Outubro de 2006
Igrejas modernas
Correspondência

 

Censura?

Uma coisa muito curiosa gostaria de contar-lhes: já tinha lido alguma coisa sobre Nossa Senhora de La Salette, sobretudo já tinha ouvido falar muito sobre essa aparição, mas os livros que obtive (acho que 3 ou 4) não tratam, se minha memória não estiver falhando, daquelas profecias apocalípticas. Digo “profecias” porque algumas já se realizaram, como toda descrição da crise que abala a Igreja e da corrupção moral no clero. Tudo isso para mim seria I-NA-CRE-DI-TÁ-VEL se não fosse tudo tão bem documentado e com aprovação da autoridade eclesiástica. Parabéns pela publicação com tão boa documentação. Se eu tivesse o endereço dos autores dos livros que li sobre La Salette (se é que esses autores ainda vivem), teria vontade de mandar-lhes essa publicação dos senhores e exigindo-lhes uma explicação de porque falaram tanto e tanto de La Salette e não disseram nadinha sobre o principal! São páginas e mais páginas descrevendo as circunstâncias, até detalhadas, das aparições, mas esconderam o principal! Por que esconderam? Nossa Senhora não disse aquilo para ficar só com os dois videntezinhos. O que Ela disse era para espalhar para o mundo inteiro. Quem sabe se tudo não seria tão diferente no mundo (tão convulsionado) e na Igreja (tão em desordem), caso os sacerdotes que sabiam daquilo não se tivessem calado, e até mesmo censurado as referidas profecias. Os padres deveriam fazer missões por todas as cidades, pregando aquelas profecias. Ainda não me “caíram as fichas”, mas depois que conseguir realizar meu pensamento, voltarei a escrever-lhes. Fiquem com Deus, e muito obrigado pela publicação.

(C.K.P. — SC)

La Salette: já esperávamos

Primeiramente desejo parabenizá-los pela revista de grande utilidade para edificação da verdadeira fé católica. Acompanho as edições, lendo a revista na internet (tal disponibilidade da revista na íntegra via internet é algo louvável), mas gostaria de saber se Catolicismo é vendido em bancas de jornal do Rio, ou se é vendido em alguma loja, paróquia ou instituição religiosa. Voltando às congratulações, fiquei muito feliz e satisfeito em ver Nossa Senhora de La Salette na capa. Tal manifestação da Virgem é pouco difundida, infelizmente. Ver Catolicismo divulgando as verdades sobre a pioneira e fundamental aparição da Mãe de Deus em La Salette é algo que eu e minha família sempre esperávamos. Muito obrigado pela disponibilidade online da revista, por vossa dedicação e compromisso.

(F.S. — RJ)

Reparação e penitência

Fico sem ter o que dizer das mensagens de Nossa Senhora em La Salette. Estou aterrorizada. Essas mensagens conferem com as de Nossa Senhora de Fátima e com o dito do papa Paulo VI sobre a fumaça de Satanás que entrou na Igreja de Deus. O mundo e a Igreja (digo membros da Igreja) precisam se converter enquanto é tempo. O castigo virá para purificar o mundo de tantos pecados. Precisamos, sim, reparar as ofensas contra Deus, e precisamos fazer penitência e de muita oração. Deus de Misericórdia! Tende piedade de nós!

(N.E.J. — SP)

Divulgação de La Salette

É muito importante difundir ao máximo as revelações de Nossa Senhora de La Salette! Que revelações impressionantes! Estamos arrepiados com elas! Estamos também distribuindo por e-mail para amigos, e por xerox para alguns padres conhecidos nossos, mas necessitamos do texto em inglês e espanhol. Se possível, também em outras línguas como o italiano, alemão e francês. Essa difusão é muito meritória.

(K.S.B. — SP)

Igrejas modernas

“Feia como o pecado” (cfr. Catolicismo, agosto/2006). Estava lendo o que o sábio arquiteto americano, Michael Rose, disse das nossas igrejas "modernas". Concordo plenamente com ele, são o retrato da modernidade: sem gosto nem decoro, estão como que profanadas por verdadeiras enxurradas litúrgicas. Uma coincidência: fiz tal leitura hoje, dia de São Pio X, o meu santo de devoção! Peço a ele que me guie, pois almejo com a graça de Deus subir ao altar sagrado, ao altar de Deus! Estou cursando o 3° ano de Teologia, também peço orações ao amigo! Um forte abraço, cordialmente em Cristo e Maria.

(F.L.J. — RJ)

Lugares sagrados

Parabéns pela revista de agosto (“Casa de Deus na Terra e sua conspurcação”). Precisamos de publicações como esta para projetarmos de maneira mais consciente nossos espaços de celebração.

(C.C. — PA)

Aberrações arquitetônicas

Li o artigo da revista Catolicismo, publicado também na Internet, e fiquei preocupado com as aberrações arquitetônicas que são produzidas mundo afora no tocante a projetos de igrejas católicas.

(R.T. — AL)

Católica de verdade

Gostaria de parabenizá-los pelas informações concisas, instrutivas e católicas de verdade. Sou artista plástica, envolvida em construção de igrejas e sua decoração (além de ter estudado o tema durante a faculdade), e me interessei imensamente pela matéria da capa sobre os estilos de arquitetura nas igrejas.

(L.S.G. — DF)

Ler, emprestar e guardar

Nunca perdi nenhuma edição de Catolicismo, que assinei em janeiro de 1957 e venho renovando minha assinatura até a presente data. Depois que faço sua leitura, empresto e guardo com muito carinho. Tenho todos os números encadernados. Sinto muito que, por questões financeiras, não possa ajudar mais na sua divulgação, pois deveria ser uma revista mais difundida não só em nosso querido Brasil, mas também no exterior.

A revista está ótima, acho que melhorá-la mais não tem condições, mas a cada número que sai, vemos que ela melhorou do mês anterior para o outro mês. É o caso da revista do mês de agosto corrente, especialmente o artigo “CASA DE DEUS NA TERRA E SUA CONSPURCAÇÃO”, do Sr. Luis Dufaur. Como foram descobrir tantos assuntos bons, dos quais sei que muitas pessoas não têm conhecimento! Imagino a enorme dedicação de todos que compõem o corpo redatorial, bem como das pessoas que organizam as fotografias e a diagramação. Nem mesmo erros de grafia encontramos.

A entrevista do mês de março: “ABORTO: projeto Matar”, do Dr. Cícero Harada, Advogado, Procurador do Estado de São Paulo e Conselheiro da OAB/SP, foi excelente. Nosso País, graças a Deus, tem homens cultos como o entrevistado, e é destas pessoas que ele precisa, para mostrar ao mundo as nossas qualidades. Ao ler a entrevista, impressionou-me o conhecimento que ele tem da matéria, e como a socióloga Heleieth Saffioti — que, pelo nome, parece não ser de nacionalidade brasileira —, professora da Pontifícia Universidade de São Paulo (PUC), universidade esta pertencente à Arquidiocese de São Paulo, portanto católica, tenha a coragem de ser a favor do aborto, sendo que até uma menina de 10 anos, apresentou-se contra o “Projeto Matar”, como informou o entrevistado.

Infelizmente nosso mundo está todo virado, as pessoas não respeitam as leis da Igreja Católica e caem na barbárie. Ser favorável a matar inocentes seres humanos em formação, indefesos, e tratar como humanos os cachorros, os macacos, as tartarugas, etc., que são seres que Deus colocou no mundo para servir ao homem, é uma aberração. Para tais pessoas, a vida de uma pessoa humana hoje em dia não vale nada. Mas para bichos, até cemitérios constroem, até plano de saúde para cachorros já existe aqui em Belo Horizonte.

Peço-lhe o obséquio, como não tenho o endereço do entrevistado, de agradecer-lhe a colaboração na luta contra o aborto. Peço-lhe ainda a gentileza de dizer a ele que tal luta está apenas começando, e teremos que enfrentar ainda muitas batalhas no Senado e na Câmara dos Deputados brevemente.

(I.N.F. — MG)

Desafio

Primeiramente, gostaria de parabenizá-los pela magnífica revista que estão publicando mensalmente, e de modo particular agradecer pela belíssima matéria publicada na edição de julho com o Dr. Thales Cezar de Oliveira, que de maneira brilhante expôs o pensamento — que é o mesmo da imensa maioria do povo brasileiro, formado por pessoas de bem — e o conhecimento de causa que o nobre promotor adquiriu nestes anos de trabalho. A grata aportunidade que esta revista dá aos seus leitores, de tomar conhecimento de pessoas sérias, competentes e atuantes em nosso Judiciário, que com a visão clara dos problemas, como o Dr. Thales e o Dr. Cícero Harada (Catolicismo março/2006), fazem diminuir a descrença que temos em relação à capacidade de solução de problemas por parte do Poder Público. É preciso apenas que estas pessoas sérias, competentes e capacitadas assumam posições de comando, e assim possam disseminar o seu modo de pensar para toda a instituição. Cabe-nos o desafio de conseguir que isso aconteça o mais breve possível, para o bem do Brasil e o nosso próprio bem.

Gostaria também de solicitar aos senhores, se possível, analisar os programas de governo dos diversos candidatos que concorrerão à próxima eleição presidencial, tendo sempre em mente apresentá-las sob o aspecto cristão, de maneira a esclarecer o que há de real por trás dos tais programas. Que Deus os abençoe e ilumine seus caminhos, pois necessitamos muito que este meio de comunicação verdadeiramente católico continue atuante e cresça.

(P.R.C. — PR)

Difusão da fé católica

Caríssimos irmãos, eis que, durante uma despretensiosa pesquisa na net sobre temas católicos, "dei de cara" com a vossa revista! E fiquei muito positivamente impressionado. Parabéns pelo excelente trabalho, e continuem a divulgar a fé católica. Sou membro do coro de minha paróquia e responsável pela colocação dos leitores na Santa Missa de 12:00 h do domingo; portanto, foi com muito agrado que li os vossos artigos e opiniões. Bem hajam na Santa Paz de Deus.

(J.C.M.F. — Portugal)