Abril de 2013
Santos e festas do Mês
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Santos e Festas do Mês

 

1

São Macário, o Milagroso, Abade


+ Ásia Menor, 830. Abade de Pelecete, nas proximidades de Constantinopla, tornou-se famoso pelos milagres que operava. Foi duas vezes exilado pelos imperadores bizantinos contrários ao culto das imagens, falecendo devido aos sofrimentos que lhe foram infligidos.

2

São Francisco de Paula, Confessor
 

+ Plessis (França), 1508. Italiano, fundou a Ordem dos Mínimos. Luís XI obteve do Papa que fosse enviado à França para preparar o Rei para a morte.
 

3

São Ricardo de Chichester, Bispo


 

+ Inglaterra, 1253. Chanceler da Universidade de Oxford, conselheiro dos arcebispos de Cantuária Santo Edmundo Rich e São Bonifácio, teve que lutar contra a prepotência do Rei Henrique III.
 

4

Santo Isidoro de Sevilha, Bispo, Confessor e Doutor da Igreja
 

+ 636. Sucedeu a seu irmão, São Leandro, na Sé de Sevilha. A ele se devem a criação de seminários, a unificação da liturgia, a regulamentação da vida monástica e outras importantes obras da disciplina eclesiástica.
 

5

Santa Juliana de Cornillon, Virgem


+ França, 1258. Religiosa agostiniana, grande devota da Eucaristia, Deus comunicou-lhe o desejo de ter uma festa dedicada ao Corpo de Cristo. Perseguida em sua própria comunidade, teve que se desterrar seis vezes até sua morte.
Primeira Sexta-feira do mês
 

6

Santa Colete, Virgem


+ África, 413. Representante do imperador Honório na África para fazer cessar a agitação produzida pelos hereges donatistas, estes o mandaram assassinar quando lhes propôs retornar à verdadeira fé.
Primeiro Sábado do mês
 

7

Santo Henrique Walpole, Mártir
 

+ Inglaterra, 1595. Reconciliado com a Igreja após ter aderido ao cisma de Henrique VIII, foi ordenado em Roma no Colégio dos Ingleses. Como jesuíta, voltou a seu país, onde socorria os católicos perseguidos, sendo por isso martirizado.
Domingo da Divina Misericórdia
 

8

São Dionísio, Bispo


+ Corinto, 180. “Devido à ciência e à graça de que foi dotado, [...] ilustrou o povo não somente da sua cidade e província, mas [...] também bispos” (Do Martirológio).
 

9

Santa Valdetrudes, Viúva


+ Bélgica, 688. “Mãe de família cristã, depois de ter criado seus quatro filhos, todos honrados como santos, abraçou uma vida de oração e solidão. Juntando-se-lhe outras mulheres, originou-se o mosteiro em torno do qual formou-se a cidade de Mons” (do Martirológio).
 

10

Santo Ezequiel, Profeta
 

 + Palestina, séc. VI A.C.. “Levado cativo para a Babilônia alguns anos antes da queda de Jerusalém, aí exerceu a maior parte de seu ministério profético. Como sacerdote, mostrou grande zelo pelo Templo e pela Lei. Como Profeta, centrou sua pregação sobre a renovação interior do coração” (do Martirológio).
 

11

Santa Gema Galgani, Virgem


+ Lucca, 1903. Grande mística do século XX, tinha visões contínuas de seu Anjo da Guarda, que a admoestava e aconselhava como um irmão. Foi favorecida também por visões de Nosso Senhor, recebendo os estigmas da Sagrada Paixão. Perseguida cruelmente pelo demônio, foi livrada algumas vezes de suas garras pelo seu Anjo. Faleceu aos 25 anos de idade depois de muitos sofrimentos.
 

12

São Vítor de Braga, Mártir


+ 306. “Ainda catecúmeno, recusou-se a adorar os ídolos e confessou Cristo Jesus, Filho do Deus Vivo. Após muitos tormentos foi decapitado, e assim mereceu ser batizado em seu próprio sangue” (do Martirológio).
 

13

Santa Eufrásia, Virgem


+ Itália, 1320. Filha de condes, disforme, cega, coxa, aleijada e feia, foi abandonada numa igreja. Recolhida por piedosa família, ensinava o catecismo e encantava a todos pela inocência, alegria e confiança na Providência.
 

14

Santa Lydwina de Schiedam, Virgem


+ Holanda, 1433. Como vítima expiatória, foi por mais de 20 anos atingida por quase todas as moléstias imagináveis, em meio à extrema miséria. Tinha constantes visões de Nosso Senhor, do Paraíso, do Purgatório e do Inferno.
 

15

Santas Balissa e Anastácia, Mártires
 

+ Roma, 66. Ilustres matronas romanas, discípulas de São Pedro e São Paulo, sofreram cruel martírio por terem recolhido as relíquias do Príncipe dos Apóstolos para dar-lhes sepultura.
 

16

São Paterno Bispo, Confessor


+ França, 564. Monge num mosteiro do Poitou, que deixou para se fazer eremita com São Escubílio na Normandia. A santidade de ambos logo lhes atraiu inúmeros seguidores, que se reuniram numa abadia.
 

17

Santo Estevão Harding, Confessor


 (Vide seção Vidas de Santos)
 

 

18

Santo Apolônio, o Apologista, Mártir


+ Roma, 185. “Senador romano que, sob o imperador Cômodo, foi entregue por um escravo, como cristão. Quando lhe foi pedida explicação de sua fé, compôs um famoso livro, que leu no Senado” (do Martirológio).
 

19

São Leão IX, Papa e Confessor


+ 1054. Lutou contra a simonia (venda de bens eclesiásticos) e a incontinência eclesiástica (imoralidade dos clérigos).
 

20

Santo Alfege, Bispo e Mártir
 

+ Greenwich (Inglaterra), 1012. Abade, bispo de Winchester e depois arcebispo de Cantuária. De grande austeridade de vida, dedicou-se em sua diocese a ajudar os necessitados. Durante a invasão dos dinamarqueses na Inglaterra, foi martirizado por se recusar a pagar seu resgate com o dinheiro destinado aos pobres.
 

21

Santo Anselmo de Cantuária, Bispo, Confessor e Doutor da Igreja


+ Inglaterra, 1109. Italiano de origem, Arcebispo de Cantuária, foi perseguido e desterrado pelo monarca por defender os direitos da Igreja. Foi o verdadeiro criador da escolástica, a qual orientou definitivamente os estudos filosóficos.
 

22

Santo Agapito I, Papa e Confessor



+ Constantinopla, 536. Eleito já ancião para a Sé de Pedro, morreu em Constantinopla, onde fora tentar convencer o imperador Justiniano a não invadir a Itália e a remover seu patriarca monofisita da Sé de Constantinopla. Heresia influente naquela época, o monofisismo negava que em Nosso Senhor Jesus Cristo houvesse duas naturezas, divina e humana.
 

23

São Jorge, Mártir


+ Lydia (Palestina), 303. Patrono da Inglaterra, Portugal, Alemanha, Aragão, Gênova e Veneza. Um dos santos mais populares do mundo, dele se sabe com certeza somente que sofreu o martírio em Lydia, devendo ter pertencido à Guarda Imperial.
 

24

Santa Maria Eufrásia Pelletier, Virgem
 

+ Angers, 1868. Nascida em plena Revolução Francesa, conservou intactas sua fé e têmpera de espírito. Fundou o Instituto das Irmãs do Bom Pastor, para regeneração de mulheres transviadas e amparo às que se encontravam em perigo de se perder.
 

 

25

São Marcos Evangelista, Bispo e Mártir
 


+ Egito, 86. Discípulo de São Pedro e apóstolo do Egito, onde foi martirizado. No século XI, seus sagrados restos mortais foram trasladados para Veneza.

 

 

26

Nossa Senhora do Bom Conselho de Genazzano
Santo Estêvão de Perm, Bispo e Confessor


+ Moscou, 1396. Monge russo, foi missionário nos montes Urais e depois bispo de Perm. Por sua oposição às heresias de hussitas locais, teve que fugir para Moscou, onde faleceu.
 

27

Santo Antimus, Bispo e Mártir
 

+ Nicomédia, 303. Bispo que “por sua confissão de Cristo, obteve um glorioso martírio por decapitação. Quase todos seus fiéis o seguiram, alguns dos quais o juiz mandou que fossem decapitados à espada, outros queimados vivos, outros colocados num navio e afogados no mar” (do Martirológio).
 

28

São Luís Maria Grignion de Montfort, Confessor
 

+ França, 1716. Ardente missionário popular apaixonado pela Cruz de Nosso Senhor e doutor marial por excelência, sua sublime doutrina da Sagrada Escravidão a Nossa Senhora foi reconhecida e assumida pelo Papa São Pio X.
 

29

Santa Catarina de Siena, Virgem


+ Itália, 1380. A maior glória feminina da Ordem Dominicana, trabalhou para a volta do Papa de Avinhão a Roma, pediu a reforma do clero e a organização de uma cruzada contra os infiéis. Declarada Doutora da Igreja por Paulo VI.
 

30

Santo Eutrópio de Saintes, Bispo e Mártir


+ França, 404. Natural de Roma, acompanhou São Dionísio à França, sendo o primeiro Bispo de Saintes. “Após ter exercido durante longo tempo o ofício de pregador, foi decapitado em testemunho a Cristo, morrendo em triunfo” (do Martirológio).
Nesse dia comemora-se também São Pio V, Papa e Confessor.
 

 _______________

Nota:

Os Santos aos quais já fizemos referência em calendários anteriores têm aqui apenas seus nomes enunciados, sem nota biográfica.

 

 

Intenções para a Santa Missa em abril

Será celebrada pelo Revmo. Padre David Francisquini, nas seguintes intenções:

 

• Pedindo a Nossa Senhora do Bom Conselho as graças de que mais necessitam os leitores de Catolicismo. Que Ela incremente cada vez mais as sadias reações ao nefando crime do aborto no Brasil e no mundo. Também pedindo à Santíssima Virgem para incrementar as reações sadias no povo venezuelano, a fim de impedir que a Venezuela seja subjugada por um regime comunista do tipo cubano.

 

Intenções para a Santa Missa em maio

• Neste 96º aniversário da primeira aparição de Nossa Senhora aos três pastorzinhos de Fátima, Missa em seu louvor e suplicando a plena correspondência da humanidade à Mensagem que Ela veio trazer ao mundo em 1917. A Santa Missa terá uma menção especial dedicada a todas as mães dos leitores e simpatizantes de Catolicismo. 

 

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão