Maio de 2013
Realidade Concisamente
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
A Realidade Concisamente

Carros chineses batem recorde... de insegurança

O
Programa de Avaliação de Carros Novos para a América Latina, Latin NCAP, testou 28 modelos de carros vendidos no Brasil. Os carros foram levados à Alemanha, onde passaram por severos testes de colisão. Mais uma vez, o recorde absoluto de insegurança ficou com os carros chineses. O JAC J3 só não foi o pior porque um outro modelo chinês — o Geely CK — ficou sem nenhuma estrela, muito embora seus motoristas se arrisquem a ver constelações. Os produtos chineses confirmaram assim sua reconhecida fama de péssima qualidade, da qual misteriosamente pouco se fala na grande mídia.

 

Dakota do Norte: aumento de rigor em legislação anti-aborto

O estado de Dakota do Norte (EUA) promulgou as leis mais restritivas ao aborto no país. A primeira proíbe todo aborto desde o momento em que as primeiras batidas de
coração da criancinha no ventre materno são perceptíveis. Isto ocorre por volta da sexta semana após a concepção, quando muitas mulheres ainda ignoram que estão grávidas. A lei não admite exceção alguma, nem mesmo em caso de violação, incesto ou perigo para a saúde da mãe. A segunda obriga os médicos que fazem abortos a se afiliarem a algum hospital, restringindo as práticas “por fora” desse crime. A terceira interdita abortos por razões genéticas ou em função do sexo da criança concebida. Dakota do Norte não está só. Cerca de vinte estados também votaram leis restritivas ao abominável crime, e supõe-se que outros ainda o farão. De seu lado, os arautos da morte confiam em que o Judiciário, muito infiltrado pelo esquerdismo, invalide essas leis aprovadas democraticamente.

 

China: 330 milhões de crianças abortadas em apenas 40 anos

336 milhões de seres humanos foram exterminados na China pelo aborto entre 1971 e 2010, segundo números do Ministério da Saúde do país. O número equivale a mais de uma vez e meia toda a população brasileira e supera em mais de 400% as ferozes chacinas praticadas pela utopia socialista chinesa descritas em o Livro Negro do Comunismo. O Ministério da Saúde chinês — que poderia se chamar Ministério da Morte — também comemorou como vitória mais de 196 milhões de esterilizações e a inserção de 403 milhões de dispositivos intrauterinos, impedindo que pelo menos 400 milhões de bebês nascessem. O antinatalismo socialista está causando o envelhecimento demográfico e a redução da população ativa. Porém, raciocínios humanitários ou econômicos não resistem ao fanatismo ideológico desumano professado pelo comunismo e exigido pelos seus seguidores.

 

Senado americano recusa proibição de venda de fuzis automáticos

O
Senado americano enterrou em votação definitiva o projeto que vetava a venda de fuzis automáticos nos EUA. O projeto entrou bafejado por uma onda midiática cavalgada pelo presidente Obama, após um crime coletivo acontecido em Newtown. Até os senadores do partido de Obama perceberam a repulsa da população a uma proibição que, além de nada resolver, afaga a demagogia socialista e facilita o crime. Os senadores democratas dos estados conservadores ou rurais, nos quais a propriedade de armas é generalizada, não votaram a favor do projeto de lei, porque temem perder suas cadeiras na próxima eleição.

  

Alemanha: educação diferenciada por sexo não fere Constituição

A 6ª Vara do Tribunal Administrativo Federal alemão julgou em definitivo que a educação de crianças em aulas separadas por sexo não fere a Constituição do país. O juiz Werner Neumann, presidente do Tribunal, sublinhou que “a Constituição não proíbe a educação diferenciada por sexos, mas a admite”, concedendo justiça ao pedido de pais que desejam estabelecer uma escola só para meninos. A ministra socialista da Educação de Brandenburgo, Martina Münch, deplorou a decisão do Tribunal. De fato, a filosofia igualitária julga estar por cima dos cidadãos, da razão, da lei, da Constituição, do Judiciário, da natureza, e até do próprio Deus.

 

 Ciberataque “norte-coreano” contra Coreia do Sul partiu da China

Vastos ataques cibernéticos contra redes de televisão e bancos da Coreia do Sul tiveram sua origem em um endereço IP (Internet Protocol ou Protocolo de Internet) da
China, informaram responsáveis sul-coreanos. O ataque afetou redes de televisão, a rede de caixas eletrônicas automáticas e serviços bancários on-line. Os serviços de inteligência da Coreia do Sul estimam que 3.000 especialistas em informática norte-coreanos estão mobilizados nesta guerra cibernética, desfechando contra o Sul 40.000 ciberataques em 2012. Enquanto a Coreia do Norte multiplica ameaças bélicas e bravatas contra os EUA, essa denúncia patenteou mais uma vez que a ditadura marxista de Pyongyang é em tudo dependente dos tiranos de Pequim.

 

Argentina: produção de gás e petróleo de xisto

O governo argentino está inviabilizando a extração de petróleo e gás de camadas de xisto na mega-jazida de Vaca Muerta, Patagônia — a terceira maior do mundo. A
desastrosa gestão populista da reestatizada petrolífera YPF redundou numa carência de combustíveis fósseis que até poucos anos atrás eram exportados pela Argentina. Acuado pelas críticas populares, o governo queria recuperar a independência energética com o petróleo e o gás de xisto extraído por empresas privadas. Porém, estatizações e atropelos legais bloquearam a produção. Na Argentina, os “verdes”, que tentam sabotar a produção dessa fonte imensa de combustível, também cooperam com os “vermelhos” instalados no governo para empobrecer um país riquíssimo em fontes de energia.

 Breves Religiosas

 Falta de reciprocidade leva Noruega a vetar mesquitas

O governo norueguês proibiu a construção de mesquitas financiadas pela Arábia Saudita enquanto esse país não permitir a construção em seu território de igrejas de outras religiões. Jonas Gahr Stor, ministro das Relações Exteriores norueguês, esclareceu que não serão aceitos nem os donativos particulares de milionários ou empresários muçulmanos. Embora somente à Religião católica — a única verdadeira — assista o direito de ter culto público, ele arguiu que “seria um paradoxo antinatural aceitar essas fontes de financiamento de um país onde não existe liberdade religiosa”. A prática da reciprocidade é esquecida por governos e líderes religiosos do Ocidente, que adotam uma atitude capitulacionista em relação ao Islamismo. Ao menos a Noruega rejeita essa aberração.

 

Católicos vietnamitas condenados por “homicídio”

 O Tribunal Popular de Haiphong condenou uma família católica, porque seu chefe, o engenheiro agrônomo Pierre Doan Van Vuon e mais três parentes, defenderam à mão armada sua pequena criação de peixes e crustáceos no distrito de Tiên Lang. Policiais e militares tentaram ocupar a propriedade e destruíram a casa familiar e as instalações. O bispo da diocese defendeu o bom nome e os méritos de Pierre Doan. O primeiro ministro Nguyên Tân Dung reconheceu a ilegalidade da operação; o chefe do exército Vo Nguyên Giap patenteou sua indignação e os comandantes policiais foram demitidos. Entretanto, os católicos foram condenados injustamente a cinco anos de prisão por um inexistente crime de “homicídio”. Na verdade, ser católico e ter projeção social é um “delito” imperdoável para o socialismo, que pratica toda sorte de injustiça para reprimir aqueles que se opõem ao comunismo.

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão