Catolicismo - Acervo
Busca Google dentro do Site:
« »
<<       Página       >>


CARTAS DOS LEITORES

Triunfo da realeza de Cristo

Belíssimas matérias de Natal, belíssimo posicionamento contra o “politicamente correto”. A revista Catolicismo defende as tradições e assim fortalece a família e até as instituições sociais da Cristandade. Os brasileiros deveriam — se amam uma vera democracia e não querem o império do laicismo — acompanhar e atuar conforme os ensinamentos desta publicação e não se deixarem “teleguiar” pela mídia. Assim a Igreja Católica poderá realmente voltar a influenciar para o bem e evitar a anarquia que ameaça o Brasil com esses movimentos e partidos marxistas que ferem os bons costumes tradicionais. Pena que só há pouco assinei esta publicação, mas agora vejo que seus elevados objetivos são “nossos objetivos”: o triunfo da realeza de Cristo na opinião pública no Brasil e no Exterior. (R.A.J. — SP)

Clima natalino

Em nossos ambientes diminui a cada ano o clima de Natal. Antigamente, já nos primeiros dias de dezembro, sentia-se esse clima, no sentido das bênçãos de Natal que inundavam os lares; desde as crianças até os mais idosos, todos ficavam diferentes, mais bondosos e mais alegres devido à proximidade do aniversário do Menino Jesus. Mas, graças a Deus, os artigos de Natal da revista Catolicismo me fez recordar daqueles bons tempos, inclusive da culinária daquela época. Eles me ajudam a entrar no clima natalino, sobretudo na “Noite entre todas Sagrada”. Desejo a todos um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo. (I.F.F. — RS)

Anjos de Belém

Agradeço-lhes pelo presente de São Nicolau, que o correio me trouxe neste mês [dezembro]: a maravilhosa revista de Natal. Que os Anjos que zelaram pela Gruta de Belém zelem sobre a equipe de Catolicismo neste novo ano e sempre. (E.C.N. — PE)

Natal X comércio

Em minha casa e na de meus familiares faço de tudo para centrar a atenção das crianças no Natal do Menino Jesus, mas todo meu esforço é derrubado pela centralização que se dá nas escolas, nas ruas e nas propagandas da TV com a comercialização do Natal só voltado para presentes e para a figura (desfigurada) do Papai Noel. É o Natal-shopping center desfigurando o Natal verdadeiro, como o representado no presépio de Jesus, Maria, José, Reis Magos e pastores iluminados pela estrela de Belém. O que fazer para revertermos esse problema e ganharmos essa “guerra”? (P.P.C.F. — SC)

Bronze sagrado

Para que os erros de nosso século materialista não se gravem em nossas almas, só podemos proceder como recomendou o Dr. Plinio no artigo da página 26 [edição de dezembro]: Termos a Lei de Deus escrita no bronze de nossas almas e não permitirmos “que as doutrinas deste século gravem seus erros sobre este bronze que sagrado a Redenção tornou”. Com a leitura de tal artigo compreendi claramente como nunca podemos tomar posições relativistas. É o que pedirei na “Missa do Galo” deste ano. (B.N.N. — RJ)

Esvaziar as Igrejas Católicas?!

Os ensinamentos de Lutero e de sua religião são radicalmente opostos aos ensinamentos da Religião Católica. Coisa tão evidente que não consigo entender como há católicos que falem da possibilidade de celebrarem juntos, máxime quando tal possibilidade é aventada por pessoas do clero e até do Vaticano. Se desejamos permanecer fiéis ao Evangelho de Jesus Cristo, não podemos nos calar vendo as comemorações dos 500 anos do luteranismo. Por exemplo, o selo comemorativo é um absurdo, além de ter um sentido blasfemo. Como ficar em silêncio vendo essas coisas? Há também uma parte do clero que não comemora, mas se cala, não denuncia tal absurdo. Isto também é inaceitável. Pior ainda: aqueles que dizem que ecumenismo é bom para atrair para a verdadeira Religião as ovelhas desgarradas. Não é isso que temos assistido. Mas o contrário: as ovelhas do rebanho católico se desgarrando para engrossar as seitas protestantes. Esse tipo de “ecumenismo” só traz mais confusão e indignação nas fileiras daqueles que desejam professar o verdadeiro Credo. É isso que esse clero de esquerda deseja?! Esvaziar as Igrejas Católicas?! (T.M.M. — MG)

Não prevalecerão!

Estão em nossa Bíblia as palavras de Jesus Cristo a Pedro: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja. Tudo que ligares na Terra será ligado no Céu e tudo que desligares na Terra será desligado no Céu. Contra Ela não prevalecerão as portas do inferno.” Quantas já foram as tentativas de destruição e perseguição à Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana e o que conseguiram? Apenas maldades imensas, martírios e sacrifícios de católicos. A Igreja continua e sempre continuará existindo, porque as portas do inferno não prevalecerão contra Ela. Quanto a Lutero, não fez reforma alguma, apenas revoltou-se contra a Igreja, criou uma enorme cisão e idealizou a sua própria igreja que hoje são milhares de filhotes espalhados pelo mundo, a maioria verdadeiras arapucas. Poderia ele até ter algumas razões para contestação, mas, não era motivo de deserção e afronta à verdadeira Igreja fundada por Jesus Cristo. Quanto a bispos, padres e católicos ainda comemorarem esse sujeito, para mim, é muito triste saber disso. (L.G.W.C. — SP)

Péssimos frutos

Como entender que altas autoridades eclesiásticas — neste V centenário da revolta de Lutero — procurem pintar com luzes positivas a vida e obra do Heresiarca do século XVI? Relembro aqui as palavras do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira na “Folha de S. Paulo” (dezembro de 1983): “‘Vertiginoso, espantoso’ — gemeu, a tal propósito, meu coração de católico. Que, sem embargo, com isto redobrou de fé e veneração pelo Papado”. É sabido, historicamente, que desde o noviciado Lutero era um revoltoso. Esse artigo vem refrescar a memória de todos nós e esclarecer no que consistiu a tal “Reforma”. E quais os frutos da “Reforma”? — “Transformar mendigos em senhores, asnos em doutores, falsários em santos, lodo em pérolas!” (Ed. Wittemberg, 1551, t. 4, p. 378 – cfr. op. cit., p. 190). As “Guerras de Religião”: fruto genuíno de o protestantismo ter-se espalhado na Europa católica e que a dividiu. De tão maus frutos... como seria então a “árvore luterana?”. Conclusão: o ecumenismo é impossível. Noção bem exata da Eucaristia para os católicos: ali está realmente presente Nosso Senhor em corpo, sangue, alma e divindade. Para Lutero, a Comunhão é apenas uma recordação da última Ceia. Conceitos inteiramente opostos e irreconciliáveis. Como pode haver então uma “missa” ecumênica que satisfaça católicos verdadeiros e protestantes? Vamos saudar a Companhia de Jesus e Santo Inácio de Loyola, heróis da luta contra o protestantismo e que reconquistaram várias nações europeias das garras do erro de Lutero. (C.M. — MG)

Acervo de Catolicismo

Aproveito para fazer uma sugestão. Sei que atualmente tem sido comum a disponibilização de acervos de revistas e outras publicações via internet — aliás, a própria revista Catolicismo fez isso recentemente —, mas se for viável a reedição dos primeiros números dessa importante revista em material impresso, ao menos para quem demonstrar interesse, eu gostaria de adquiri-los. (G.C. — RJ)


FRASES SELECIONADAS

“Nos assuntos humanos a beleza é quando algo é ordenado segundo a razão” (Santo Tomás de Aquino)

“Ao mundo interior da imaginação corresponde o mundo exterior da arte. A arte é uma das forças que corromperam a imaginação, quando a arte disse que o mau era belo” (Ernest Hello)

“Quando estou sozinho comigo mesmo, não tenho coragem de me considerar um artista no sentido antigo e grande da palavra. Giotto, Ticiano, Rembrandt e Goya foram grandes pintores: eu sou apenas um animador do público — um charlatão” (Picasso)

“As mostras de vanguarda viraram um parque de diversões para intelectuais” (Walcyr Carrasco)

“A decadência da sociedade é louvada pelos artistas assim como a decadência de um defunto é louvada pelos vermes” (G.K. Chesterton)



Advertência

Este texto, reconhecido pelo processo OCR, não passou por revisão e pode conter erros de digitação.
Sua transcrição parcial ou total está autorizada, desde que seja citada a fonte e o texto conferido com o da imagem original.

Agradecemos desde já reportar-nos erros de digitação, através do
Fale conosco


CRÉDITOS
© Copyright 1951 -

Editora Padre Belchior de Pontes Ltda.

Diretor
Paulo Corrêa de Brito Filho

Jornalista Responsável
Nelson Ramos Barreto
Registro na DRT/DF
sob o nº 3116

Administração
Rua Javaés, 681
1° Andar
Bairro Bom Retiro
CEP 01130-010
São Paulo- SP

SAC
(11) 3331 4522
(11) 3331-4790
(11) 2843-9487

Correspondência
Caixa Postal 707
CEP 01031-970
São Paulo-SP

E-mail:
catolicismo@terra.com.br

ISSN 0102-8502

 HOME 
 
TOPO
+ZOOM
-ZOOM
Home Page
HOME
Ir ao texto da matéria
TEXTO