Santos e Festas de Março
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Santos e Festas do Mês

1

Quarta-feira de Cinzas

Dia de jejum e abstinência.

2

Santa Inês da Boêmia,
Viúva

+ 1282. Filha de reis, casada aos 13 anos com o príncipe da Silésia, foi admitida num mosteiro cisterciense para terminar sua formação. Falecendo seu marido, resolveu entregar-se toda a Deus, fundando um asilo destinado aos pobres e um sodalício — a Ordem dos Crucíferos ou da Stella Rubra — para deles cuidar.

3

Santos Marino e Astério, Mártires

+ Palestina, 262. “Marino ia ser promovido ao grau de centurião quando foi denunciado como cristão por um rival. Obrigado a escolher, preferiu a palma do martírio às honras militares. O senador romano Astério, que havia assistido ao seu suplício, foi condenado à morte por haver-lhe recolhido o corpo” (do Martirológio Romano).

Primeira Sexta-feira do mês.

4

São Lúcio I Papa,
Mártir

+ Roma, 254. Foi um dos ilustres presbíteros de Roma que seguiram São Cornélio ao desterro, tendo sucedido a este no Papado.

Primeiro Sábado do mês.

5

Santo Adriano, Mártir

+ Palestina, 308. Sabendo que os cristãos eram perseguidos em Cesaréia, para lá se dirigiu a fim de prestar-lhes auxílio. Preso, foi açoitado e depois lançado aos leões, que correram para ele submissos. Teve então a cabeça decepada.

6

São Conon, Mártir

+ Galiléia, 251. “Jardineiro cristão, foi condenado a correr na frente de um carro tendo seus pés atravessados por cravos, por haver confessado ser discípulo de Jesus crucificado” (do Martirológio Romano).

7

Santo Esterwin Abade, Confessor

+ Inglaterra, 686. Deixou a corte de Nortúmbria pelo claustro de Wearmouth, sob a direção de São Bento Biscop, seu parente.

8

Santo Ariano e Companheiros,Mártires

+ Egito, 311. Ariano “exercia funções de juiz em Antino‚ quando, testemunhando a constância dos cristãos que acabara de condenar, converteu-se com quatro companheiros. Foram levados para Alexandria a fim de serem afogados no mar” (do Martirológio Romano).

9

São Gregório de Nissa, Bispo e Confessor

+ 400. Forma com seu irmão São Basílio e seu amigo São Gregório Nazianzeno a tríade dos Luminares da Capadócia, caracterizados por esta forma: “Basílio, o braço que atua; Nazianzeno, a boca que fala; Nissa, a cabeça que pensa”.

10

São Macário de Jerusalém, Bispo e Confessor

+ 335. Foi um dos firmantes do Concílio de Nicéia contra os arianos. Venerado pelo Imperador Constantino e sua mãe Santa Helena, com ela descobriu vários dos instrumentos da Paixão, inclusive a verdadeira Cruz

11

São Sofrônio, Bispo

+ Alexandria, 638. Nascido em Damasco, viveu 20 anos como eremita, para depois “ser colocado à frente da igreja de Jerusalém, que viu ser destruída pelos sarracenos” (do Martirológio Romano).

12

Santo Inocêncio I,Papa e Confessor

+ 417. “Estendeu a solicitude da Igreja Romana ao Oriente, defendendo São João Crisóstomo quando de sua expulsão da sé de Constantinopla; e à África, apoiando Santo Agostinho contra a heresia donatista. Na Itália, teve que enfrentar a invasão dos visigodos” chefiados por Alarico (do Martirológio Romano).

13

Santos Rodrigo e Salomão, Mártires

+ Córdoba, 857. Rodrigo, muçulmano convertido ao catolicismo, era sacerdote. Apaziguando uma disputa doméstica, seu irmão islamita denunciou-o ao califa. Na prisão encontrou Salomão, também cristão preso pelo mesmo motivo. Ambos foram decapitados pelos muçulmanos por não quererem apostatar.

14

Santa Florentina,
Virgem

+ Cartagena, 633. Irmã do homem mais notável da Espanha, São Leandro de Sevilha; de São Fulgêncio, o Pai dos pobres, Bispo de Ecija; e de Santo Isidoro, sucessor do irmão na Sé de Sevilha; tia do mártir Santo Hermenegildo. Tomou o hábito beneditino

15

São Clemente Maria Hofbauer, Confessor

+ Viena, 1820. Aprendiz de padeiro, trocava o forno pelos livros, formando-se na Universidade de Viena. Fez-se redentorista em Roma, onde foi ordenado.

16

Santa Eusébia de Hamage, Virgem

+ França, 680. Filha de Santo Adalberto e de Santa Rietrudes. Aos oito anos, após a morte do pai, foi viver com a avó, Santa Gertrudes, abadessa de Hamage. À morte desta, foi eleita em seu lugar, apesar de ter somente 12 anos.

17

São José de Arimatéia, Confessor

“Homem bom e justo”, esteve presente na Crucifixão, conseguindo uma licença para sepultar Nosso Senhor.

18

Santo Alexandre de Jerusalém, Bispo e Mártir

+ 250. Discípulo de São Clemente de Alexandria, foi eleito bispo da Capadócia, e depois de Jerusalém. Deu testemunho da sua fé nos pretórios e morreu coberto de grilhões numa prisão de Cesaréia.

19

São José, Esposo da Santíssima Virgem,

Patrono da Igreja Universal e da Boa Morte

Para se ter idéia da grandeza de São José, considere-se apenas que foi digno esposo da Rainha dos Céus e pai adotivo de Jesus.

20

São Wulfrano, Bispo e Confessor

+ França, 703. Filho de alto funcionário do exército de Clóvis II, abandonou a corte e fez-se monge. Foi nomeado para a Sé de Sens enquanto seu titular, Santo Amatus, estava ainda vivo. Mas resignou o cargo para ir evangelizar os frísios.

21

São Nicolau de Flüe

(Vide p. 36)

22

São Zacarias, Papa e Confessor

+ 752. Grego de origem, “por sua forte personalidade soube impor-se junto a vários soberanos lombardos, francos e bizantinos. Em Roma restaurou diversas igrejas e fez grande número de fundações em favor dos pobres e peregrinos” (do Martirológio Romano).

23

São José Oriol, Confessor

+ Barcelona, 1702. De origem humilde, com o auxílio de alguns sacerdotes conseguiu ordenar-se e doutorar-se em Teologia. Grande pregador, era muito procurado para a direção das almas, por suas luzes sobrenaturais e pelo dom de profecia.

24

Santa Hildelita, Virgem

+ Inglaterra, 524. Não havendo ainda conventos na Inglaterra, essa princesa atravessou o canal da Mancha, fazendo-se religiosa na França. Voltou então à sua pátria, onde organizou a vida monástica em Barking.

25

Anunciação do Anjo e Encarnação do Verbo

O acontecimento culminante da História: o Verbo de Deus se encarna no seio puríssimo de Maria.

26

São Teodoro e Companheiros, Mártires

+ Líbia. Estes 43 cristãos, vindos do Oriente, possivelmente sofreram o martírio sob Diocleciano

27

Santo Habib, Mártir

+ Edessa (Iraque), 322. Diácono, exercia a pregação no campo, sendo por isso perseguido. Escondeu-se e posteriormente apresentou-se ao prefeito, que o mandou queimar vivo. Antes de morrer foi beijar sua mãe, que assistia ao suplício.

28

São Sisto III, Papa e Confessor

+ Roma, 440. Ainda presbítero, combateu tenazmente a heresia pelagiana, secundando nisso os grandes santos da época, São Zózimo e Santo Agostinho. Sucedeu a São Celestino I no Sólio Pontifício, dedicando-se a extirpar em sua raiz novas heresias que germinavam na Igreja, bem como perigosas inovações que surgiam a cada dia.

29

Santo Eustásio, Abade e Confessor

+ França, 625. Discípulo e sucessor do grande apóstolo da Irlanda, São Columbano, na abadia francesa de Luxeuil. Sobrinho de São Mieto, Bispo de Langres, deu novo brilho a essa abadia que contava com 600 monges.

30

São João Clímaco, Abade e Confessor

+ Palestina, 649. Após brilhantes estudos, retirou-se ao deserto do Monte Sinai, onde no princípio viveu isolado. Mas, correndo a fama de sua santidade e saber, muitas pessoas passaram a procurá-lo em busca de conselho. Tornou-se o mais popular escritor ascético de seu tempo com a obra Escada do Paraíso.

31

São Daniel, Mártir

+ Veneza, 1411. Alemão de origem, estabeleceu-se como comerciante em Veneza. Bem sucedido, dava seu lucro aos camaldulenses, no convento dos quais morava como hóspede-leigo. Foi assassinado por ladrões que assaltaram o mosteiro.


* * *

_______________

Nota:

Os Santos aos quais já fizemos referência em Calendários anteriores têm aqui apenas seus nomes enunciados, sem nota biográfica.

* * *

Intenções para a Santa Missa em março

Será celebrada pelo Revmo. Padre David Francisquini, nas seguintes intenções:

Em louvor da Anunciação e Encarnação do Verbo de Deus e também em memória de São José — festividades que se comemoram em março — rogando a Nossa Senhora e a seu glorioso e casto Esposo que protejam e guardem as famílias dos leitores de Catolicismo.

* * *

Intenções para a Santa Missa em abril

Nesta Semana Santa, pelos méritos infinitos da Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, pedindo as mais escolhidas graças para nosso País, para que sejamos dignos de misericórdia e o Brasil cumpra plenamente sua missão histórica de se tornar baluarte da Cristandade.

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão