Originário da Grécia, estabeleceu-se no sul da França onde fundou uma comunidade de monges. Seu culto era muito popular durante a Idade Média.

PRIMEIRA SEXTA-FEIRA DO MÊS

2

Santos Justo, de Lião, e Viator, Eremitas.

+ Séc. IV. Justo, amigo de Santo Ambrósio e Bispo de Lião, na França, desgostoso por seus fiéis terem linchado um louco assassino que se pusera sob sua proteção, retirou-se com um discípulo, Viator, para o Egito, onde levaram a vida penitente dos padres do deserto até a morte.

PRIMEIRO SÁBADO DO MÊS

3

São Gregório Magno, Papa, Confessor e Doutor da Igreja.

São Gregório Magno
+ Roma, 604. De família senatorial romana, muito jovem foi prefeito da cidade. Herdeiro de enorme fortuna, fundou seis mosteiros, tornando-se monge beneditino num deles. Delegado Apostólico em Constantinopla e depois Papa, exerceu o governo da Igreja com firmeza e energia, destacando-se em sua vasta obra, a organização do culto e do canto sagrado. Daí a denominação de “gregoriano” para o canto.

4

Santa Rosa de Viterbo, Virgem.

+ Viterbo, 1252. A vida desta Santa é realmente um prodígio. Terceira franciscana e pregadora popular aos oito anos, foi desterrada para Soriano pelo Imperador Frederico II, inimigo da Santa Sé. Retornando a Viterbo, fundou um convento, que foi fechado devido à inveja de outras monjas. Faleceu aos 17 anos, já aclamada por todos como santa.

5

São Lourenço Justiniano, Bispo e Confessor.

+ Veneza, 1455. Patriarca de Veneza e modelo de Bispo, é considerado o inspirador da reforma eclesiástica levada a efeito um século mais tarde pelo Concílio de Trento.

6

Santo Eleutério, Abade e Confessor.

+ Roma, 585. Abade do mosteiro de São Marcos, em Espoleto, era de uma inocência e simplicidade notáveis.

7

São Clodoaldo ou Cloud, Presbítero, Confessor.

+ Saint Cloud (França), 560. Neto de Clóvis, tendo seus tios assassinado seus dois irmãos para apoderar-se de seus Estados, Clodoaldo renunciou ao mundo, fazendo-se eremita. O lugar onde construiu uma igreja e fixou seu recolhimento, próximo a Paris, até hoje guarda seu nome.

8

NATIVIDADE DE NOSSA SENHORA.

Celebra-se essa festa para se honrar o Nascimento da Mãe de Deus e nossa.

9

São Pedro Claver, Confessor.

+ Cartagena (Colômbia), 1654. Apóstolo dos Negros, nasceu na Espanha e partiu para a então Nova Granada, onde por mais de 40 anos exerceu apostolado entre os negros. Morreu vítima de moléstia contraída ao atender empestados.

10

São Nicolau de Tolentino, Confessor.

São Nicolau de Tolentino
+ Itália, 1305. Da ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, sua vida foi semeada de aparições celestes e perseguições do demônio. Apóstolo na pregação e no confessionário, já lhe eram atribuídos milagres em vida.

11

Santos Proto e Jacinto, Mártires.

+ 257. Estes dois irmãos, escravos, converteram a menina Eugênia, filha de seus donos, que, como eles, sofreria também o martírio.

12

SANTÍSSIMO NOME DE MARIA.

Essa festa foi instituída pelo Papa Inocêncio XI para celebrar a libertação de Viena - que estava sitiada pelos turcos - por João Sobieski, Rei da Polônia, em 1683. Este, na manhã do dia da batalha, colocou-se, bem como todo seu exército, sob a proteção de Maria Santíssima. E assistiu à Santa Missa, durante a qual permaneceu rezando com os braços em forma de cruz. Ao sair da igreja, Sobieski ordenou o ataque. Os turcos fugiram cheios de terror e abandonaram tudo, até o grande estandarte de Maomé que o vitorioso rei católico enviou ao Soberano Pontífice, como homenagem a Maria.

13

São João Crisóstomo, Bispo, Confessor e Doutor da Igreja.

+ Armênia, 407. Um dos quatro grandes Doutores da Igreja Oriental, foi Bispo de Constantinopla, onde se notabilizou por rara eloqüência. Daí seu nome Crisóstomo (Boca de Ouro). Perseguido e desterrado pela Imperatriz Eudóxia, adepta da heresia ariana, morreu a caminho do exílio. São Pio X declarou-o Patrono dos oradores cristãos.

14

EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO.

Essa festa comemora a recuperação triunfal da verdadeira Cruz das mãos dos persas, em 630, pelo Imperador Heráclio, que a carregou de Tiberíades até o Calvário, entregando-a ao Patriarca de Jerusalém.

15

NOSSA SENHORA DAS DORES.

Festa instituída por Pio VII em 1814, em substituição a duas outras muito antigas, para rememorar as dores da Co-Redentora do gênero humano.

16

Santos Cornélio, Papa, e Cipriano, Bispo, Mártires.

São Cipriano
+ 252 e + 258. Esses dois mártires aparecem juntos no Cânon da Missa. São Cornélio governou a Igreja de 251 a 253, sendo desterrado pelo Imperador Galo. São Cipriano, Bispo de Cartago, por sua virtude e sólida doutrina, exerceu extraordinária influência no norte da África, onde foi martirizado.

17

São Roberto Belarmino, Bispo, Confessor e Doutor da Igreja.

+ Roma, 1621. Jesuíta, autor das admiráveis Controvérsias, obra em que refuta os sofismas protestantes. Foi Arcebispo de Cápua, Cardeal, consultor das principais Congregaçöes Romanas e conselheiro de vários Papas.

18

São José de Cupertino, Confessor.

+ Itália, 1663. Esse filho espiritual de São Francisco compensava abundantemente com inocência e simplicidade o que lhe faltava de dons naturais. Pouco dotado de talento, entrava em êxtase com freqüência, tal era seu acendrado amor a Deus.

19

São Januário, Bispo, e seus Companheiros, Mártires.

São Januário
+ Benevento, 305. Na perseguição movida pelo Imperador Diocleciano, Januário foi lançado às feras com vários diocesanos. Como elas os poupassem, deceparam-lhes as cabeças. As relíquias de São Januário foram levadas a Nápoles no século IV. Desde então, anualmente, dá-se o milagre da liquefação de seu sangue no dia de sua festa.

20

Santo Eustáquio e Companheiros, Mártires.

+ Roma, 120. Eustáquio foi um dos maiores generais do exército imperial e notável por sua caridade, apesar de pagão. Numa caçada, o cervo que perseguia voltou-se para ele com uma cruz entre os chifres. Eustáquio converteu-se e sofreu o martírio com a esposa e dois filhos, assados dentro de enorme estátua de metal aquecida.

21

São Mateus, Apóstolo e Evangelista.

São Mateus
+ Antioquia, séc. I. Deixou sua mesa de arrecadador de impostos em Cafarnaum, quando Nosso Senhor, fixando-o, disse-lhe simplesmente: "Segue-me". Foi o primeiro que, por inspiração divina, escreveu o Evangelho. Segundo a Tradição, foi martirizado em Antioquia ou na Etiópia, onde teria instituído um convento de virgens.

22

São Maurício e Companheiros, Mártires.

+ 286. Era comandante da famosa Legião tebana, que guardava as fronteiras meridionais da Tebaida, no Egito. Na perseguição de Diocleciano, foi martirizado com todos seus soldados, durante uma campanha militar, por não quererem sacrificar aos ídolos.

23

São Lino, Papa e Mártir.

Séc. I. Primeiro sucessor de São Pedro, governou a Igreja por 11 anos, sendo então decapitado.

24

São Vicente Maria Strambi, Bispo e Confessor.

+ Roma 1824. Passionista, grande pregador popular e depois Bispo, recusou-se a fazer o juramento de fidelidade a Napoleão, que usurpara os Estados Pontifícios, sendo exilado por sete anos. Leão XII aceitou depois sua renúncia ao episcopado, tomando-o como seu diretor espiritual e conselheiro. Estando o Pontífice em perigo de morte, São Vicente ofereceu sua vida pela do Papa, sendo atendido.

25

São Firmino, Bispo e Mártir.

+ Amiens, séc. II. Originário da Península Ibérica, de nobre família, foi sagrado Bispo aos 24 anos para converter os pagãos na antiga Gália. O governador pagão mandou prendê-lo e assassiná-lo discretamente no cárcere, para evitar revolta popular em seu favor.

26

Santos Cosme e Damião, Mártires.

Séc. III. Irmãos gêmeos de origem árabe, médicos, segundo a tradição operavam curas milagrosas. Não querendo sacrificar aos ídolos, foram martirizados na perseguição de Diocleciano.

27

São Vicente de Paulo, Confessor.

São Vicente de Paulo
+ Paris, 1660. Cognominado o grande Santo do grande século na França. Fundador dos Lazaristas e das Irmãs de Caridade. Praticamente não houve atividade religiosa ou de caridade a que não estivesse ligado. Os religiosos e religiosas das Congregações que fundara foram peças fundamentais para fazer o protestantismo retroceder e perder força naquele país.

28

São Venceslau, Mártir.

+ Boêmia, 929. Duque da Boêmia, praticou as mais heróicas virtudes. Foi assassinado enquanto rezava na igreja, pelo próprio irmão, pagão, que ambicionava o trono.

29

São Miguel, São Gabriel e São Rafael, Arcanjos.

(Antigamente: Dedicação de São Miguel)

30

São Jerônimo, Confessor e Doutor da Igreja.

(vide seção Vidas de Santos, p.38)

-->