Novembro de 2012
Contra a Santíssima Virgem, ultraje que clama a Deus por vingança
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Desagravo

Anunciação do arcanjo São Gabriel a Nossa Senhora - Fra Angélico. Convento de São Marcos (Florença)

Contra a Santíssima Virgem, ultraje que clama a Deus por vingança

Diante da tão brutal agressão à nossa Santíssima e Puríssima Mãe, seus filhos não farão nada para reparar sua honra ultrajada? Que amor tem um filho quando vê sua mãe assim aviltada? Cala-se?

O belíssimo quadro acima é de Fra Angélico (1387-1455). Numa admirável atmosfera de muita pureza, ele pintou a cena da Anunciação, um dos fatos mais sublimes da História, quando o arcanjo São Gabriel anunciou a Maria Santíssima que Ela seria a Mãe de Deus. Sua resposta foi: “Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a vossa palavra”. Neste augusto momento o Verbo de Deus se fez carne e habitou entre nós.

Imagine, caro leitor, que um pervertido, obcecado em pornografia, deturpasse completamente esta cena. E que, preservando exatamente o fundo do quadro acima, substituísse a figura de Nossa Senhora pela de uma mulher inteiramente despida; e a do anjo por outra mulher com asas e igualmente nua. Perversidade maior é difícil imaginar!*

Mas isso não é apenas uma horrível profanação imaginada e que faz mal só em pensar. A ignóbil e blasfema adulteração aconteceu! Uma reprodução sacrílega do quadro sacral e maravilhoso de Fra Angélico encontra-se exposta na famosa National Gallery de Londres (Inglaterra). Seu autor foi o “artista” Richard Hamilton, falecido no ano passado.

Diante da tão brutal agressão à nossa Santíssima e Puríssima Mãe, seus filhos não farão nada para reparar sua honra ultrajada? Que amor tem um filho quando vê sua mãe assim aviltada? Cala-se?

Recentemente, islamitas do mundo inteiro protestaram violentamente contra o filme Inocência dos Muçulmanos, porque satirizava Maomé. Em alguns desses protestos ocorreram incêndios e até mortes, como o assassinato do embaixador americano na Líbia. Por incrível que pareça, até personalidades do clero católico solidarizaram-se e defenderam os muçulmanos por tal sátira. Protestos do mundo islâmico são comuns, sempre que alguém faz uma simples charge, que consideram ofensiva à religião maometana.

E os católicos, o que fazem para reparar a honra de Nossa Senhora, tão gravemente ofendida? Do Brasil, até o momento — exceto do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira (www.ipco.org.br) e da Associação Devotos de Fátima (www.adf.org.br) — não nos chegaram notícias de manifestações ou protestos, nem mesmo de pessoas do clero. Esperamos que muitas outras entidades e pessoas se manifestem ao tomarem conhecimento do grave sacrilégio.

Para protestar, não precisamos praticar atos de violência. No entanto, devemos exigir a imediata retirada de tal quadro da referida exposição. É o que Catolicismo pede a todos os devotos e filhos da Santíssima Virgem. Vamos dar uma prova de que A amamos muito e muito.

O que podemos fazer?

Uma reprodução sacrílega do quadro sacral e maravilhoso de Fra Angélico encontra-se exposta na famosa National Gallery de Londres (Inglaterra). Seu autor foi o “artista” Richard Hamilton, falecido no ano passado.

Nossa Mãe e Mãe do Redentor da humanidade merece muitíssimo mais. Entretanto, para obter a cessação de tal blasfêmia, podemos fazer pelo menos o seguinte:

• Organizar manifestações e protestos pacíficos. Os católicos são cidadãos ordeiros, respeitosos das leis e não fazem justiça pelas próprias mãos;

• Envie uma mensagem à National Gallery, onde o quadro está sendo exposto, pelo e-mail: information@ng-london.org.uk. No seu texto, exija a imediata remoção do quadro sacrílego. Manifeste sua indignação, dizendo que a deturpação da pintura de Fra Angélico é um insulto que agride gravemente Nossa Senhora, sua fé e a moral;

• Multiplique seu e-mail pela Internet, pedindo a todos que façam o mesmo e também mandem mensagens para o e-mail acima;

• Envie esta notícia para todas as autoridades civis e eclesiásticas que conheça, pedindo-lhes que protestem também;

• Publique esta notícia em blogs e sites e a comente em todas as redes sociais.

*        *        *

Os inimigos da Religião Católica contam com nossa omissão para promover perversidades como esta ignomínia exposta no National Gallery. Mas vamos desmentir o dito de que a força dos maus está na fraqueza dos bons. Para isso, não sejamos fracos! Vamos reparar essa infâmia!

Se agirmos agora, à maneira de advogados, ainda que indignos, da honra de Nossa Senhora ultrajada, podemos ter esta certeza: no dia do Juízo, Ela será nossa advogada diante do Tribunal de Deus. Haverá coisa melhor? — Impossível, pois Ela é a Mãe do Divino Juiz!

____________
* Não publicamos aqui a foto do quadro blasfemo, pois seria contrário à moral e ao pudor. Tal foto encontra-se em certos sites, mas não aconselhamos procurá-la, pelo respeito e veneração devidos a Nossa Senhora.

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão