Fevereiro de 2000
Santos e festas de Fevereiro
Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão
Calendário

1

Santa Veridiana, penitente.

+ Toscana, 1242. “Depois de ter miraculosamente multiplicado os víveres numa época de penúria, quis escapar do entusiasmo popular vivendo reclusa” durante 34 anos (Martirológio Romano-Monástico). Sua santidade atraiu-lhe a visita de São Francisco de Assis.

2

Apresentação do Menino Jesus no Templo e Purificação de Nossa Senhora.

A festa da Purificação é também chamada das Candeias, comemorando o dia em que Maria Santíssima, em obediência à Antiga Lei, apresentou Seu Divino Filho no Templo, 40 dias após seu nascimento. Foi saudada pelo velho Simeão, o qual predisse as Sete Dores que haveria de sofrer.

3

São Brás, Bispo e Mártir.

+ Sebaste, 316. Bispo em Sebaste, na Armênia, grande taumaturgo, por ter livrado um menino de um espinho que lhe atravessara a garganta, tornou-se padroeiro contra as doenças nesse órgão.

Beato Stefano Bellesini, Confessor

+ Genazzano (Itália), 1840. Devotíssimo de Nossa Senhora, foi pároco do célebre santuário no qual se encontram o milagroso quadro da Mãe do Bom Conselho, bem como o corpo incorrupto deste Bem-aventurado.

4

Santa Joana de Valois

(Vide seção Vidas de Santos p. )

São João de Brito, Mártir.

+ Madurai (Índia), 1693. Natural de Lisboa, muito menino ainda perdeu o pai, Salvador Pereira de Brito, que foi enviado por D. João IV para governar o Brasil, onde faleceu. João de Brito como missionário na Índia, converteu, entre muitos, um Príncipe indiano, que renunciou à poligamia. Uma das ex-esposas do potentado mandou matar o Santo.

Primeira Sexta-feira do mês

5

Santa Águeda ou Ágata, Vírgem e Mártir.

+ Sicília, 251. De nobre família, entusiasmou-se desde pequena pelo ideal da pureza, dando a própria vida para defendê-la.

Primeiro Sábado do mês

6

S. Paulo Miki e Companheiros, Mártires.

+ Nagasaki, 1597. Vinte e seis religiosos e leigos crucificados em Nagasaki, no Japão, por sua fidelidade à fé de Cristo.

Santa Dorotéia, Virgem e Mártir

+ Cesaréia (Turquia), 320. Presa durante a perseguição de Diocleciano. (284-305), preferiu morrer a renegar sua fé.

7

São Ricardo Rei, confessor.

+ Lucca, 722. Soberano da Inglaterra, perfeito modelo de virtude e justiça, tinha especial dom para aplacar discórdias e harmonizar interesses opostos. Abdicou da coroa, distribuindo seus bens em esmola, para fazer uma peregrinação a Jerusalém e a Roma. Morreu a caminho, em Lucca.

8

São Jerônimo Emiliano, Confessor.

+ Veneza, 1537. Fundador da Congregação de Somasca, dedicada a atender órfãos e crianças abandonadas, e converter mulheres perdidas, famoso por milagres que operou em vida, morreu de peste que contraiu cuidando de empestados.

9

Santa Apolônia, Virgem e Mártir.

+ Alexandria, 249. Sob o Imperador Décio, por ódio à fé, quebraram-lhe todos os dentes. Lançou-se espontaneamente na fogueira que prepararam para seu suplício, abrasada que estava pelo amor a Cristo.

10

Santa Escolástica, Virgem.

+ Úmbria, 543. Irmã gêmea de São Bento, assemelhou-se também a ele na santidade. São Bento viu sua alma subir ao céu em forma de pomba.

11

Nossa Senhora de Lourdes (1858).

12

Santa Eulália de Barcelona, Virgem e Mártir.

+ 304. Aos 14 anos de idade, fugiu de casa para ir increpar os oficiais imperiais por suas crueldades contra os cristãos e por sua idolatria. Torturada com ferros em brasa, foi finalmente queimada viva por amor de Cristo.

Santo Antonio Cauleas, Patriarca

+ Constantinopla, entre 895 e 901. Patriarca de Constantinopla, fez os maiores esforços para restabelecer, na Igreja do Oriente, a paz abalada pelo Cisma de Fócio.

13

São Martiniano Ermitão, Confessor.

+ Atenas, 398. Natural da Palestina, fez-se ermitão na Grécia, convertendo a cortesã Zoé, que fora tentar pervertê-lo.

14

São Cirilo e São Metódio, Bispos e Confessores.

+ Morávia, 869 e 885. Estes dois irmãos gregos foram enviados a evangelizar os eslavos, dos quais se tornaram Apóstolos.

São Marão, Solitário

+ Síria, cerca de 423. Monge que viveu perto da cidade de Cir, na Síria. Favorecido com o dom dos milagres, atraiu grande número de discípulos. Tivera, como primeiro mestre e como modelo na vida ascética, São Zebino. O culto de São Marão foi reconhecido pelo Papa Bento XIV em 1753.

15

São Cláudio de la Colombière, Confessor.

+ Paray-le-Monial, 1682. – Confessor e Diretor espiritual de Santa Margarida Maria Alacoque e Apóstolo do Sagrado Coração de Jesus.

16

Santa Juliana de Nicomédia, Virgem e Mártir.

+ 305. “A seu noivo, que presidia o tribunal em nome e sob a pressão da autoridade imperial, ela respondeu: ‘Se você teme um Imperador mortal, quanto mais devo eu temer o meu Imperador, que é imortal!’” (do Martirológio Romano-Monástico).

17

Sete Santos Fundadores dos Servitas, Confessores.

+ Florença, séc. XIII. Estes comerciantes florentinos tudo deixaram para seguir a Cristo, fundando para isso a Ordem dos Servos de Maria. Foram tão unidos em vida, que são comemorados juntos depois de sua morte.

18

Santa Bernardette Soubirous, Virgem.

+ Nevers,1879. Sua inocência atraiu-lhe a predileção da Mãe de Deus, que lhe apareceu 10 vezes na gruta de Massabiele. Durante as aparições teve origem a nascente milagrosa que tantas pessoas atrairia a Lourdes e tão grandes milagres operaria.

19

São Conrado de Placência, Confessor.

+ 1351. Casado, vivia uma vida comum. Muito adicto à caça, provocou involuntariamente um incêndio. Para livrar um outro da acusação, confessou seu crime, vendendo tudo o que tinha para sanar os danos. Livre dos bens terrenos, sua esposa entrou num convento e ele foi para um deserto onde santificou-se durante 40 anos de oração e penitência.

20

Santo Eleutério, Bispo e Confessor.

+ Tournai (Bélgica), 456. Educado por São Medardo, foi sagrado Bispo de Reims por São Remígio. Devido a seu zelo pela pureza da fé, foi atacado por hereges, morrendo em virtude dos ferimentos. É venerado como confessor da fé.

21

São Pedro Damião, Doutor da Igreja.

+ Ravena, 1072. Entrou na Ordem dos Camaldulenses. Nomeado a contragosto Cardeal-Bispo de Óstia, teve de aceitar sob pena de excomunhão. Deixou mais de 158 cartas, 60 opúsculos, várias vidas de santos e admiráveis sermöes. Sofria muito de insônia e de terríveis dores de cabeça, sendo por isso invocado contra esses males.

22

Cátedra de São Pedro

23

São Policarpo, Bispo e Mártir.

+ Esmirna (atual Turquia), 155. Discípulo de São João Evangelista, foi Bispo de Esmirna. Martirizado aos 86 anos.

24

São Sérgio, Mártir.

+ Cesaréia, 304. Magistrado que se tinha feito monge, paralisou com sua oração os sortilégios dos sacerdotes pagãos. Por isso sofreu o martírio, sendo decapitado.

25

Santo Avertano e Beato Romeu, Confessores.

+ Lucca, 1386. Frades carmelitas franceses, que a piedade tinha levado a empreender uma peregrinação a Roma já na velhice, faleceram a caminho, em Lucca, com o intervalo de uma semana.

26

Santo Alexandre, Bispo e Confessor.

+ Alexandria, 420. Depois de ter tentado em vão reconduzir à ortodoxia o ímpio Ario, seu subordinado, convocou um sínodo que condenou a heresia ariana. Apoiado por seu diácono, o futuro Santo Atanásio, fez triunfar a verdadeira doutrina no Concílio de Nicéia, em 325.

27

São Gabriel da Virgem Dolorosa, Confessor.

+ Ancona, 1862. Aos 20 anos entrou no Convento dos Passionistas de Morrevalle de Ancona. Faleceu aos 24 anos, sendo designado pelo Papa São Pio X como modelo da juventude

28

São Torquato, Bispo e Confessor.

+ Cádiz (Espanha), séc. I ou II. Tido como o primeiro dos “Varões Apostólicos”, Bispos enviados de Roma à Península Ibérica no I século. Foi Bispo de Cádiz, que edificou com sua ciência e virtude.

29

São Gregório de Narek, Confessor.

+ Armênia, 1010. Monge armênio, quando dois teólogos, para provar sua ortodoxia, ofereceram-lhe um par de pombinhos assados numa sexta-feira, ele, batendo palmas, ordenou às avezinhas que voassem, pois naquele dia ele não comia carne. Os pombos ressuscitaram e saíram voando!

Comente
Leia os comentários
Envie para amigos
Versao para impressão