Fevereiro de 2017
Santos e festas do mês de Fevereiro
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Santos e Festas do Mês

1

Santo Henrique Morse, Mártir

+ Inglaterra, 1535. Estudante em Londres, fugiu para a França para tornar-se católico. Cursou o seminário e ordenou-se sacerdote em Roma. De volta a seu país como missionário, foi preso durante três anos com o Pe. João Robinson, que o recebeu como jesuíta e com o qual fez o noviciado no cativeiro. Expulso da Inglaterra, ali retornou sob um pseudônimo e obteve muitas conversões. Preso e exilado mais uma vez, retornou ainda à sua pátria, onde foi finalmente preso, julgado e esquartejado por ódio à fé.

 

2

APRESENTAÇÃO DO MENINO JESUS NO TEMPLO E PURIFICAÇÃO DE NOSSA SENHORA

(Nossa Senhora das Candeias ou Candelária)

 

3

São Brás, Bispo e Mártir

São Lourenço de Cantuária, Bispo e Confessor

+ Inglaterra, 619. São Lourenço foi um dos 39 monges enviados em 596 à Inglaterra com Santo Agostinho de Cantuária, a quem sucedeu na Sé de Cantuária. Devido à volta ao paganismo promovida pelo novo rei Edbaldo e seus cortesãos, Lourenço resolveu sair do país. São Pedro apareceu-lhe com um chicote na mão, repreendeu-o por querer abandonar suas ovelhas, e flagelou-o vigorosamente. Como consequência dessa flagelação, suas costas ficaram com profundas marcas. Lourenço procurou então o rei, narrou-lhe o ocorrido, e mostrou-lhe seu corpo ferido. O relato converteu o Soberano, e com ele o povo.

Primeira Sexta-feira do mês.

 

4

Santo André Corsini, Bispo e Confessor

+ Fiésole, 1373. Convertido pelas lágrimas da mãe (como Santo Agostinho, o famoso Doutor da Igreja), tornou-se grande pregador carmelita, depois bispo de Fiésole. Sua caridade para com os pobres, sobretudo os envergonhados, foi exímia.

Primeiro Sábado do mês.

 

5

Santa Águeda, Virgem e Mártir

Santa Adelaide de Bellich, Virgem

+ Alemanha, 1015. Fundou e governou em Colônia os mosteiros de Bellich e de Santa Maria. A virtude e a prudência de Santa Adelaide levavam Santo Heriberto, bispo de Colônia, a consultá-la em todas as suas dificuldades.

 

6

São Guarino, Bispo e Confessor

+ Bolonha, 1159. Cônego agostiniano da Santa Cruz, renomado por sua santidade, fugiu pela janela do convento quando quiseram fazê-lo bispo de Mortária. Após viver 40 anos no convento de Mortária em edificante observância religiosa, o Papa obrigou-o a aceitar o arcebispado de Palestrina, com o chapéu cardinalício.

 

7

São Lucas, o Jovem ou o Taumaturgo, Confessor

+ Grécia, 946. Somente aos 18 anos a mãe lhe permitiu viver como eremita num monte perto de Corinto. Começou então a atrair multidões. Devido aos inúmeros milagres que operava, ficou conhecido como o Taumaturgo.

 

8

São João da Mata

+ Roma, 1213. Ordenado sacerdote, viveu como eremita durante 13 anos com São Félix de Valois, com quem fundou a Ordem da Santíssima Trindade para o Resgate dos Cativos.

 

9

São Nicéforo, Mártir

+ Antioquia, 260. Leigo, teve uma desavença com um sacerdote chamado Sabrício, de quem procurou várias vezes obter o perdão, sempre recusado. Tal dureza fez com que na hora do martírio Sabrício fraquejasse e, apesar das admoestações de Nicéforo, logo apostatasse. Nicéforo então se declarou cristão e morreu no seu lugar.

 

10

Santa Escolástica, Virgem

Santa Sotera, Virgem e Mártir

+ Roma, 304. Parente de Santo Ambrósio, Bispo de Milão e Doutor da Igreja, Sotera fez ainda jovem o voto de virgindade, que para melhor preservar recusou qualquer adorno que pudesse lhe ressaltar a beleza. Foi decapitada em ódio à fé sob o imperador Diocleciano.

 

11

NOSSA SENHORA DE LOURDES(1858)

São Gregório II, Papa e Confessor

+ Roma, 731. Acompanhou o Papa Constantino I a Constantinopla para combater o Concílio de Trullo, que declarara a independência do Patriarca de Constantinopla em relação ao Papa. Sucedendo a Constantino I no sólio pontifício, combateu heresias, reformou costumes, convocou concílios e mandou reconstruir grande parte das muralhas de Roma.

 

12

São Bento de Aniane Abade, Confessor

+ Alemanha, 821. Abandonou a corte de Carlos Magno para se tornar monge beneditino. O imperador Luís, o piedoso, filho de Carlos Magno, construiu para ele um mosteiro em Cornelimunster, conservando assim o santo junto de si e confiando-lhe a inspeção de todos os mosteiros do império. Entre outras coisas, São Bento de Aniane foi o responsável pela redação, em 817, dos cânones para a reforma dos monges no Concílio de Aix-la-Chapelle. Ele é conhecido como o restaurador do monaquismo no Ocidente e o segundo Bento.

 

13

Santa Catarina de Ricci, Virgem

+ Itália, 1590. Esta extraordinária santa entrou aos 12 anos no convento das dominicanas em Prato, aos 13 foi nomeada mestra de noviças, depois superiora, e priora vitalícia aos 30.

 

14

São João Batista da Conceição, Confessor

+ Córdoba, 1613. Ingressando na Ordem dos Trinitários, constatou com tristeza que suas regras primitivas estavam em decadência. Por isso, com aprovação de Roma, fundou em Valdepeñas uma casa de Descalços Reformados, o que lhe causou perseguição e agressões físicas da parte de confrades relaxados.

 

15

São Claudio la Colombière

+ Paray-le-Monial, 1682. Confessor e diretor espiritual de Santa Margarida Maria Alacoque, foi o grande apóstolo do Sagrado Coração de Jesus.

 

16

Santo Onésimo Bispo, Mártir

+ Roma, séc. I. Escravo de Filemão, depois de roubá-lo fugiu para Roma, onde encontrou São Paulo na prisão. O Apóstolo o converteu e mandou-o de volta a Filemão, pedindo a este que não o recebesse como escravo, mas como um irmão (cfr. Col. 4, 7-9). Segundo São Jerônimo, Onésimo tornou-se pregador do Evangelho e bispo de Éfeso, sendo lapidado em Roma.

 

17

Sete Santos Fundadores dos Servitas, confessores

+ Florença, séc. XIII. Estes comerciantes florentinos tudo deixaram para seguir a Cristo, fundando para isso a Ordem dos Servos de Maria. Foram tão unidos em vida, que são comemorados juntos depois de sua morte.

 

18

São Teotônio de Portugal

 

19

São Beato de Liébana, Confessor

 + Espanha, 798. Quando o bispo de Toledo começou a pregar abertamente a heresia nestoriana, o monge Beato, do mosteiro de Liébana, e seu amigo o sacerdote Etério – depois bispo de Osma – saíram a campo para atacar o prelado pela palavra e por escritos.

 

20

Santo Euquério, Bispo e Confessor

+ Orleans, 743. Logo após ser nomeado bispo de Orleans, condenou abertamente Carlos Martel por seu costume de apoderar-se dos bens da Igreja para suas guerras. Isso lhe acarretou sucessivos exílios, primeiro em Colônia, depois em Liège, e finalmente no mosteiro de Saint-Trond, onde terminou santamente seus dias.

 

21

São Pedro Damião, Bispo e Doutor da Igreja

+ Ravena, 1072. Entrou na Ordem dos Camaldulenses. A contragosto e sob pena de excomunhão, tornou-se cardeal-bispo de Óstia. Deixou mais de 158 cartas, 60 opúsculos, diversas vidas de santos, e admiráveis sermões. Sofria muito de insônia e de terríveis dores de cabeça, sendo por isso invocado contra esses males.

 

22

Cátedra de São Pedro

Festejar a Cátedra de São Pedro é venerar, na pessoa dele, os desígnios providenciais de Deus, que o escolheu para chefe dos Apóstolos e primeiro pastor de sua Igreja.

 

23

São Sereno, o Jardineiro, Mártir

+ Alemanha, 307. Jardineiro, “vivia na solidão, santificando seu trabalho manual com orações e penitências, até ser preso e decapitado por causa de sua fé” (do Martirológio Romano).

 

24

São Montano e Companheiros, Mártires

+ Cartago, 259. Estes sete discípulos de São Cipriano, quase todos eles sacerdotes, foram aprisionados um ano após seu mestre, torturados e decapitados por ódio à fé sob o procurador romano Solon.

 

25

São Cesário Nazianzeno, Confessor

+ Constantinopla, 369. Irmão do grande São Gregório Nazianzeno, tornou-se médico da corte imperial de Juliano, o Apóstata, que tentou pervertê-lo. Por isso renunciou à sua função e afastou-se da corte, para a qual foi reconduzido pelo novo imperador.

 

26

São Vítor de Arcis, Confessor

+ França, 610. Dedicou-se por algum tempo ao ministério sacerdotal, mas logo depois se retirou para um lugar ermo, a fim de se entregar à contemplação, ao jejum e à penitência. Sua fama de milagres logo atraiu visitantes ilustres, entre os quais o rei.

 

27

São Leandro, Bispo e Confessor

+ Sevilha, 596. Irmão de Santo Isidoro, “encarregado da formação do rei dos visigodos arianos, trouxe de volta toda a Igreja da Espanha para a verdade e unidade católicas” (do Martirológio Romano).

 

28

Santo Osvaldo, Bispo

+ Worcester (Inglaterra), 992. Monge beneditino, por recomendação de São Dustan o rei Edgar o indicou para a diocese de Worcester. Como bispo, auxiliou São Dustan e Santo Ethelwold a reavivar a Religião católica na Inglaterra. Fundou o mosteiro de Westbury-on-Trym e a Abadia de Ramsey, em Huntingdonshire, encorajou a vida monástica e escolar. Nomeado também bispo de York, ocupou ao mesmo tempo, a pedido de seus diocesanos, ambas as dioceses.

 

_______________

Nota:

Os santos aos quais já fizemos referência em calendários anteriores têm aqui apenas seus nomes enunciados, sem nota biográfica.

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão