Cartas dos leitores

Ideal do Estado católico

Todos os meses, aguardo ansiosamente a chegada do correio (que infelizmente sempre atrasa) com a revista, preciosíssima para mim. Os artigos deste mês [outubro] estão especialmente ricos em conteúdo, de modo particular os temas que direta ou indiretamente aludem à situação do Brasil às vésperas das eleições decisivas. Vou aproveitar muito em minhas aulas o texto de Dr. Plinio sobre o ideal de um Estado verdadeiramente católico, como a civilização medieval atingiu, em certo grau, do ponto de vista da união da Igreja com o Estado pelo bem dos povos. Um texto magistral para aqueles que desejam tomar uma posição católica quanto à política. Também achei extraordinária a esmerada explicação do Monsenhor José Luiz sobre o voto católico, rejeitando políticos que defendem projetos contrários à doutrina católica. Triste é a situação de nosso clero, que anda de braços dados com a petralhada. Sabem eles que se trata de uma “organização criminosa” (como disse um ministro do STF), mas mesmo assim defendem tal partido, de fato uma seita lulista prejudicial, a mais não poder, para os brasileiros em geral. Ah, se tivéssemos políticos com a noção clara de que o principal é a busca dos planos de Deus para os homens, e que procurassem realizar tais planos em nossa Pátria! Tudo seria melhor, inclusive a economia iria deslanchar. Que Deus os recompense! (D.C.F. — DF)

Futuro ainda mais belo

Fatos, história, legendas do Brasil imperial que vivem ainda na alma do brasileiro. Essas nostalgias criadoras não são apenas uma recordação do passado, mas alentam esperanças de um futuro. Como bem lembrava o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, o Brasil ainda será um grande País! Passado esplêndido, futuro ainda mais belo — esse é o grande desafio que se põe para essa geração que agora acorda para a vida, nesta ruptura com 13 anos petistas. Nós brasileiros facilmente caímos na falta de vigilância, talvez confiando demasiadamente no jeitinho, que afinal conserta muita coisa. Sem dúvida os 13 anos petistas, e alguns que os antecederam, procuraram denegrir a História do Brasil, e com isso desprezar todo o nosso passado cristão, cultural etc. Também chama a atenção que a esquerda se levanta para acusar o presidenciável Bolsonaro de provocar a reação. E quando Lula recebe o MST e coloca o boné? E quando Boulos defende a invasão das propriedades urbanas? E quando Dilma financia com nossos impostos o porto de Mariel? Isso, sim, é violência para incendiar o Brasil. (C.M. — MG)

Auspiciosas mudanças

Sinto, nos meios em que atuo, que estão surgindo grandes mudanças nos brasileiros no sentido de que, mesmo percebendo a importância da economia para um país, percebem que mais importantes ainda são os valores morais. Outra mudança que venho notando, pelo menos aqui no Rio, é a generalização de uma forte ojeriza ao PT, como um movimento que atrai desgraças para o Brasil; e uma dessas desgraças foi o incêndio no Palácio de São Cristóvão, administrado por pessoas que militam em prol de partidos de esquerda. (J.M.S. — RJ)

Barreira contra o “esquerdismo católico”

Em minha modesta opinião, é preciso alertar os fiéis a respeito dos erros que são cometidos, senão os pastores que praticam tais erros levarão muitas ovelhas na direção contrária aos ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo. Proteger os errados com o manto da Igreja, chama-se CORPORATIVISMO. Este mal é invenção do demônio e enfraquece todas as instituições, até mesmo a Santa Madre Igreja. O que não esperávamos era o acordo que Francisco está fazendo com os chineses comunistas! O Papa acabará provocando uma cisão na Igreja Católica, pois está perdendo a confiança dos fiéis e a credibilidade que se cria por intermédio dela. A respeito dos países da América Latina, enquanto estiverem entregues a governos socialistas e a Igreja Católica estiver sob a orientação do Papa Francisco, que age como um “progressista”, muitos serão oprimidos e morrerão nas mãos de ditadores bolivarianos. Acompanho com muita preocupação essa ação da esquerda progressista em nosso continente. A perda dos valores morais está na base de todos os problemas que vivemos atualmente no Brasil e no mundo. Nada terá solução sem a retomada dos valores morais que compõem a integridade de caráter: honra, honestidade, disciplina, lealdade, respeito e outros. No Brasil, a TFP sempre se constituiu em uma sólida barreira contra o “esquerdismo católico”. Que Nossa Senhora Aparecida nos ilumine! (M.H. —RJ)

Presidiário nada confiável

Francamente, não dá para entender como tanta gente acreditou, e uma parte ainda continua acreditando, no partido do atual presidiário condenado em duas instâncias, sendo a segunda por um colegiado, e ainda com mais alguns processos nas costas. Pessoalmente, nunca acreditei nesse guru desde que surgiu no cenário sindicalista, e muito menos na política. Algo me dizia que ele não era confiável, que não prestava e desgraçaria o País, caso o colocassem no Poder. Deu no que deu! E olha que eu não tenho o tal do sexto sentido, que dizem ser prerrogativa das mulheres. Quando da ordem de prisão, o poder judiciário ainda foi muito fraco com o presidiário Lula da Silva. Ainda há bandos de fanáticos, grande parte sendo pagos e outra constituída de “inocentes úteis”. O arrogante presidiário conspurcou o cargo presidencial e jamais o mereceu, porque sempre foi arrogante. Enfim, desgraçou o Brasil e ainda tentou levá-lo para o comunismo. Vejam agora a despesa que ele está dando para o País! Está certo que foi privado de sua liberdade, mas tem algumas regalias na prisão, recebe visitas, advogados, candidatos. Qual a diferença dele e seus companheiros com relação aos participantes do tal “crime organizado”? Não foram também de uma organização criminosa os crimes deles para implantar o comunismo, nivelando o povo por baixo e dominando todos e tudo, e ainda posarem de salvadores da pátria e ficarem todos ricos? Que país permite a um presidiário apresentar um candidato ao mais alto cargo do executivo brasileiro? E ainda tem o apoio de vários padres e bispos? Para onde vai a nossa Igreja, com gente dessa estirpe? (L.G.W.C. — SP)

Falso feminismo

O feminismo, como temos visto na mídia, não representa nenhuma defesa da mulher, mas sim um projeto da esquerda mundial. Vemos bem isso no caso da policial Sastre, exemplificado no artigo “Contradições do movimento feminista”. O movimento feminista não elogia a coragem que teve essa mulher, enfrentando a bandidagem em defesa das crianças. Seria o momento de propagar essa mãe policial como um exemplo a ser seguido, mas as feministas a desprezam. O que querem, portanto, não é o bem da mulher, mas sim a igualdade utópica entre homem e mulher, igualdade que é um ódio às desigualdades criadas por Deus. (V.K. — SP)

FRASES SELECIONADAS

“Devemos desejar viver tanto tempo quanto for da vontade de Deus; mas para amá-Lo e servi-Lo nesta Terra, se necessário lutar por Ele, e não para gozar a vida. Por isso, diz o Profeta Davi: ‘Não me leves na metade de meus dias’ (Salmo 102, 24)”.

(Santo Afonso Maria de Ligório)

“Eu, para que nasci? Para salvar-me.
Que tenho de morrer, é infalível.
Deixar de ver a Deus e condenar-me,
será uma triste coisa, porém possível.
Possível? E continuo a sorrir, a dormir, a folgar-me?
Possível? E tenho amor somente ao que é visível.
O que faço?
De que me ocupo?
Em que me encanto?
Louco devo ser, pois não sou santo!”

(Frei Pedro de los Reyes)

Há muitas pessoas que gostariam de receber Catolicismo, mas não têm condições de arcar com uma assinatura. Se nossa situação financeira o permitisse, gostaríamos de enviá-la gratuitamente a tais pessoas. Nossos leitores poderiam nos ajudar neste apostolado, contribuindo com o valor de uma ou mais assinaturas anuais, ou mesmo com parte de uma? Os que puderem, por favor, enviem sua doação para a conta corrente da Editora Padre Belchior de Pontes: Bradesco, Agência 3130 – Conta 44.711-0. CNPJ: 60.939.410/0001-24. Que Nossa Senhora os recompense!
Sua doação pode ser feita também através da página do site de Catolicismo:

www.catolicismo.com.br/doacao.html

(Próxima página)