Janeiro de 2017
Cartas dos Leitores
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Correspondência

Autêntica Paz na Terra

Nestas vésperas de Natal, gostei muito da leitura do artigo do Dr. Plinio Corrêa de Oliveira. Que bonita meditação para o nascimento do Menino Jesus e da glória que devemos prestar a Deus, como fazem os anjos, se desejarmos realmente Paz na Terra. Rezemos a Ele, pedindo que tenha piedade do Brasil e de nossas famílias que são ameaçadas pela corrupção moral dos meios de comunicação, especialmente através dos programas imorais de televisão, mas também por essas leis favorecedoras de imoralidades como o divórcio, o aborto, a união homossexual. Acho-as mais perigosas e prejudiciais que a violência física que ameaça as famílias. Rezo o terço todos os dias pedindo a Maria Santíssima que proteja todas as famílias brasileiras. 

(A.N.R.V. — PB)

 

Papai Noel impostor

         Belíssimo texto de capa da revista deste mês [dezembro], pois não se podem inverter os valores ao procurar as alegrias da vida e nos esquecer de Deus no mais alto dos Céus. Natal é tempo de renovação, não só do guarda-roupa... Mas renovação de nossa vida espiritual em função de Deus. Diante do pequeno presépio que montamos em nosso apartamento coloquei alguns presentinhos que distribuiremos, mas são todos eles com motivos religiosos, como medalhas, terços, santinhos, cartões de Natal com textos que tirei do artigo de Dr. Plinio etc. São coisas que nossos parentes não encontrarão nos Shoppings que entronizaram o impostor Papai Noel em detrimento do Menino Divino, Deus feito homem para salvar a humanidade. Acho um absurdo essas propagandas de Papai Noel, porque vão colaborando para que o povo perca a religiosidade. Jesus é a nossa defesa, mas nós temos de defendê-lo contra esse tipo de Natal de comércio, com músicas profanas que vão fazendo a cabeça das pessoas que não se esforçam em manter os bons costumes dos natais de antigamente. Feliz Natal para todos da revista! Ela é uma luz para nosso Natal, para nossos lares e para toda nossa vida.

(B.N.N. — RJ)

 

Verdadeiro sentido de Natal

         Se eu tivesse mais tempo desejaria dedicar-me a propagar textos como esse de Plinio Corrêa de Oliveira a respeito do dever de procurarmos primeiramente a “Glória de Deus no alto dos Deus”, que não é aspecto secundário do Natal. Com textos assim os “homens de boa vontade” percebem qual é o verdadeiro sentido de Natal. Desse jeito é que poderemos ter um Brasil e um mundo melhores. Mas não sou mais jovem e meu tempo é muito curto. Entretanto não deixarei de propagar esses ensinamentos que aprendo ao ler esta maravilhosa revista que sabe tomar atitudes de coragem diante dos absurdos que estão aí perdendo as pessoas.

(E.C.N. — PE)

 

O bom combate

         Fico imaginando como Dr. Plinio Corrêa de Oliveira deve ter amado Jesus e Maria, e peço a Eles para poder imitar em algo esse autor católico para louvar a Deus mais dignamente. Só pode escrever coisas assim um homem de muito bom coração, desapegado das coisas do mundo, sempre disposto a fazer o bem e combater o mal.

(D.M.N.O. — ES)

 

Decorações natalinas

         Cristo está sendo retirado das cidades, como vemos nas decorações de Natal. Os presépios representando Jesus, Maria de José são raros. Desse modo a Religião vai sendo diminuída. Acho que devemos tornar os presépios mais presentes em nossas cidades para mudar a sociedade e a História, sobretudo agora que os muçulmanos andam quebrando árvores de Natal e imagens dos Presépios na Europa. Feliz Natal!

(E.E.M. — AM)

 

Roubo da soberania de Jesus

         Esses nossos políticos querem se colocar no lugar de Deus, roubam de tudo e querem roubar até a soberania de Jesus Cristo, que deve governar todos os poderes da Terra. Será que eles mudariam de vida caso meditassem sobre esses pensamentos próprios ao Natal? Eles teriam muito que aprender com essa meditação e não ficariam fazendo essa politicazinha de paizinhos falidos. Mas fico a me perguntar se eles querem mudar de vida para fazer política de verdade para os brasileiros. Talvez nem na cadeia eles quisessem pensar em mudar de vida. Esse é o problema. Nossa Senhora Auxiliadora, rogai por todos nós!

(P.E.N. — SC)

 

Excelente inspiração

O atual Papa deveria ler essas histórias e se inspirar na vida deste Santo [São Pedro Canísio].

(M.H. — RJ)

 

Vidas dos santos

Para a Missa de hoje, tinha que refrescar a memória a respeito desse grande (e desconhecido) São Columbano. Para poder dizer alguma coisa na celebração, fui pesquisar no Google e apareceu em primeiro lugar uma linda narrativa, muito bem escrita, de Plinio Maria Solimeo. Favor transmitir a ele meu agradecimento pela generosidade em publicar essas vidas de santos, tão belas. É um apostolado que certamente chega aonde poucos outros conseguiriam penetrar. O mal, de fato, não está no meio (Internet), mas no uso que se possa fazer dele.

(D.P. — SP)

 

Carta dos Cardeais

Se até o momento o Papa Francisco não se dispôs a responder à carta em que quatro cardeais tomaram a iniciativa de manifestar suas perplexidades quanto às possíveis ambiguidades doutrinárias que se distanciavam da doutrina tradicional da Igreja, incluindo por detrás a anuência de bispos e vários teólogos leigos, disporia ele a quebrar esse silêncio? Em entrevista, o Cardeal Raymond Burke esclareceu devidamente o porquê da tomada de posição desses cardeais — com o respaldo de outros que, apesar de não terem sido signatários do documento, concordaram que eles os representassem nesse pedido filial de esclarecimento ao Papa Francisco a fim de dirimir dúvidas acerca de determinados pontos do capítulo VIII da Amoris laetitia. Da parte desses cardeais, nota-se mesmo a necessária motivação da publicação da carta ao Papa Francisco, devendo ser vista como um ato de caridade, unidade e preocupação com o múnus deles como pastores, para que o rebanho não caia nas mãos dos lobos! Dessa forma, não se trata de provocar divisões dentro da Igreja ou politizar a questão, mas de justificar a necessidade de esclarecer determinados pontos relativos à fé, sejam ambiguidades ou que se prestassem a confusão entre os fiéis. À última pergunta formulada, “se o Papa ensinasse grave erro ou heresia, qual seria a autoridade legítima para julgá-lo e quais seriam as consequências”, o cardeal Burke respondeu: “É dever, em tais casos, e historicamente já aconteceu, que cardeais e bispos deixem claro que o Papa está ensinando o erro e peçam a ele que o corrija”. Já imaginaram se esse silêncio persistir e se o Papa Francisco mantiver os mesmos pontos de vista?

(G.R. — RJ)

 

Terrorismo islâmico

As autoridades têm de planejar o meio de proteção desse terrorismo praticado pelo islamismo. Acabo até achando que o radicalismo do Donald Trump tem lá um fundo de razão. Atacar antes de ser atacado.

(D.H.R. — RJ)

 

Nova Lepanto?

Os muçulmanos colocam a seita deles acima de todas as leis. Decretam a morte de todos os católicos. Onde está um novo São Pio V a conclamar os países europeus para a Cruzada de Lepanto? Lamentável que Francisco I não tenha feito nada de enérgico para defesa de nossa Fé.

(C.M. — MG)

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão