Catolicismo n° 811, julho de 2018
Revista Catolicismo
Busca Google dentro do Site:
« »
<<       Página       >>


(continuação)

REALIDADE CONCISAMENTE


Comandante de Valência age contra terroristas

O general Francisco José Gan Pampols [foto], comandante-geral de Valência, terceira maior cidade da Espanha, disse à imprensa que "não se pode negociar" com os terroristas islâmicos. Quando estes "já estão implantados, a única ação que se pode fazer é aniquilá-los". Para o general, "eles pretendem nos subjugar ou nos eliminar". A solução exige fechar as mesquitas extremistas e os fluxos de dinheiro que as financiam. Não há "lobo solitário": "Sempre existe alguém que o radicaliza, há uma rede por trás que não se forma num só dia". Segundo o militar, esse terrorismo é global e se expande até na América do Sul. Por fim, frisou que a baixa natalidade torna o Ocidente muito vulnerável.


Vitória do confeiteiro que recusou bolo para dupla LGBT

O confeiteiro cristão Jack Phillips [foto], de Lakewood, no Colorado (EUA), se recusou por motivos religiosos a fazer um bolo de casamento para uma dupla homossexual. Daí resultou um processo, no qual a Suprema Corte dos Estados Unidos emitiu sentença favorável ao confeiteiro, porque "fazer um bolo de casamento para um casal do mesmo sexo seria equivalente a participar de uma celebração contrária às suas crenças mais profundas". Centenas de pessoas se reuniram em torno da confeitaria para comemorar a sensata decisão da Corte Suprema. Não é de estranhar que as tubas da grande mídia americana não tenham gostado, e até a mídia internacional verteu lágrimas.


Velho Continente exausto e tíbio na Fé

Muitos países europeus, todos com baixa taxa de natalidade, parecem inertes diante de invasores que os ocupam. Enquanto a população cristã autoesterilizada envelhece, a população muçulmana cresce, é fértil e jovem. A consequência é que, por volta de 2050, a população da Suécia, por exemplo, terá um terço de muçulmanos! Nas décadas de prosperidade após a II Guerra Mundial, os anticonceptivos não eram proibidos pelos confessores, daí muitos divorciados e abortistas entrarem na fila da comunhão, embora estivessem canonicamente impedidos. Tudo isso contribuiu para que o número de filhos fosse muito reduzido, gerando uma Europa sem família, sem moral, sem religião. As mesquitas extremistas foram toleradas, os imãs radicais não foram expulsos, e o inimigo islâmico está instalado dentro dos países europeus, ameaçando-os com suas bandeiras tingidas de sangue. Nossa Senhora alertou em Fátima que "muitas nações serão aniquiladas", mas o clero "modernizado" sabotou a sua advertência.


Rússia responsabilizada pelo massacre do voo MH17

Em 2014, um míssil derrubou a aeronave do voo MH17 da Malaysia Airlines, quando sobrevoava a Ucrânia, matando seus 298 passageiros e tripulantes. Wilbert Paulissen, chefe da equipe internacional que nos últimos quatro anos investigou os restos do avião, confirmou que o míssil foi lançado pela 53ª Brigada de Mísseis Antiaéreos do exército russo, com sede em Kursk. A comissão destacou a recusa russa em colaborar na elucidação do fato. Ouvindo soldados russos que participaram da ação, a equipe "identificou aproximadamente 100 pessoas engajadas no fato". Os destroços do míssil utilizado têm o número de série autêntico, que corresponde à "impressão digital" do culpado. A Austrália e a Holanda formalizaram a acusação contra a Rússia pelo massacre.


Grande retorno da França ao catolicismo histórico

Os católicos franceses estão virando as costas para as propostas do Concílio Vaticano II, deixando temerosos os envelhecidos militantes "progressistas", equivalentes a alguns eclesiásticos da CNBB e políticos da linha do PT. "Aquilo que mais me surpreende e entristece é que a Conferência Episcopal Francesa não é capaz de convocar os fiéis para formar uma barragem" contra a "extrema direita", deplora o escritor esquerdista Henri Tincq. Mais da metade do clero francês supera os 75 anos. Os seminários "modernos" fecham por falta de candidatos, e os "católicos de esquerda quase desapareceram". Em sentido contrário, prosperam os mosteiros tradicionais, as missas no "rito extraordinário" e as devoções tradicionais, multiplicam-se as manifestações contra o aborto e o "casamento" homossexual. Para Tincq, "o catolicismo audaz do Papa" está "eliminado nessa parte nova da Igreja". Enquanto esquerdista, ele teme que esse Pontificado "acabe como fogo de palha".


Vaticano entrega igreja na China a marionete do comunismo

O jornalista Raymond Arroyo, âncora da EWTN, ao entrevistar o Cardeal Zen, bispo emérito de Hong Kong, afirmou que "o presidente Xi visa combinar o pensamento comunista com a teologia". O Cardeal respondeu que os diplomatas do Vaticano "estão entregando toda a administração da Igreja nas mãos de uma marionete do governo, chamada 'Associação Patriótica'. Há uma completa rendição". Relatou que, de comum acordo com o Vaticano, o regime comunista chinês quer instalar cinco bispos excomungados em dioceses, mas "todo o mundo sabe que eles têm mulheres e filhos [...]. Devemos estar prontos para o martírio". O Cardeal acrescentou que, se isto acontecer, "o sangue derramado comprará a expansão da fé católica na China".



Advertência

Este texto, reconhecido pelo processo OCR, não passou por revisão e pode conter erros de digitação.
Sua transcrição parcial ou total está autorizada, desde que seja citada a fonte e o texto conferido com o da imagem original.

Agradecemos desde já reportar-nos erros de digitação, através do
Fale conosco


CRÉDITOS
© Copyright 1951 -

Editora Padre Belchior de Pontes Ltda.

Diretor
Paulo Corrêa de Brito Filho

Jornalista Responsável
Nelson Ramos Barreto
Registro na DRT/DF
sob o nº 3116

Administração
Rua Javaés, 681
1° Andar
Bairro Bom Retiro
CEP 01130-010
São Paulo- SP

SAC
(11) 3331 4522
(11) 3331-4790
(11) 2843-9487

Correspondência
Caixa Postal 707
CEP 01031-970
São Paulo-SP

E-mail:
catolicismo@terra.com.br

ISSN 0102-8502

 HOME 

EDIÇÃO POR

TOPO
 
+ZOOM
-ZOOM
 
HOME PAGE
HOME
 
IR AO TEXTO DA MATÉRIA
TEXTO