Fevereiro de 2005
Alarmantes sintomas
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Por que Nossa Senhora Chora?

Alarmantes sintomas
Lacrimação da Virgem em New Orleans, EUA, em 1972

Nossa Senhora chora por causa dos pecados dos homens, ou seja, das ofensas que se fazem a Deus. Mas há muitas coisas que, não sendo diretamente pecados, entretanto criam condições para que Deus seja ofendido.

É próprio da Civilização Cristã facilitar uma vida de virtude e de prática dos Mandamentos da Lei de Deus. Como é próprio do neopaganismo moderno criar ocasiões para que as pessoas pequem.

Assim sendo, tudo o que contribui para o abandono das práticas da Civilização Cristã, em favor do neopaganismo, é de molde a provocar as lágrimas e a indignação  da Virgem. É o pudor substituído por um modo desabusado de ser;  é a compostura nos modos e nos trajes, substituída pela libertinagem, é a boa educação, fruto da caridade, substituída por um trato frio e brutalizado. E assim por diante. Vejamos alguns exemplos concretos.

Animal em lugar de criança

Até os sentimentos humanos mais entranhados, como o amor materno, parecem ceder lugar a um egoísmo feroz. Vai crescendo o número de mães que, ou se livram de seus filhos pelo aborto, ou os consideram como fardos a carregar. No incêndio havido numa boate em Buenos Aires, na época do Natal, morreram queimadas diversas crianças. Haviam sido levadas pelas mães e deixadas num infecto banheiro, enquanto as progenitoras se divertiam... Em substituição às crianças rejeitadas, vão surgindo os animais. Uma mulher do Estado de Texas, nos EUA, ao morrer seu gato de estimação, resolveu encomendar um clone do animal morto, ao preço de 50 mil dólares (cerca de R$ 135 mil reais) (“Folha de S. Paulo, 24-12-04). Nem se contentou em adotar algum dos milhares de felinos que andam por aí. Queria uma cópia carbono do bichano de estimação.

Divórcio dizima a família

O número de divórcios no Brasil cresceu 46% nos últimos 10 anos, passando de 95 mil em 1993 para 139 mil em 2003. Houve também crescimento de 18% no número de separações judiciais: de 88 mil para 103 mil. São estatísticas do Registro Civil divulgadas pelo IBGE. É a família que caminha para sua extinção, em favor do amor livre. Segundo a advogada Renata Mei Hsu Guimarães, especialista na área de direito familiar e sucessão, separações e divórcios têm sido favorecidos pela maior participação das mulheres no mercado de trabalho. Segundo ela, a mudança das condições de trabalho leva as mulheres a “tentar vida nova” (“Folha de S. Paulo”, 22-12-04).

Invasões incentivadas

O governador de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos, considerou “lamentável” que o secretário nacional de Direitos Humanos, Nilmário Miranda, tenha ido àquele Estado nordestino no fim de semana para “terminar incentivando invasões de terra”. Para o governador, as “declarações destemperadas” de Nilmário só agravam a situação em Pernambuco (“O Estado de S. Paulo, 22-12-04). Que um secretário nacional possa ser acusado de incentivar invasões, mostra bem o descalabro em que estamos no que se refere ao sagrado direito de propriedade no Brasil.

Bermudas no Planalto

O presidente Lula cumprimenta líderes sindicais, alguns trajando bermudas
A exigência do uso de terno e gravata no vestuário masculino dos que visitam o Palácio do Planalto foi revogada pelos sindicalistas que se reuniram com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no gabinete presidencial. De bermudas, camisetas, tênis e meias soquetes, alguns até com bonés, dirigentes sindicais como Luiz Marinho, presidente da CUT, e Paulo Pereira da Silva, da Força Sindical, romperam a tradição das roupas sérias cumprida por todos os governos anteriores, e subiram do jeito que estavam ao terceiro andar do Planalto, onde fica o gabinete do presidente (cfr. “O Estado de São Paulo”, 16-12-04).

 

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão