NACIONAL

Digamos um NÃO definitivo ao lulopetismo

Reproduzimos a seguir o comunicado do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, publicado em seu site no dia 21 de outubro último,.e no mesmo dia distribuído na manifestação da Avenida Paulista e em outras cidades.

Grandes manifestações populares, resultantes de profunda inconformidade com os 13 anos de governo petista, tomaram as ruas do Brasil nos últimos anos.

Os brasileiros sentiram-se agredidos por uma ideologia anticristã, o comunismo, condenado reiteradas vezes pelos Papas. Hoje está patente que a seita vermelha, mascarada de petismo e com promessas enganadoras, levou-nos à beira do precipício. Não fosse a alma profundamente cristã e o imenso potencial do Brasil, teríamos sido arrastados para a mesma situação em que gemem nossos irmãos venezuelanos.

O ex-ministro José Dirceu, em entrevista ao jornal “El País”, declarou que “é uma questão de tempo para o PT tomar o poder”.* No dia 28 de outubro os brasileiros irão novamente às urnas para escolher o seu chefe de Estado. O resultado desta eleição decidirá se o Brasil resvalará ou não para o comunismo. Não permitamos que o PT volte ao poder e consuma sua obra nefasta, pois:

· O PT pretende impor a “ideologia de gênero” nos colégios e corromper nossas crianças;

· O PT pretende impor o dito “casamento homossexual”, discriminando e acusando de “homofobia” todos que se lhe opuserem;

· O PT pretende implementar a prática criminosa do aborto;

· O PT pretende cercear a liberdade de imprensa e perseguir seus desafetos na mídia e nas redes sociais;

· O PT pretende promover invasões de terras e de prédios, no campo e nas cidades;

· O PT pretende aplicar a Reforma Agrária socialista e confiscatória, incitar invasões indígenas e “quilombolas”, e usar a arma do “trabalho escravo” para novas expropriações de terras;

· O PT pretende perseguir com novas leis e mais impostos escorchantes a propriedade privada, um direito natural que antecede o Estado, além de estar garantido pelo 7º e 10º Mandamentos da Lei de Deus;

· O PT pretende implantar uma “política racial” que gerará, no melhor estilo marxista, a luta racial no Brasil, lançando uns contra os outros;

· O PT pretende continuar ajudando as ditaduras “bolivarianas” da Venezuela, da Bolívia e de Cuba, além de outras, em grave detrimento de nossa já combalida economia;

·O PT contará com o apoio da nefasta “esquerda católica” (religiosas, sacerdotes, e até bispos progressistas, que aplicam dentro da Igreja os mesmos erros que o comunismo impõe na sociedade civil): “O PT não existiria sem a ajuda de milhares de padres e comunidades cristãs do Brasil. [Ele] deve muito ao trabalho da Igreja, à teologia da libertação,

(continua)

A manifestação dos membros do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira despertou grande interesse nas pessoas reunidas na Avenida Paulista.